Homem perde R$ 2,6 milhões em Bitcoin após cair em golpe do ‘falso Elon Musk’

As gangues de "distribuição de Bitcoin", já roubaram nos primeiros três meses de 2021 US $ 18 milhões (R$ 100 milhões). Durante todo o ano de 2020 os golpistas arrecadaram US$ 16 milhões.

Siga no
Imagem: Youtube
Imagem: Youtube

Elon Musk é um nome muito importante para diferentes setores, sendo o CEO da Tesla e da SpaceX, duas grandes empresas que desenvolvem diferentes avanços tecnológicos.

Recentemente o bilionário também se tornou um nome influente dentro do criptomercado. Com toda essa importância, claro, chegaram também os muitos golpes que se passam pelo famoso empresário para tentar roubar dinheiro e criptomoedas dos usuários de diferentes redes sociais.

Um caso recente espantou pesquisadores e prejudicou consideravelmente a vida de um homem na Alemanha. A história do investidor, identificado como Sebastian (nome fictício para proteger a identidade da vítima) foi contada pela BBC. 

O investidor foi enganado pelo golpe do “Elon Musk Falso”, e enviou 10 bitcoins para o esquema. Até o momento, essa foi a transação mais alta para os golpistas desde o início do monitoramento das carteiras.

Tudo começou com um tweet de Elon Musk

Recentemente Musk começou a postar diferentes tweets sobre a Dogecoin, chegando a elevar o preço da moeda nas últimas semanas.

Um dos posts do empresário durante esse período foi uma relação entre o supercomputador Dojo (que está sendo desenvolvido pela Tesla) e a DOGE.

Sebastian ficou curioso com o tweet e foi ver as respostas. Foi quando ele se deparou com uma “oportunidade de ouro” vinda do ‘próprio’ Elon Musk.

Em uma das respostas na postagem verdadeira, Sebastian se deparou com um perfil hackeado se passando por Elon Musk oferecendo uma “distribuição de Bitcoin.” 

“Havia um link para um novo evento, então eu cliquei e vi que eles estavam distribuindo Bitcoins.” , disse sebastian ao BBC

A “distribuição” é um golpe clássico, o evento convidava as pessoas a enviarem de 0,1 até 20 bitcoins com a promessa de que a pessoa receberia o dobro do que foi enviado.

Sebastian acreditou na promessa, primeiro porque o site do golpe era bem feito e segundo, porque o anúncio do evento foi feito por um perfil verificado no Twitter.

“Tive que falar para minha mulher que cometi um terrível erro”

Ao verificar que a conta divulgando a promoção era verificada pelo Twitter (sem pesquisar muito mais) Sebastian decidiu enviar moedas para o tal evento.

“Vou enviar o máximo! Eu pensei que era algo definitivamente real, então eu enviei 10 Bitcoins.”

Ele enviou os 10 bitcoins para o endereço listado no site que usava o nome de Elon Musk, um valor de £407 Mil, pouco mais de R$ 2,6 milhões.

Pelos próximos 20 minutos ele ficou esperando que sua carteira recebesse os bitcoins prometidos, mas aos poucos começou a perceber que isso nunca iria acontecer e que era hora de começar a aceitar que ele tinha cometido um erro colossal.

“Eu coloquei a minha cabeça nas almofadas do sofá, com meu coração batendo muito rápido. Eu entendi que acabei de jogar fora o que mudaria a vida da minha família, minha aposentadoria, e todas as férias que eu passaria com meus filhos.”, contou a vítima.

A pior parte para o investidor foi ter que contar para sua esposa o erro terrível que ela tinha cometido.

“Eu fui para o quarto, sentei na beira da cama para dizer para minha esposa. Eu a acordei e disse que eu cometi um grande erro, um erro terrível.”

A Whale Alert, que fica de olho em diferentes transações na rede, incluindo as que vão para as carteiras conhecidas por serem desses golpistas, disse que a transação de Sebastian foi a maior recebida pelos golpistas em uma transação até hoje.

Golpes de “Bitcoin de Graça” roubam um valor recorde em 2021

Ainda de acordo com o BBC, pesquisadores apontaram que durante 2021 os golpistas conseguiram valores recordes em 2021.

As gangues de “distribuição de Bitcoin”, já roubaram nos primeiros três meses de 2021 US $ 18 milhões (R$ 100 milhões). Durante todo o ano de 2020 os golpistas arrecadaram US$ 16 milhões.

Infelizmente esses golpes usando nomes famosos estão ficando bem comuns e são fáceis de serem encontrados em diferentes redes sociais. 

Aparentemente o Twitter está tentando diminuir a incidência desses golpes, eliminando muitos dos milhares de perfis verificados que se passavam por nomes famosos. Mas ainda é possível encontrar perfis falsos usando o nome de Elon Musk.

O mais importante para não cair nesses golpes é não ficar “cego de ganancia” e lembrar que ninguém vai te dar milhares de dólares por nada… isso não acontece nem aqui nem na blockchain.

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Matheus Henrique
Matheus Henrique
Fã do Bitcoin e defensor de um futuro descentralizado. Cursou Ciência da Computação, formado em Técnico de Computação e nunca deixou de acompanhar as novas tecnologias disponíveis no mercado. Interessado no Bitcoin, na blockchain e nos avanços da descentralização e seus casos de uso.

Dogecoin passa banco Itaú, Santander e Bradesco em valor de mercado

Dogecoin, a criptomoeda feita como uma piada, surpreendeu o mundo após disparar 150% em poucas horas e ser negociada por um valor recorde de...

Pelé terá coleção NFT na plataforma Ethernity

Edison Arantes do Nascimento, conhecido mundialmente como Pelé, é o mais famoso jogador de futebol da história e é um grande ícone para os...

Rothschild investe R$ 26 milhões em Ethereum

A Rothschild Investment adquiriu mais de 265.302 ações da Grayscale Ethereum Trust, marcando seu primeiro investimento em Ethereum, o ativo digital nativo da plataforma...

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias