JBS paralisa produção de carnes após ataque ransomware

Siga no

A JBS, maior produtora de carnes do mundo e uma das líderes alimentícias globalmente, foi obrigada a paralisar sua produção em diferentes países após um ataque cibernético.

De acordo com informações do site Bleeping Computer, o ataque impactou vários locais de produção da JBS no mundo inteiro, afetando principalmente a produção na Austrália, Canadá e Estados Unidos.

A JBS disse também que notificou a Casa Branca sobre o ataque ransomware no domingo (30) e afirmou que um pedido de resgate foi feito por uma organização criminosa, provavelmente ligada à Rússia, de acordo com a secretária de imprensa adjunta da Casa Branca, Karine Jean-Pierre.

A empresa conta com um time de mais de 245 mil funcionários ao redor do mundo, ela possui diferentes marcas sob seu domínio, como a Swift, Pilgrim’s Pride, Moy Park, Primo, Just Bare e as mais conhecidas pelos brasileiros, Seara e Friboi.

Na última segunda-feira, 31, a empresa divulgou um release de imprensa informando mais detalhes sobre o ataque cibernético que afetou seus servidores. Segundo o release, o ataque afetou mais serviços da Austrália e dos Estados Unidos, o que acabou afetando especialmente essas regiões.

“No domingo, no dia 30 de maio, a JBS determinou que foi alvo de um ataque cibernético organizado, afetando alguns dos servidores de suporte ao sistema de TI da América do Norte e Austrália.”

A empresa também afirmou que tomou ações imediatas, suspendendo todos os sistemas afetados, notificando as autoridades e utilizando o seu time de TI mundial e experts terceirizados para resolver a situação.

“Os servidores de backup da companhia não foram afetados, e estamos trabalhando ativamente com uma firma de resposta a incidentes para recuperar os sistemas o quanto antes.”

Enquanto a JBS acredita que transações com seus clientes e fornecedores serão atrasadas até os sistemas serem restaurados completamente. Apesar disso, não há nenhuma evidência de comprometimento de dados de clientes, empregados ou fornecedores durante o ataque.

Ainda não se sabe o quanto o ataque cibernético vai afetar os consumidores finais e a linha de suprimento da empresa. O governo da Austrália também está auxiliando na recuperação, considerando a importância que os dados afetados têm para a produção de carne dentro do país.

Ransomware

Considerando o tamanho da JBS, ela é um grande alvo para ataques de extorsão, que recentemente são bem comuns e paralisaram a operação de diferentes empresas, o clássico ransomware.

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Matheus Henrique
Fã do Bitcoin e defensor de um futuro descentralizado. Cursou Ciência da Computação, formado em Técnico de Computação e nunca deixou de acompanhar as novas tecnologias disponíveis no mercado. Interessado no Bitcoin, na blockchain e nos avanços da descentralização e seus casos de uso.
Joe Biden. (Imagem: Wikimedia)

Biden planeja indicar crítica de criptomoedas para Gabinete Controlador da Moeda

Joe Biden, presidente dos EUA, planeja nomear Saule Omarova, professora de direito que publicamente se demonstrou ser contra as criptomoedas, para comandar o Escritório...
Símbolo da Binance líder maior corretora do mundo

Binance diz que intervenção do governo em corretoras é bom para o mercado

A Binance parece ter mudado totalmente a sua estratégia de negócios. Embora a exchange tenha crescido por não criar barreiras, não exigindo dados de...
Detran em Salvador na Bahia corrupção esquema

Esquema de corrupção no Detran-BA teve lavagem de dinheiro com criptomoedas

Um esquema de corrupção no Detran-BA investigado pelo Gaeco apontou que algumas pessoas fizeram a lavagem de dinheiro com criptomoedas. De fato, essa é a...

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias