Investidores institucionais de olho no Ethereum, mas Bitcoin continua indo bem

O interesse dos investidores institucionais no Ethereum, através de contratos futuros, vem aumentando com o tempo e, de forma direta, é algo positivo para o ecossistema da rede.

Siga no

O Bitcoin teve uma valorização considerável nos últimos seis meses, com muitos afirmando que o motivo foi a onda de investimentos institucionais. Agora, de acordo com o volume de contratos futuros da CME, há indicações de que as apostas institucionais estão começando a focar mais no Ethereum.

De acordo com o perfil da Skew, responsável por realizar análises profissionais de dados relacionados ao criptomercado, os contratos futuros de Ethereum na CME atingiram um recorde diário nesta semana, US $ 228 milhões.

O volume é um indicador positivo para a moeda, principalmente ao considerar que as opções de contratos futuros do ativo digital na plataforma é relativamente novo. Durante março, os contratos futuros de Ethereum conseguiram atingir o valor de US $ 1,5 bilhão, um aumento de 51.3% desde fevereiro. 

Isso demonstra que o interesse dos investidores institucionais no Ethereum, através de contratos futuros, vem aumentando com o tempo e, de forma direta, é algo positivo para o ecossistema da rede.

No entanto, a Skew também ressaltou que a negociação de contratos futuros ainda está abaixo do mercado ao vivo e precisa “correr” atrás do prejuízo.

Enquanto isso, o interesse por contratos futuros de Bitcoin caíram para US $ 59.4 bilhões no mês, uma queda de 0.5%. Ou seja, mesmo com uma possível mudança de foco nos ativos, o Bitcoin ainda continua chamando a atenção dos investidores.

Bitcoin continuam indo bem

O Bitcoin começou 2021 com uma movimentação incrível que levou o preço do ativo para a casa dos US $ 60 mil e uma capitalização de mercado de mais de U$ 1 trilhão, metas fantásticas para qualquer ativo, principalmente para o criptomercado.

No entanto, desde então o preço da moeda parece ter estagnado, já que ela não rompe novas resistências e também se mantém nos níveis de suporte sem muitas surpresas. Com isso, o ativo parece estar “morno”. No entanto, outros fundamentos além do preço parecem estar dando bons sinais.

De acordo com uma análise recente da ARK Investment, uma métrica chamada de Thermo Capitalization, que leva em consideração as moedas criadas em relação ao preço da rede, mostra que o valor de moedas pago para os mineradores está no nível de US $ 23 bilhões, cerca de 98% abaixo da capitalização de mercado do Bitcoin.

Isso indica que os mineradores não são mais a força vendedora natural dominante na rede, o que é uma métrica boa.

Por fim temos outra métrica muito importante, a quantidade de Bitcoins que não foram movimentados em mais de um ano. Cerca de 55% dos Bitcoins permaneceram intocados no período. Isso indica que os investidores estão pensando no longo prazo e, acima de tudo, estão acreditando na futura valorização da moeda.

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Matheus Henrique
Fã do Bitcoin e defensor de um futuro descentralizado. Cursou Ciência da Computação, formado em Técnico de Computação e nunca deixou de acompanhar as novas tecnologias disponíveis no mercado. Interessado no Bitcoin, na blockchain e nos avanços da descentralização e seus casos de uso.

NFT pode “matar” o Bitcoin? Qual a relação entre ambos?

É provável que muita gente conheça os NFTs, regularmente confundidos com “arte digital”. A ação ganhou força após Stephen Curry, astro da NBA, e...
Plataformas NFT e Ethereum empresas

Empresas listadas na bolsa apostam no mercado de NFT

O crescimento do mercado de NFTs tem quebrado barreiras mais rápido do que outros recursos relacionados a blockchain. Hoje até mesmo grandes empresas, listadas...
Dúvida sobre o Bitcoin ser caçado pela China

Mineradores brasileiros comentam banimento de Bitcoin pela China

A proibição de Bitcoin pela China nos últimos dias abalou o mercado, com muitas pessoas ficando preocupadas com isso, menos dois mineradores brasileiros que...
.

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias