Golpe com bitcoin prometendo lucro de 25% ao mês faz vítima em São Paulo

Mulher de 53 anos perdeu tudo que investiu na criptomoeda após acreditar em investidor financeiro que oferecia lucro suspeito.

-

Siga no
Mulher perde bitcoins em golpe

Um golpe envolvendo investimentos em bitcoins fez mais uma vítima em São Paulo. Após investir R$ 20 mil na criptomoeda, uma mulher de 53 anos alega que nunca mais viu seu dinheiro. O investimento aconteceu através de um intermediário, que oferecia lucro fixo e mensal para a vítima.

Golpes envolvendo criptomoedas podem resultar em perdas irreparáveis. Geralmente, não é preciso intermediários para que alguém invista na criptomoeda. Existem várias maneiras de adquirir o bitcoin, que deve ser armazenado pelo próprio investidor. Dessa forma, um controle total ao acesso sobre os investimentos garante maior segurança em para as criptomoedas.

Mulher depositou dinheiro em conta de investidor financeiro

O golpe envolvendo a mulher de 53 anos que investiu em bitcoins possui outra pessoa envolvida. Segundo investigação da Polícia Civil, a vítima depositou R$ 20 mil na conta de um homem que era conhecido como investidor financeiro. Foi através deste homem que a promessa de investimento na criptomoeda aconteceu.

O homem ofereceu para comprar bitcoins para a vítima, que mora em Guarujá – SP. De acordo com a vítima, uma promessa de retorno garantido foi oferecida pelo homem envolvido no caso. Contudo, a vítima revela que não recebeu qualquer quantia do suposto investidor financeiro.

Golpe pode ser uma verdadeira pirâmide financeira

A vítima e o suposto investidor financeiro se conheceram em 2018, pouco antes do golpe acontecer. Além de prometer lucro fixo, o homem garantiu que a mulher não perderia dinheiro com o investimento. Essas e outras características do negócio podem revelar um esquema conhecido como pirâmide financeira. Como a maioria dos investidores sabem, criptomoedas como o bitcoin possuem alta volatilidade em seus preços, o que refuta a alegação do suspeito sobre a perda do investimento.

A investigação aponta que foi oferecido pelo suspeito um lucro fixo mensal de 25% sobre o valor investido pela vítima. Ou seja, mensalmente os R$ 20 mil da vítima renderiam R$ 4,5 mil. Segundo a CVM, a oferta de lucro fixo relacionado a investimentos pode evidenciar a prática de operações de empresas irregulares no setor.

Além disso, o investidor garantiu que a vítima receberia o valor integral investido no negócio após um ano. Como o investimento aconteceu em junho de 2018, o depósito total já era para ter acontecido. Porém, nenhum depósito foi realizado pelo homem que prometia investimentos em bitcoin para a vítima.

Para a mulher que caiu no golpe, o dinheiro foi praticamente todo perdido. A vítima alegou que tentou reaver o dinheiro com o suspeito, mas nunca o depósito aconteceu. Segundo a mulher que não teve seu nome revelado, o investidor sempre encontra uma desculpa para não realizar o depósito. As autoridades alertam para o golpe envolvendo o bitcoin. A polícia acredita que outras pessoas podem ter caído no esquema que está sendo investigado.

Siga o Livecoins no Google News para receber nossas notícias em tempo real.
Curta nossa página no Facebook e também no Twitter.
Receba também no email se cadastrando em nossa Newsletter.
Anúncio

Bitcointrade - 95% dos depósitos aprovados em até 30 minutos!

Eleita a melhor corretora do Brasil. Segurança, Liquidez e Agilidade. Não perca mais tempo, complete seu cadastro em 5 minutos!

Complete seu cadastro em 5 minutos!
Paulo Carvalho
Paulo Carvalho
Jornalista em trânsito, escritor por acidente e apaixonado por criptomoedas. Entusiasta do mercado, ouviu falar em Bitcoin em 2013, mas era que nem caviar, "nunca vi, nem comi, só ouço falar".

PayPal confirma que está desenvolvendo soluções com criptomoedas

Recentemente um rumor afirmou que o PayPal poderia estar desenvolvendo soluções para compra e venda de criptomoedas. Apesar das fontes não terem apresentando provas...
Caju santos golpe Bitcoin

Jogador do Goiás Esporte Clube toma calote de R$ 200 mil da BWA Brasil

O jogador de futebol Wanderson de Jesus Martins, lateral-esquerdo do Goiás Esporte Clube, tomou um calote de R$ 200 mil da BWA Brasil. A...
Consórcio Brasil Central - BrC

Secretário do Brasil Central conhece sistema blockchain russo

Fundado em 2015, a Associação Pública de natureza autárquica chamada Consórcio Interestadual de Desenvolvimento do Brasil Central (BrC) é uma referência no país. Nos...