Grupo Bitcoin Banco pagou R$ 50 milhões para quatro mil saques em 15 dias

Contas bloqueadas na investigação da fraude denunciada no dia 24 estão sendo liberadas sem prejuízo para os clientes

Siga no

Desde o dia 20 de maio até esta terça-feira, 4 de junho, o Grupo Bitcoin Banco (GBB) pagou aos seus clientes cerca de quatro mil saques entre reais e Bitcoin, no total de R$ 50 milhões, o que equivale a mais de R$ 3 milhões por dia, pela cotação do dia do BTC, segundo o Icoinomia.

“Esse volume de pagamentos é fruto do trabalho incansável de uma força tarefa montada pela empresa para regularizar pagamentos que estão pendentes por causa da investigação sobre a fraude que o grupo sofreu no mês passado e que foi denunciada à Polícia Civil no dia 24, resultando na abertura de inquérito”, explica o presidente do GBB, Johnny Pablo dos Santos.

Desde o início das investigações da ação criminosa que lesou a empresa em cerca de R$ 50 milhões, foram analisados 3 milhões de registros e identificadas cerca de 20 mil transações suspeitas de fraude, tendo como resultado o bloqueio de 2.568 contas para análise. Menos de 24 horas após iniciado o bloqueio dessas contas, 1.600 delas já foram liberadas.

“Entendemos que essa ação gera transtorno para nossos clientes. Por isso reembolsamos 200 clientes que tiveram suas contas posicionadas em BTC bloqueadas, por causa da variação do valor da criptomoeda”, diz Santos.

A equipe formada para gerenciar as consequências da fraude trabalha dia e noite para regularizar todas as situações, para garantir que os clientes não tenham prejuízos e para dar transparência ao conjunto de ações mitigadoras.

Nesta terça à tarde, foi divulgada a lista de saques em BTC realizados desde o dia 20. As informações estão disponíveis na tela temporária que já vinha informando os saques em reais e que pode ser vista no link http://negociecoins.com.br/pending-withdraw.

“Em todos os anos de existência das plataformas do GBB, nossos clientes tiveram grandes vantagens no mundo das criptomoedas. Esse é o nosso compromisso: trabalhar para continuar a oferecer os melhores serviços do Brasil”, acrescenta o presidente do Grupo.

Leia mais sobre:
Mateus Nunes
Mateus Nuneshttps://livecoins.com.br
Analista de Sistemas, entusiasta de criptomoedas e blockchain. Tradutor do site Bitcoin.org Sugestão de pauta: mateus@livecoins.com.br
Bill Gates durante entrevista no aplicativo Clubhouse.

Bill Gates critica Bitcoin e deixa claro que não é fã da moeda digital

Na semana passada, o fundador da Microsoft, Bill Gates, animou o mercado de criptomoedas ao dizer que estava "neutro" em relação ao bitcoin. Na mesma...
Moeda Ethereum pegando fogo recorde

Ethereum é para ricos, mas em breve esses caras ficarão pobres, diz CEO da...

O CEO da Binance, a maior corretora de criptomoedas do mundo em termos de volume negociado, disse que não usa mais Ethereum. O empresário...

Cardano sobe 2600% em um ano e se torna a 3ª criptomoeda mais valiosa...

Apesar de o mercado de criptomoedas estar em queda desde segunda-feira (22), a Cardano valorizou 48% nos últimos 7 dias e se tornou a...

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias

Ethereum é para ricos, mas em breve esses caras ficarão pobres, diz CEO da Binance

O CEO da Binance, a maior corretora de criptomoedas do mundo em termos de volume negociado, disse que não usa mais Ethereum. O empresário...

Cardano sobe 2600% em um ano e se torna a 3ª criptomoeda mais valiosa do mercado

Apesar de o mercado de criptomoedas estar em queda desde segunda-feira (22), a Cardano valorizou 48% nos últimos 7 dias e se tornou a...

Maioria dos mineradores de Ethereum aceitam proposta para reduzir taxas

A grande maioria dos mineradores de Ethereum não devem protestar contra a proposta EIP-1559, que diminui as taxas da rede e, consequentemente, diminui a...

‘Aprecie com moderação’: como gestoras de fundos de criptomoedas no Brasil veem valorização do bitcoin

A grande valorização recente experimentada pelo bitcoin — apesar da correção ocorrida nesta semana — novamente fez o mercado financeiro olhar mais profundamente para...

Líder da pirâmide com Bitcoin, ArbCrypto, é preso em Minas

Um dos fundadores da empresa ArbCrypto - que atuava com arbitragem de criptomoedas - Alexandre Cesário Kwok, foi preso em Uberaba, no Triângulo Mineiro, nesta quinta-feira (25). Havia...