JP Morgan vê problemas no uso de bitcoin em El Salvador

Reações adversas sobre bitcoin em El Salvador.

Siga no
JPMorgan
JPMorgan

De acordo com um relatório publicado na Bloomberg, o banco de investimentos JPMorgan aponta dificuldades no uso do bitcoin como meio de troca em El Salvador, alegando a natureza ilíquida do bitcoin e sua volatilidade como fatores persistentes.

No relatório divulgado pelo banco, a entidade disse que os problemas poderiam surgir devido ao fato de que grande parte dos bitcoins estão nas mãos de entidades sem liquidez e que 90% dessas unidades não mudam de mãos há mais de um ano.

Ou seja, estão em carteiras com pouca ou sem nenhuma movimentação, gerando quase nada de liquidez para a rede.

O volume de bitcoins negociados por dia geralmente ultrapassam os 50 bilhões de dólares, mas a maior parte disso está dentro das principais exchanges.

No relatório consta, ainda, que as transferências diárias de bitcoins em El Salvador representariam cerca de 4% do volume de transações recentes na rede e mais de 1% dos tokens que foram transferidos entre carteiras no ano passado.

Com a iliquidez e natureza do volume, poderá haver uma significativa limitação do uso do bitcoin como meio de troca no país.

Reações adversas sobre bitcoin em El Salvador

Embora a iniciativa do presidente de El Salvador, Nayib Bukele, tenha sido pensada com a finalidade de tentar resolver os problemas econômicos do país, ainda há muitas críticas sobre sua decisão.

Bukele diz que o bitcoin será benéfico para conter a baixa taxa de penetração bancária no país, além de reduzir o custo do envio de remessas. Porém, o FMI questiona isso, já tendo dito publicamente que a decisão de Bukele em adotar o bitcoin como moeda de curso legal em El Salvador “apresenta inúmeros problemas macroeconômicos, financeiros e legais que exigem uma análise bem cuidadosa”.

Até mesmo alguns defensores do bitcoin dizem que, embora haja argumentos de que ele é um bom ativo a ser utilizado como reserva de valor, sua utilidade como forma de pagamento ainda é limitada.

Inclusive o cofundador da stablecoin Tether, chegou a dizer em uma entrevista online que “Bitcoin é o pior sistema de pagamento já inventado. É terrível”. Embora a Tether também deixe a desejar como moeda, principalmente por sua falta de transparência nas auditorias sobre a paridade Tether-Dólar.

Mesmo com opiniões contrárias, Bukele continua acreditando no bitcoin e planeja implementar políticas que facilitem o uso da moeda para os cidadãos salvadorenhos.

A “Lei Bitcoin” foi aprovada em 8 de junho e entrará oficialmente em vigor no dia 7 de Setembro deste ano.

Compre Bitcoin na Coinext

Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br.



Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Eduarda Lobatohttp://eduarda.substack.com
Libertária e entusiasta de Bitcoin, Blockchain e outras tecnologias relacionadas ao mundo cripto.

Kid Bengala promete dar “madeirada” em quem vender criptomoeda

Após a sua grande carreira na indústria de filmes adultos, Clóvis Basílio dos Santos, mais conhecido como Kid Bengala, se tornou uma celebridade na internet...

Um dos maiores bancos dos EUA pode estar explorando empréstimos com Bitcoin

Com os bancos e outras instituições demonstrando cada vez mais interesse no criptomercado, podemos ver cada vez mais produtos ligados ao setor tradicional e...
Homem olhando bravo para notas amassadas de Real brasileiro enquanto segura o Bitcoin

Pesquisa revela que brasileiros acreditam no Real digital apenas no curto prazo

Muitos brasileiros acreditam no Real digital como uma tecnologia promissora de curto prazo, não para daqui a cinco anos. Pelo menos isso é o...
.

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias