Golpista arrecada R$ 172 milhões com criptomoeda falsa e gasta em app de namoro

O líder do golpe desviou pelo menos meio milhão de dólares para pagar despesas pessoais, incluindo assinatura de um aplicativo de namoro

-

Siga no
Anúncio

O criador de uma criptomoeda conseguiu arrecadar R$ 172 milhões de investidores mas desviou fundos para pagar despesas pessoais, como aluguel, lazer, compras e até em um aplicativo de namoro.

O golpista por trás da fraude é Eran Eyal, ele fundou a Shopin, um golpe com criptomoeda que arrecadou US $ 42 milhões em uma venda inicial de moeda (ICO) entre agosto de 2017 e abril de 2018.

A Comissão de Valores Mobiliários americana (SEC) acusou Eyal e seu projeto Shopin de violar as leis federais de valores mobiliários dos EUA. De acordo com a SEC, a ICO feita por ele foi fraudulenta.

Shopin nunca saiu do papel

Anúncio

A SEC afirma que o projeto não tem uma plataforma funcional e que a venda das criptomoedas era uma oferta de valores mobiliários não autorizada.

O líder pro trás do esquema dizia aos investidores que usaria os fundos da venda dos tokens para criar perfis de compradores baseados em blockchain.

Esses perfis rastreariam os históricos de compras dos clientes nos varejistas on-line e recomendariam produtos com base nessas informações.

No entanto, ele nunca criou uma plataforma funcional.

De acordo com o órgão regulador americano, o projeto “deu falsas informações de parcerias para enganar investidores.

Além disso, o líder da ICO desviou “pelo menos meio milhão de dólares” dos investidores para financiar despesas pessoais, até a assinatura de um aplicativo de namoro.

A SEC apresentou sua a denuncia contra o esquema no tribunal federal de Manhattan:

“A reclamação da SEC, apresentada no tribunal federal de Manhattan, acusa Eyal e a Shopin de violar as leis federais de valores mobiliários, e busca liminares permanentes, e sanções civis contra Eyal e a Shopin, proibindo-os de participar de qualquer oferta futura de valores mobiliários de ativos digitais.”

Histórico de golpes

O líder da criptomoeda fraudulenta já foi acusado de outro roubo  em Nova York. As acusações afirmam que ele havia roubado US $ 600.000 de uma empresa chamada Springleap. Ele se declarou culpado das acusações criminais.

Siga o Livecoins no Google News para receber nossas notícias em tempo real.
Curta nossa página no Facebook e também no Twitter.
Receba também no email se cadastrando em nossa Newsletter.

Leia mais

Últimas notícias

“Se você acha que imposto é roubo, chama a polícia”, diz Kim Kataguiri

Em um entrevista para o canal Letícia Shirakiin, o Deputado Federal Kim Kataguiri foi questionado se imposto é roubo. A resposta veio em tom de...

Surge o Primeiro Case da Hathor

Pois então que surge espontaneamente o primeiro caso de uso da blockchain brasileira Hathor. Vou contar como isso aconteceu. Bem, o time concebeu a...

Google fala sobre golpe com Bitcoin

No podcast mais recente do Google, três especialistas da gigante das buscas comentaram sobre um tipo de golpe que envolve Bitcoin. No tópico que falava...