Ucrânia pede doações em Bitcoin e recebe R$ 20 milhões em menos de duas horas

Comunidade suspeitou de golpe, mas aparentemente é oficial que um estado esteja pedindo Bitcoin como doação para financiar uma guerra.

Bitcoin em meio a bandeira da Ucrânia
Bitcoin em meio a bandeira da Ucrânia

O perfil oficial do Governo da Ucrânia no Twitter publicou carteiras em que pede Bitcoin e Ethereum para doações, mas algumas pessoas da comunidade imediatamente suspeitaram de um golpe.

Um deles foi o criador da própria criptomoeda Ethereum, Vitalik Buterin, que pediu que as doações fossem suspensas imediatamente até que confirmações viessem de órgãos oficiais. Há vários relatos de ataques cibernéticos nessa guerra entre Rússia e Ucrânia, e a invasão do perfil ucraniano não seria nada impossível.

Após o comentário de Vitalik, contudo, políticos e embaixadores da Ucrânia confirmaram que o endereço da conta oficial do país é legítimo e está recebendo Bitcoin para financiar a luta contra o exército russo e o criador do Ethereum retirou seu aviso.

“Obtendo algumas confirmações de algumas fontes de que é legítimo. Excluindo meu aviso por enquanto. Mas continue vigilante e sempre seja lento e cuidadoso ao enviar transações cripto irreversíveis.”

A carteira de doações está em posse do alto escalão do governo ucraniano e já recebeu mais de 17 bitcoins desde que o pedido de dinheiro foi publicado.

Quantos bitcoins o governo da Ucrânia já recebeu em doações? Primeiro estado a pedir bitcoin para financiar uma guerra

Neste sábado (26) uma situação inusitada surgiu pelo Twitter, após o perfil oficial da Ucrânia pedir doações em Bitcoin, USDT ou Ethereum. Essas moedas são as principais em valor de mercado e tem alta liquidez de compra e venda em todo mundo.

Como não há burocracias para compras e vendas, é também uma forma de apoiar uma causa de qualquer lugar do mundo. É importante lembrar que governos costumam criticar o Bitcoin como uma forma de financiamento ao terrorismo e evasão de divisas, mas a moeda se mostra totalmente o oposto, na prática.

Isso porque, o embaixador ucraniano Olexander Scherba confirmou que as doações são legítimas, assim como os endereços publicados. Com passagens pela embaixada da Ucrânia na Áustria, Olexander confirmou que a Ucrânia pede Bitcoin para financiar a guerra contra a Rússia, o primeiro estado a fazer esse movimento em toda história.

Segundo ele, russos se infiltraram no pedido de ajuda público dizendo que estes eram endereços fraudulentos, mas não são de fato.

“Para aqueles que querem ajudar em bitcoin. Bitcoin é oficialmente legítimo na Ucrânia – assim como esta conta e este retweet. Não se importe com os comentários de nossos “irmãos” russos.”

Até o fechamento desta matéria, a Ucrânia já havia recebido mais de 17 bitcoins no endereço 357a3So9CbsNfBBgFYACGvxxS6tMaDoa1P. Com isso, em menos de duas horas após o pedido de socorro, o governo já dispõe de R$ 3,4 milhões para enfrentar a guerra, enviados de mais de 1 mil carteiras diferentes.

Endereço de Bitcoin publicado pela Ucrânia para pedir doações para enfrentar a Rússia
Endereço de Bitcoin publicado pela Ucrânia para pedir doações para enfrentar a Rússia/ Blockchain.com

Ethereum e USDT

A maior ajuda até o momento chegou pela rede Ethereum, onde no endereço 0x165CD37b4C644C2921454429E7F9358d18A45e14 já foram enviados R$ 17 milhões em apenas 2 horas para o governo da Ucrânia.

Além de enviar Ethereum, que é a maior parte das doações, apoiadores também enviaram Tether (USDT) e USD Coin (USDC).

Doações em Ethereum para governo da Ucrânia superam os R$ 17 milhões
Doações em Ethereum para governo da Ucrânia superam os R$ 17 milhões /EtherScan.io

O ex-CEO da Tron também confirmou que o pedido de ajuda em USDT pela rede está sendo aceito, já recebendo neste endereço pouco mais de R$ 130 mil.

Com isso, já foram ao todo enviados para Ucrânia mais de R$ 20 milhões em Bitcoin, Ethereum e outras moedas e tokens, em apenas duas horas.

Após pedir criptomoedas como ajuda, o Governo da Ucrânia pediu ajuda de Elon Musk, o homem mais rico do mundo, para evitar a invasão da Rússia em seu território.

Doações em Bitcoin novamente chamando atenção

Embora a causa seja legitima para o governo da Ucrânia, é importante ter atenção com golpes com esse pedido, e conferir os endereços antes de enviar qualquer valor. Além disso, não confiar é um lema da comunidade de criptomoedas, que em tempos de guerra deve ter atenção com informações, mesmo que por perfis de órgãos oficiais.

De qualquer forma, em menos de 1 mês, é a segunda vez que as doações em Bitcoin chamam atenção do mundo, visto que no Canadá recentemente protestos de caminhoneiros receberam milhões em criptomoedas.

Compre Bitcoin na Coinext

Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br.



Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.

Últimas notícias