Investidor de bitcoin é sequestrado e roubado por criminosos disfarçados de polícia

Os criminosos não admitiram culpa, mas ainda assim foram colocados na ala de isolamento durante a investigação, para aguardar julgamento.

Os crimes relacionados ao criptomercado não são novidades, até mesmo aqueles que envolvem ações físicas, como assaltos e roubos, e alguns desses crimes estão ficando mais ousados. Em um caso que aconteceu na Rússia, uma quadrinha roubou dinheiro e bitcoins de um programador – o detalhe é que eles estavam se passando por policiais, segundo informações locais.

O site aponta que o serviço de imprensa do Ministério da Administração Interna da Rússia para a região de Omsk relatou o caso da vítima do golpe. O homem que não se identificou é um programador de 34 anos que trabalha em uma organização financeira internacional, também não revelada.

Em seus investimentos pessoais o homem tinha cerca de 3 milhões de rublos (cerca de R$ 242 mil) e 25 bitcoins (pouco mais de 3 milhões) em suas contas. Moradores de Moscou, que formam o grupo criminoso que realizou o golpe, de alguma forma descobriram que o programador tinha esse dinheiro guardado.

Criminosos disfarçados de polícia

Três residentes da capital da Rússia foram a Omsk em agosto de 2021 com o proposito de roubar o programador através de ameaças.

Para realizar a persuasão, os homens forjaram identidades policiais e, para dificultar a identificação e investigação do caso, alugaram carros e diferentes apartamentos ao mesmo tempo. Os homens estudaram a rotina diária da vítima e um dia emboscaram o programador na entrada de sua casa.

Segundo os investigadores, se passando por policiais, os criminosos forçaram o cidadão de Omsk a entrar em um carro e o levaram para um lugar deserto, eles então começaram a pressioná-lo psicologicamente e ameaçá-lo com violência física até ele transferir 3 milhões de rublos e 25 bitcoins para uma carteira desconhecida.

Medo de denunciar

Depois disso, os “policiais” desapareceram, no entanto, o disfarce policial funcionou, já que a vítima ficou com medo de denunciar o caso para as autoridades por medo de risco à sua segurança.

No entanto, após considerar o caso ele decidiu fazer a denúncia, o que acabou tendo um timing perfeito, já que quando ele fez a denúncia, polícias detiveram três criminosos quando eles estavam a caminho de volta de Omsk.

Foram abertos processos criminais contra os residentes da capital nos termos do Código Penal da Federação Russa “roubo cometido por um grupo organizado em uma escala especialmente grande” e sob a Parte 4 do art. 327 do Código Penal da Federação Russa “Falsificação, produção ou circulação de documentos falsificados”.

Os criminosos não admitiram culpa, mas ainda assim foram colocados na ala de isolamento durante a investigação, para aguardar julgamento.

Compre Bitcoin na Coinext

Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br.



Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Matheus Henrique
Fã do Bitcoin e defensor de um futuro descentralizado. Cursou Ciência da Computação, formado em Técnico de Computação e nunca deixou de acompanhar as novas tecnologias disponíveis no mercado. Interessado no Bitcoin, na blockchain e nos avanços da descentralização e seus casos de uso.

Últimas notícias