Homem perde R$ 440 mil em Bitcoin após ter celular roubado pela janela do carro

Saldos na Coinbase, Binance e Trust Wallet foram levados. Valores na MetaMask e em ações foram poupados.

Siga no
Bandido roubando celular através de janela de carro
Bandido roubando celular através de janela de carro

Um homem que teve seu celular roubado pela janela do carro perdeu cerca de R$ 440 mil em Bitcoin, em um momento de descuido.

Um dos motivos que levam as pessoas ao Peru é o turismo, como Machu Picchu, Cusco e até o vale sagrado dos Incas. E um investidor de Bitcoin acabou indo parar no país, para um passeio de férias que durou mais de 2 semanas.

Mas nos últimos dois dias de seu passeio, ele teve um problema que lhe custou as economias de toda sua vida, na capital do Peru, Lima.

“Estive recentemente no Peru por algumas semanas, viajando de férias. Foram incríveis 2,5 semanas até os últimos 2 dias. Na quinta-feira, 11 de novembro, decidi passar os últimos dias de minha viagem explorando o distrito de Miraflores em Lima, Peru.”

Trader tinha acabado de pegar táxi em aeroporto

Em um relato de sua experiência final em Lima, o investidor de criptomoedas havia chegada a capital e tomado um táxi. Como estava com fome, ele resolveu pegar seu iPhone para procurar algum estabelecimento de restaurante.

Sem perceber o avanço de um bandido quando estava parado no trânsito, o homem acabou tendo seu aparelho celular levado pela janela. O criminoso fugiu rapidamente e se perdeu no meio da multidão, não sendo possível acompanhar o seu paradeiro.

Ele chegou a pensar que teria problemas com a burocracia policial, ao procurar registrar um boletim de ocorrência e coisas do tipo. Mas o que ele mal poderia imaginar era que o seu pesadelo seria muito pior.

“Ao pousar no aeroporto, peguei um táxi no quiosque do aeroporto e comecei a me dirigir para Miraflores. A menos de 2 milhas do aeroporto, em trânsito intenso, eu estava no meu iPhone (procurando restaurantes na área – Lima é um paraíso gastronômico) com a janela aberta quando de repente fui roubado. Alguém se aproximou de mim no meio do trânsito e roubou meu iPhone das minhas mãos pela janela.”

Homem se lembrou que no momento do roubo aparelho estava desbloqueado e logo se lembrou dos Bitcoins

Um pouco abalado pelo roubo sofrido, o trader de criptomoedas acabou se lembrando que no momento do assalto seu aparelho estava desbloqueado. Assim, ele se lembrou que o ladrão poderia ter facilmente acesso aos seus arquivos, algo que o fez pedir ao taxista que voltasse urgente ao aeroporto.

Ele estava com seu iPad também, mas seu aparelho só funciona pela internet quando em um ambiente Wi-Fi. Ao chegar no local após cerca de 40 minutos, ele passou a acessar suas contas, percebendo um e-mail suspeito enviado pela Coinbase.

Ao ver a mensagem, ficou claro que o criminoso ou seu grupo já estavam acessando suas carteiras de criptomoedas em corretoras. Como o aparelho dava acesso ao e-mail e aplicativos de 2FA, ficou fácil movimentar tudo que ele tinha.

Na medida em que os criminosos roubavam suas criptomoedas, eles apagavam os e-mails recebidos para tentar disfarçar a operação criminosa. Mesmo assim, o trader percebeu todo o problema, apesar de já ser tarde naquele ponto.

“O pânico se instalou, mas era tarde demais. Coinbase, Binance e Trust wallet (principalmente Trust wallet, então não guardo muito em trocas), todos drenados e enviados para o endereço dele. $85.000 em participações desapareceu em 30 minutos. Ele obviamente sabia o que estava fazendo.”

Segundo o trader, esse valor era maior parte das economias de toda sua vida, com a situação o deixando devastado.

Dois erros que custaram caro: armazenar criptomoedas em celular e em corretoras

O que o trader acredita que pode haver um grupo de ladrões que espera por turistas em arredores do aeroporto, tentando pegar justamente seus celulares desbloqueados em momentos de desatenção.

Além disso, ele percebeu que os criminosos não mexeram em seus aplicativos de ações, apenas naqueles com criptomoedas. Sua conta MetaMask também estava no aparelho roubado, mas os criminosos não mexeram naquela conta, sendo um pouco do prejuízo minimizado.

De qualquer forma, o investidor narrou no Reddit de Criptomoedas que perdeu US$ 85 mil, cerca de R$ 440 mil hoje, carregando como aprendizado não deixar suas contas de corretoras logadas em aparelhos celulares.

Vale lembrar que carteiras de criptomoedas são seguras se estão em ambientes seguros. Aparelhos celulares não são os locais mais corretos para se armazenar criptomoedas, assim como em corretoras, sendo estes considerados lugares “quentes de custódia”. Para maior segurança, é importante armazenar os valores em locais seguros, como cold wallets.

Compre Bitcoin na Coinext

Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br.



Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.
Bitcoin na frente com traders desfocados ao fundo

Para Elon Musk, operar criptomoedas alavancado é “loucura”

O bilionário Elon Musk concordou com uma explicação sobre operar Dogecoin e criptomoedas alavancado no mercado é situação de alto risco para investidores. Operações em...
South-Park-Bitcoin

South Park imagina futuro com Bitcoin: “confiamos em esquemas Ponzi”

Qual desenho melhor para prever o futuro? South Park ou Os Simpsons? Ambos praticam a arte de tentar prever como será o mundo, oferecendo...

Carros de luxo são apreendidos em operação contra fraude com criptomoedas em Manaus

Na manhã deste sábado, a Polícia Civil do Amazonas (PC-AM) deflagrou a Operação Blockchain Fake para cumprir mandados de busca e apreensão e desarticular...
.

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias