Homem paga R$ 66 mil em Bitcoin para assassino jogar ácido no rosto de ex-namorada

Ele mandava flores e mensagens para a ex-namorada na tentativa de reconquistá-la, no entanto, planejava desfigurá-la e destruir sua vida".

Siga no

Um homem revirou a “dark web” em busca de alguém disposto a mutilar sua ex-namorada, a mulher desconhecia completamente o que seu “excompanheiro” estava organizando pelas suas costas. Felizmente, a policia identificou o criminoso e o prendeu antes que a vítima sofresse qualquer atentado.

De acordo com um comunicado emitido pelo Serviço Europeu de Polícia (Europol), o homem foi preso depois de pagar cerca de 10 mil euros em Bitcoin, cerca de 66 mil reais, para um assassino da dark web.

O homem tem 40 anos e é um programador de computador.

Inconformado com o fim de um relacionamento que durou dois anos, ele fez um pedido muito especifico na rede: “jogar ácido no rosto da mulher e fazer parecer que foi um roubo mal sucedido.” O homem também pedia que a mulher fosse aleijada e tivesse que usar cadeira de rodas.

A investigação deixa pouco espaço para dúvidas sobre o objetivo do homem: arruinar a vida da mulher que decidiu deixá-lo, obrigando ela a ficar em uma cadeira de rodas e com cicatrizes químicas no rosto.

A policia descobriu por meio de uma análise detalhada de sua vida (real e virtual): “o ciúme obsessivo, o desejo de possuir e punir, e a intenção de destruir.” Um homem altamente perigoso, segundo o juiz do mandato de prisão: “uma personalidade mórbida obcecada pela mulher, que mandava flores e mensagens para sua ex-namorada na tentativa de reconquistá-la, no entanto, planejava desfigurá-la e destruir sua vida”

Polícia rastreia bitcoins e encontra criminoso

A vingança foi planejada por meses, mas as conversas foram interceptadas na dark web – aquela parte da internet que está “escondida” da maioria das pessoas.

Após encontrar um assassino de aluguel, o homem fez o pagamento para o “serviço” ser executado, no entanto, a Europol tomou conhecimento do plano macabro e começou fazer uma “cripto-análise urgente”.

“O assassino, contratado por meio de um site hospedado na rede TOR, recebeu cerca de € 10 000 em bitcoins para matar a ex-namorada do suspeito.”, diz a Europol.

A transação foi identificada pela polícia em um grupo na rede TOR chamado “Assassinos”, e após identificar a transação, as autoridades cumpriram um mandado de prisão preventiva contra o criminoso.

A Europol teria realizado uma análise das transações envolvidas para rastrear os bitcoins e identificar de onde o homem enviou as moedas. Após descobrir qual corretora ele usava, as autoridades conseguiram obter dados para encontrar sua localização.

A polícia italiana foi até a corretora de criptomoedas em que os bitcoins do suspeito foram originalmente comprados. A empresa, que não foi identificada, forneceu mais informações necessárias à polícia.

Dark Web Monitor

A Europol, bem como várias autoridades, usam uma série de ferramentas para monitorar e rastrear transações de criptomoedas suspeitas de estarem ligadas a atividades criminosas.

A Interpol, por exemplo, está envolvida no desenvolvimento da ferramenta GraphSense, que analisa blockchain e faz uma indexação de endereços e transferências.

A organização está desenvolvendo uma ferramenta apelidada de “Darkweb Monitor”, que coleta informações sobre criptomoedas na darkweb para fins de aplicação da lei.

O uso de sites da dark web para contratar serviços de assassinos de aluguel não é novidade, mas as prisões são poucas e raras. Mas neste caso, a investigação evitou que qualquer dano fosse perpetrado contra a vítima potencial.

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Livecoins
Livecoins
Livecoins é um portal de blockchain e criptoeconomia focado em notícias, artigos, análises, dicas e tutoriais.
Ethereum no pano

Ethereum ultrapassa Netflix, Coca-Cola e L’Oreal em valor de mercado

Na manhã deste sábado (10), o Ethereum, segunda maior criptomoeda do mundo em termos de capitalização de mercado, estabeleceu um novo recorde de preço,...
Bandeira da Rússia amassada

Banco central russo deve lançar moeda digital em 2023

Funcionários do Banco Central da Rússia revelaram que estão trabalhando no desenvolvimento do Rublo digital, a moeda digital do país que deve ser lançada...

As falácias do consumo de energia do Bitcoin

O tópico mais recente na indústria de criptomoedas é o consumo de energia de prova de trabalho (Proof-of-work ou PoW) do Bitcoin e se...

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias