Bitcoin ignora China e poder de mineração se aproxima de topo histórico

Este aumento no hash também pode indicar um aumento na demanda por bitcoin conforme novos participantes, ou até mesmo holders, compram bitcoin diretamente de empresas de mineração que estão mais focadas no setor comercial.

Siga no
Mineração de Bitcoin com pá no chão
Mineração de Bitcoin

Depois de apenas três meses da expulsão dos mineradores da China, segunda maior economia do mundo, o hashrate do bitcoin está próximo do seu topo histórico.

Como pode ser visto no gráfico, o hashrate do bitcoin aumentou para 177 exahashes por segundo (EH/s), um aumento de 300% após uma breve queda para 58 EH/s em 27 de junho.

Hashrate do Bitcoin nos últimos 12 meses. Fonte: Blockchain.com

O hashrate ainda está abaixo do seu máximo histórico de 198 EH/s alcançado em 15 de abril, mas a diferença é pequena conforme o setor da mineração migra para outros países.

Alguns sugerem que esta recuperação está relacionada, em parte, ao fato de El Salvador ter começado a minerar bitcoin usando a energia gerada por vulcões, mas o presidente de El Salvador, Nayib Bukele, disse que eles ainda estavam em fase de testes, ou seja, ainda não estavam minerando a todo vapor.

Além disso, o aumento do hash tem sido bastante gradual ao longo dos meses, sugerindo que não há um salto único, mas sim um aumento gradual neste novo hashrate ou restauração do hashrate anterior.

Um dos motivos pode ser o fato de que a mineração se tornou lucrativa novamente. A empresa Digihost, por exemplo, afirmou ter aumento de 218% na mineração neste trimestre.

Outra empresa, a Marathon, também relatou um aumento de 91%, tendo minerado 1.252,4 BTC durante o terceiro trimestre, valor equivalente a 324 milhões de reais na cotação atual.

Este aumento no hash também pode indicar um aumento na demanda por bitcoin conforme novos participantes, ou até mesmo holders, compram bitcoin diretamente de empresas de mineração que estão mais focadas no setor comercial.

Além disso, as companhias de mineração que têm ações negociadas na bolsa não estão vendendo BTC, pois elas podem levantar capital no mercado de ações em vez de vender suas moedas, embora tenham que caminhar sobre uma linha tênue entre o valor das ações e o valor da criptomoeda.

Isso adiciona uma nova dinâmica à relação entre hash e preço, com os eventos de junho mostrando que de fato parece haver tal relação.

Ou seja, assim como o hashrate, o preço do Bitcoin também subiu. Desde julho, a moeda teve uma valorização de cerca de 65% e está sendo negociada por 259 mil reais no momento desta redação.

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Henrique Kalashnikov
Há mais de 5 anos trabalhando com criptomoedas, hoje escrevo artigos e notícias para o Livecoins.
Jack Dorsey, CEO do Twitter e fã do Bitcoin

Empresa de CEO do Twitter quer minerar Bitcoin

A Square, empresa de Jack Dorsey listada na NYSE, quer minerar Bitcoin como estratégia de negócio. A informação foi compartilhada por Dorsey em seu Twitter,...
Pedro-Bial-Hashdex

Pedro Bial testemunha o poder transformador das criptomoedas em campanha da Hashdex

A Hashdex surgiu para democratizar os investimentos em criptomoedas, oferecendo produtos seguros e regulados para todos os investidores. Atuando como ponte entre o mercado...
Símbolo da Binance em meio aos prédios sede endereço

Binance lançará o maior programa já anunciado na criptosfera

Para expandir os recursos do ecossistema Binance Smart Chain e implementá-lo em todo o setor de tecnologia financeira no futuro, a corretora de criptomoedas...
.

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias