iFood poderá aceitar Bitcoin após CSU (CARD3) lançar solução para clientes

Empresa com ações listadas na B3 inova com as criptomoedas.

Maquininha de aceitar pagamentos com bitcoin
Maquininha de aceitar pagamentos com bitcoin

A empresa brasileira CSU (CARD3) lançou como novidade o meio de pagamento de faturas com bitcoin para seus clientes, que tem como um dos destaques o iFood. Além disso, há a opção de pagar com PIX parcelado utilizando as soluções criadas pela empresa, que tem suas ações listadas na bolsa brasileira, a B3.

Quando Satoshi Nakamoto criou o Bitcoin em 2008, um projeto de dinheiro digital descentralizado nasceu. A demanda de pagamentos pela internet favoreceu o crescimento dessa tecnologia, que ainda é desconhecida pela maior parte da população mundial.

Contudo, como meio de pagamento soluções buscam aderir ao bitcoin, visto que sua tecnologia exclusiva permite pagamentos rápidos e seguros.

CSU inova e lança solução de pagamento de faturas com Bitcoin e iFood poderá aceitar criptomoeda

A CSU (CARD3) inovou de vez no mercado de meios de pagamentos tradicionais, ao lançar duas soluções para seus clientes. De acordo com a empresa, a estratégia está alinhada com a economia digital.

Entre os clientes da CSU estão grandes empresas como a Hyundai, Electrolux, Banrisul, Via Varejo, Santander, iFood, Santander, entre muitas outras.

A empresa criada em 1992 afirma ser a maior companhia de processamento de pagamentos eletrônicos da América Latina. Como novidade, os clientes da CSU agora poderão ofertar como meio de pagamentos o Bitcoin, com ajuda da solução criada pela empresa.

Além do Bitcoin, estarão disponíveis as criptomoedas Ethereum, Ripple e outras mais, disse a empresa em comunicado enviado ao Livecoins.

“O pagamento de faturas estará integrado às plataformas e abrangendo as principais criptomoedas do mercado como: Bitcoin, Ethereum, Ripple, XRP e demais. Deste modo, o usuário poderá converter suas moedas digitais instantaneamente, realizando o pagamento de faturas semelhantes ao pagamento via PIX, serviço já oferecido pela CSU aos seus clientes.”

Ainda não está claro quais dos clientes da CSU farão uso da solução de pagamentos com Bitcoin, mas só o iFood, por exemplo, tem mais de 4 mil estabelecimentos cadastrados no Brasil. A empresa não comentou seus planos no setor, embora desde 2021, o iFood utiliza uma criptomoeda para compensar o carbono de suas entregas.

Além de pagamentos, a CSU presta serviços de banking as a service, fidelização e incentivos de clientes e customer experience.

A empresa comentou que os consumidores esperam cada vez mais que canais de pagamentos estejam conectados e unificados. Dessa forma, as plataformas descentralizadas não poderiam ser excluídas de um mercado em ascensão, como os meios de pagamentos digitais.

Pix parcelado

Além do lançamento de pagamentos com criptomoedas, a CSU lança a novidade do PIX parcelado, que será personalizado para as regras de cada cliente.

De acordo com Bruno Godinho, CPO da CSU Digital, o Brasil está entre os líderes da adoção de novas tecnologias de pagamentos e as criptomoedas não poderiam ser ignoradas.

“Acreditamos que devemos disponibilizar aos nossos clientes todas as modalidades de pagamento, das mais convencionais às inovadoras, utilizadas pelos consumidores. Isso garante não só a fidelização como a melhor experiência e conveniência aos clientes, ainda mais em um país que está entre os líderes mundiais de adoção de novas tecnologias pelos usuários.”

Assim, a CSU oferta seu primeiro serviço vinculado às criptomoedas, permitindo o uso destes recursos no pagamento das faturas em um processo simples e intuitivo, integrando as principais corretoras do mercado, com segurança e transparência para os emissores e clientes. Da mesma forma que o pagamento de fatura com o PIX, serviço já oferecido pela CSU, a liquidação é instantânea e o limite é restabelecido em tempo real do pagamento.

Compre Bitcoin na Coinext

Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br.



Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.

Últimas notícias