Há fundamento na alta do Ethereum?

Siga no

Se existe algo que é completamente intangível, são as criptomoedas. Como saber se alguém está realmente utilizando um blockchain? Vamos levantar alguns dos principais indicadores de saúde da rede, conhecidos como on-chain.

Transações, o coração da rede

Acima temos o número de transações diárias na rede Ethereum, na média móvel de 14 dias. Os dados são da CoinMetrics, uma ferramenta gratuita. Repare como estamos abaixo do pico de 1 milhão de transações da bolha no início de 2018, mas chegando a um patamar respeitável.

Valor das transações

De nada adianta termos milhares de transações, se o valor unitário delas é muito baixo. Para esta medida, recomendo utilizar a mediana, desta forma exclui-se as transações de volume muito elevado, ou as micro-transações.

O gráfico acima, também do CoinMetrics, mostra uma alta parabólica dos US$ 15 no início de julho para atuais US$ 125. Embora impressionante, no pico em janeiro de 2018 este número ultrapassou os US$ 840.

Carteiras com mais de 1 ETH

Os indicadores de número de transação, apesar de precisas, não fornecem uma idéia da dispersão, ou seja, quantos endereços estão envolvidos. Para esta medida, recomendo acompanhar o número de endereços com mínimo de 1 ETH armazenado.

Os dados acima são da Glassnode, que eventualmente publicam no Twitter. Este novo recorde de 1,13 milhões de endereços Ethereum com 1 ou mais ETH foi postado hoje.

Saldo em exchanges

Outra medida que gosto muito de acompanhar é o saldo de ETH depositado nas exchanges. Quem não tem intenção de vender no curto-prazo, costuma enviar para sua própria wallet. 

Nesse sentido, os usuários que desejam participar das finanças descentralizadas (DeFi), precisam sacar suas moedas. De qualquer maneira, também é uma indicação de HOLD, ou seja, moedas que não devem ser vendidas.

O gráfico acima, postado ontem pela Glassnode, mostra que o número de ETH depositados em exchanges caiu drasticamente. No momento, encontra-se abaixo de 17,9 milhões de moedas.

DeFi é bolha?

Se você parar para pensar friamente, a rede Ethereum, e sua moeda Ether (ETH) não tem culpa dos milhares de scams (golpes) que existem através de ICOs, e agora na modalidade de farm, ou staking. Para avaliar se há fundamento na alta do ETH devemos analisar friamente, de forma isolada, se o aumento na utilização da rede é sustentável.

Finanças descentralizadas (DeFi) pode ou não ir pra frente, e isso dependerá de cada caso. No entanto, não há hoje um competidor para a rede Ethereum em termos de descentralização, base consolidada de usuários, além do próprio ecossistema de exchanges descentralizadas (DEX) e aplicações financeiras.

Compre Bitcoin na Coinext

Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br.



Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Leia mais sobre:
Marcel Pechman
Marcel Pechman é trader e analista de criptomoedas desde 2017. Atuou como trader por 18 anos nos bancos UBS, Deutsche e Safra. Além de YouTuber em seu canal RadarBTC, foi reconhecido em diversas premiações como um dos maiores interlocutores do Bitcoin do país. Maximalista convicto, acredita na falência da moeda fiduciária, aquela emitida por governos.
Hacker e Bitcoin

Protocolo DeFi sofre ataque hacker e perde R$720 milhões

O protocolo de finanças descentralizadas Cream Finance sofreu um ataque que drenou 720 milhões de reais em tokens através de um ataque que utilizou...
Foto da Fachada da Prefeitura de Niterói

Niterói observa tecnologia blockchain, prestes a criar moeda digital

A cidade de Niterói é uma das que observa o potencial da tecnologia blockchain de perto, período em que também avalia criar uma moeda...

Shiba Inu ultrapassa Dogecoin em valor total de mercado

Conforme a queda do Bitcoin arrastou a maioria das criptomoedas alternativas para baixo, isso fez a Dogecoin cair mais de 8% nas últimas 24...
.

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias