Há fundamento na alta do Ethereum?

-

Siga no
Anúncio

Se existe algo que é completamente intangível, são as criptomoedas. Como saber se alguém está realmente utilizando um blockchain? Vamos levantar alguns dos principais indicadores de saúde da rede, conhecidos como on-chain.

Transações, o coração da rede

Acima temos o número de transações diárias na rede Ethereum, na média móvel de 14 dias. Os dados são da CoinMetrics, uma ferramenta gratuita. Repare como estamos abaixo do pico de 1 milhão de transações da bolha no início de 2018, mas chegando a um patamar respeitável.

Valor das transações

Anúncio

De nada adianta termos milhares de transações, se o valor unitário delas é muito baixo. Para esta medida, recomendo utilizar a mediana, desta forma exclui-se as transações de volume muito elevado, ou as micro-transações.

O gráfico acima, também do CoinMetrics, mostra uma alta parabólica dos US$ 15 no início de julho para atuais US$ 125. Embora impressionante, no pico em janeiro de 2018 este número ultrapassou os US$ 840.

Carteiras com mais de 1 ETH

Os indicadores de número de transação, apesar de precisas, não fornecem uma idéia da dispersão, ou seja, quantos endereços estão envolvidos. Para esta medida, recomendo acompanhar o número de endereços com mínimo de 1 ETH armazenado.

Os dados acima são da Glassnode, que eventualmente publicam no Twitter. Este novo recorde de 1,13 milhões de endereços Ethereum com 1 ou mais ETH foi postado hoje.

Saldo em exchanges

Outra medida que gosto muito de acompanhar é o saldo de ETH depositado nas exchanges. Quem não tem intenção de vender no curto-prazo, costuma enviar para sua própria wallet. 

Nesse sentido, os usuários que desejam participar das finanças descentralizadas (DeFi), precisam sacar suas moedas. De qualquer maneira, também é uma indicação de HOLD, ou seja, moedas que não devem ser vendidas.

O gráfico acima, postado ontem pela Glassnode, mostra que o número de ETH depositados em exchanges caiu drasticamente. No momento, encontra-se abaixo de 17,9 milhões de moedas.

DeFi é bolha?

Se você parar para pensar friamente, a rede Ethereum, e sua moeda Ether (ETH) não tem culpa dos milhares de scams (golpes) que existem através de ICOs, e agora na modalidade de farm, ou staking. Para avaliar se há fundamento na alta do ETH devemos analisar friamente, de forma isolada, se o aumento na utilização da rede é sustentável.

Finanças descentralizadas (DeFi) pode ou não ir pra frente, e isso dependerá de cada caso. No entanto, não há hoje um competidor para a rede Ethereum em termos de descentralização, base consolidada de usuários, além do próprio ecossistema de exchanges descentralizadas (DEX) e aplicações financeiras.

Siga o Livecoins no Google News para receber nossas notícias em tempo real.
Curta nossa página no Facebook e também no Twitter.
Receba também no email se cadastrando em nossa Newsletter.
Marcel Pechman
Marcel Pechman
Atuou como trader por 18 anos nos bancos UBS, Deutsche e Safra. Desde Mai/2017 faz arbitragem e trading de criptos, além de ser co-fundador do site de análise de criptos RadarBTC. Palestrante do Bitcoin Summit Florianópolis 2019

Leia mais

Leia mais sobre:

Últimas notícias

Exame Research destaca Bitcoin em lançamento

A Exame Research está lançando uma nova casa de análise e destaca o Bitcoin nesse lançamento. Com uma divisão focada nas criptomoedas, o analista...

Coluna do TradingView: Estudo da Semanal – BTC, NEO, BAT e Lend

Bitcoin em claro momento de distribuição no topo de 10mil dólares. Confira como os analistas do TradingView estão olhando para as Criptomoedas durante esse...

Banco Central quer economizar R$ 70 bilhões com moeda digital

O Banco Central do Brasil quer economizar pelo menos R$ 70 bilhões com o lançamento da nova moeda digital. A informação teria sido repassada...