Início Bitcoin Investidores alertam para manipulação em nível institucional no Bitcoin

Investidores alertam para manipulação em nível institucional no Bitcoin

Para investidores atentos, Scott Minerd estaria manipulando o mercado para dar vantagem para a Guggenheim Partners, que tem claras intenções de comprar mais Bitcoin no futuro próximo

De 2020 para 2021 o Bitcoin teve o seu maior preço até o momento, com uma das principais valorizações na sua história. Um dos principais motores para esse crescimento foi onda de adoção institucional no ecossistema.

Alguns investidores atentos estão percebendo que alguns membros dessa adoção institucional podem estar tentando manipular o mercado.

Tudo começou com um tuite de Scott Minerd, Investidor Chefe da Guggenheim Partners.

Minerd falou sobre o atual aumento no valor do Bitcoin e sobre como a alta logo perderia força.

“A valorização parabólica do Bitcoin não é sustentável no curto prazo.

Vulnerável há uma correção.

O alvo técnico de US$ 35 mil foi ultrapassado.

Hora de tirar um pouco de dinheiro do jogo.”

Percebeu algo de errado com o tuite?

Muitos investidores discordaram da opinião de Minerd, que é uma baleia de Bitcoin publicando opiniões que podem mudar o preço do mercado.

Para muitos, isso cheira a manipulação, dessa vez em nível institucional. A situação fica ainda mais complicada quando olhamos para um outro tuite de Scott Minerd publicado há cerca de 1 mês dizendo que o Bitcoin chegaria a US$ 400 mil. 

Como alguém com muita influência dentro do criptomercado, podendo despejar uma grande quantidade de moedas, suas opiniões podem alterar o valor da moeda.

Para alguns, o que Minerd fez foi justamente isso, podendo diminuir o preço do Bitcoin para que a sua empresa pudesse comprar por um valor mais baixo.

“Chega disso, vamos contra-atacar esse FUD.

Esse é o mesmo cara que previu o Bitcoin a US$ 400 mil no mês passado.

Claramente um banqueiro tentando conseguir moedas baratas.”

Para outros, Minerd poderia estar manipulando o mercado para dar vantagem para a Guggenheim, que tem claras intenções de comprar mais Bitcoin no futuro próximo.

“A Guggenheim, onde Scott é CIO, acabou de realizar um registro na SEC para comprar 500 milhões de dólares em Bitcoin.

Eles querem comprar barato, então ele começa a falar sobre ‘tirar dinheiro do jogo’ e ‘alta insustentável’ para que você fique assustado e venda.

A companhia dele vai comprar o seu pânico.”

A Guggenheim é uma das instituições que entraram na recente onda do Bitcoin, e no final de 2020 realizou pedidos à SEC para a regularização de compras milionárias da moeda digital. 

“Nenhum gerente de finanças com a capacidade de mover o mercado anuncia que vai vender.

Você vende e então fala, ou só fala. Duas opções”, comentou Alex Kruger, famoso comentarista do criptomercado.

Vale lembrar que muitos investidores querem sempre fazer dinheiro, mesmo que isso signifique ir contra certos princípios.

Claro, esse não deve ser o caso de Scott Minerd, mas a comunidade demonstra estar de olho nessa possibilidade.