Investidor contesta Atlas Quantum e rastreia supostas transações da empresa

Usuário mostram onde podem estar armazenados os bitcoins ao rastrear as transações do negócio.

Siga no
Video Youtube Atlas Quantum é contestado

O Atlas Quantum publicou nesta última quarta-feira (18) um comunicado oficial da empresa. O comunicado apresentou esclarecimentos sobre os problemas enfrentados pela plataforma recentemente. Além disso, dois vídeos informam e mostram sobre a quantidade de bitcoins que a empresa possui.

Para um usuário que decidiu investigar a plataforma, os bitcoins do negócio estão em outras exchanges. O vídeo da empresa foi analisado e o investidor criou uma base de informações do Atlas Quantum no Medium. Os dados mostram milhares de unidades de bitcoin armazenadas em três exchanges.

Atlas Quantum publicou vídeo com bitcoins em exchanges

O Atlas Quantum publicou um vídeo em que mostra suas contas. As imagens foram feitas para demonstrar transparência aos milhares de clientes da plataforma. No vídeo, a companhia declara ter cerca de 15 mil unidades de bitcoin. A fortuna em criptomoedas estaria armazenada em três exchanges diferentes: Poloniex, HitBTC e Gate.io.

Além de 15 mil (BTC), a plataforma demonstrou ter mais de US$ 45 milhões em Tether (USDT). Contudo, os números apresentados pelo Atlas Quantum são contestados por um usuário no Medium. A publicação mostra o rastreamento do envio de bitcoins pela corporação para outras três corretoras de criptomoedas.

Plataforma teria 4.471 unidades de bitcoin

Em uma análise contestando o vídeo da companhia, um investidor questiona a quantidade de bitcoins em posse da empresa. Segundo a publicação, o Atlas Quantum possui cerca de apenas ⅓ do total de unidades da criptomoeda informado no vídeo.

Para atestar o número de bitcoins da plataforma, o usuário Yiskah Yachal afirma rastreado as transações do Atlas Quantum. O investidor aponta que encontrou dados referentes a conta da empresa nas exchanges Bitfinex, Bitstamp e na Binance. Os dados de Yiskah alegam que a companhia possui apenas 4.471 unidades de bitcoin.

De acordo com os dados, o Atlas Quantum enviou 4.711 unidades de bitcoin para a Bitfinex. Desse total, a plataforma recebeu 1.606. Sendo assim, o saldo da empresa nessa exchange seria de 3.101 (BTC).

Enquanto isso, na Bitstamp o Atlas Quantum pode ter enviado 7.548 (BTC) para a exchange. Desse total, foram recolhidos 5.248 unidades. Ou seja, a empresa teria um saldo de 2.299 bitcoins somente nesta corretora de criptomoedas. Uma base de dados completa foi publicada também no site monkeynomics.org.

Dados sobre a Binance são inconsistentes

A maior inconsistência nos dados pode estar na Binance. O perfil do usuário revela que ainda não conseguiu rastrear os depósitos do negócio para essa exchange. Segundo os números do investidor, o saldo do Atlas Quantum seria negativo na Binance.

Nesse caso, os dados mostram que foram depositados 100 (BTC) enquanto que supostamente aconteceu uma retirada de 1.029 unidades da criptomoeda. Dessa forma, o saldo do Atlas Quantum seria de – 929 (BTC) na Binance.

Ao ser questionada sobre os números apresentados, a empresa afirma que opera em onze exchanges e não atestou a veracidade dos números apresentados em relatório publicado no Medium.

“O Atlas Quantum opera em 11 exchanges de criptomoedas: Binance, Bitfinex, Bittrex, CEX.IO, EXMO, Gate.io, HitBTC, Tidex, Poloniex, Bitstamp e Kraken.”

Em relação a utilização de apenas três exchanges no vídeo publicado, a Atlas rebateu que oestá operando bitcoins apenas com três plataformas. A medida foi iniciada em agosto, após a empresa perceber que exisitiam maiores oportunidades nessas exchanges.

“O nosso algoritmo de arbitragem encontrou melhores oportunidades de rendimento em três das exchanges em que operamos (Poloniex, Gate.io e HitBTC). Para oferecer maior rentabilidade aos nossos investidores, concentramos uma quantia considerável de nosso saldo nestas exchanges.”

Paulo Carvalho
Paulo Carvalho
Jornalista em trânsito, escritor por acidente e apaixonado por criptomoedas. Entusiasta do mercado, ouviu falar em Bitcoin em 2013, mas era que nem caviar, "nunca vi, nem comi, só ouço falar".
Dubai. Imagem: Unplash

Bilionário de Dubai quer fazer o maior investimento em Bitcoin da história

Um empresário de Dubai está se comprometendo a comprar 100.000 bitcoins, avaliados em US $ 4,8 bilhões, para ajudar no desenvolvimento da criptomoeda na...

Banco Central dos EUA sai do ar poucos dias depois de secretária do tesouro...

O banco central dos EUA sofreu um grande crash em seus sistemas nesta quarta-feira (24) e várias pessoas não conseguiram realizar transferências eletrônicas. O...
Cotação e preço gráfico do Bitcoin no Brasil Dólar

100 bitcoins da “era de Satoshi” são movimentados pela primeira vez em 10 anos

As grandes movimentações de Bitcoin na blockchain são sempre importantes de serem observadas, principalmente quando envolve moedas dos primeiros anos. Na tarde desta quarta-feira...

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias

Banco Central dos EUA sai do ar poucos dias depois de secretária do tesouro chamar Bitcoin de ineficiente

O banco central dos EUA sofreu um grande crash em seus sistemas nesta quarta-feira (24) e várias pessoas não conseguiram realizar transferências eletrônicas. O...

100 bitcoins da “era de Satoshi” são movimentados pela primeira vez em 10 anos

As grandes movimentações de Bitcoin na blockchain são sempre importantes de serem observadas, principalmente quando envolve moedas dos primeiros anos. Na tarde desta quarta-feira...

Bitcoin, altcoins e tokens ganham código próprio no IRPF2021

Olá Bitcoiners! Chegou aquela época do ano à qual temos que passar de qualquer forma, momento de dor para alguns, mas também de alívio para...

Elon Musk pode levar Dogecoin à Lua, literalmente

Elon Musk, um dos homens mais ricos do mundo, tem muita criatividade e dinheiro sobrando, algo que geralmente acaba em ideias malucas. Em um...

Elite do bitcoin gasta fortunas para comprar memes colecionáveis

Os tokens não-fungíveis, também chamados de NFT, são conhecidos no mercado de criptomoedas desde 2017, quando surgiram os CryptoKitties. A febre foi tão grande...