Grupo gasta R$ 16 milhões em livro pensando que comprava direitos autorais

Moda que está colocando recurso de investidores em risco?

Placa de madeira colorida com a palavra NFT DAO milhões
Placa de madeira colorida com as palavras NFT e DAO

Uma organização autônoma descentralizada (DAO) gastou R$ 16 milhões em uma cópia de um livro e pensou que os direitos autorias da obra eram “brinde”. DAO não é um termo novo na comunidade de criptomoedas, mas ganhou força em 2021, ao mesmo tempo que os NFTs e DeFi ganharam tração no mercado.

Por DAOs entende-se uma organização que é composta por membros, similar a uma sociedade anônima, porém descentralizada. Os membros votam em ações a serem tomadas com os recursos sob a administração da entidade, propondo realizar alguma façanha.

Há alguns dias, uma DAO planejou comprar a Blockbuster, antiga locadora que faliu. A ideia do grupo era reativar a empresa para lançar uma iniciativa inovadora com filmes e concorrer com a Netflix, que foi uma das responsáveis da falência da antiga companhia.

DAO gasta R$ 16 milhões em cópia original de famoso livro em leilão

Variás DAOs estão se reunindo para adquirir peças raras a venda em leilões e dar algum caso de uso nesses itens.

Mas o Spice DAO inovou ao arrematar em um leilão na última semana um livro por R$ 16 milhões. A obra foi escrita por Alejandro Jodorowsky em 1975, um famoso cineasta que nunca conseguiu lançar um filme desse romance de ficção científica.

Chamado “Duna de Jodorowsky”, essa obra é famosa pelo mundo e o DAO que adquiriu um desses livros se mostrou entusiasmado pela sua compra. Isso porque, ao comprar a obra por € 2,66 milhões, o equivalente a R$ 16 milhões, eles já anunciaram o que pretendem fazer com a nova aquisição.

“Ganhamos o leilão por € 2,66M. Agora nossa missão é: 1. Tornar o livro público (na medida permitida por lei); 2. Produzir uma série limitada animada original inspirada no livro e vendê-la para um serviço de streaming; 3. Apoiar projetos derivados da comunidade”.

Essa DAO tem 1.743 carteiras Ethereum com tokens de governança adquiridos e todos concordam com a compra feita. Mas a compra do livro não ajudou em nada o token a se valorizar no mercado, com sua cotação na Uniswap atualmente sendo de apenas US$ 0,14 por $SPICE.

“É a mesma coisa que comprar um livro do Harry Potter e acreditar que tem o direito autoral dele”

Após a compra do livro raro de uma importante ficção científica, a DAO anunciou que pretende criar uma série para a televisão e vender para algum streaming.

Contudo, os seguidores do projeto criticaram a decisão tomada pelo projeto, que não tem cabimento jurídico. Isso porque, apenas comprar uma cópia de um livro não dá a ninguém o direito autoral sobre a obra em nenhum país.

Um usuário citou que é a mesma coisa que comprar um livro do Harry Potter original e supor que pode ser criado um filme com apenas esse item, o que não é permitido em nenhuma legislação.

Outra crítica feita ao DAO sobre sua intenção de disponibilizar a obra pela internet é que esta já circula desde 2011 em fóruns de livros pela internet. Ou seja, nenhuma proposta feita pela organização descentralizada se mostrou animadora, mesmo com a obra sendo um importante item de colecionador.

Esse caso é importante para se lembrar que mesmo as organizações descentralizadas autônomas encontram problemas em seu processo de gestão, logo devem amadurecer para se tornar projetos mais promissores de governança, destravando o imenso potencial teórico dessa inovação com criptomoedas.

Compre Bitcoin na Coinext

Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br.



Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.

Últimas notícias