Juiz manda Atlas atualizar cotação do Bitcoin de cliente

Empresa com sede em São Paulo tem problemas para efetuar saques de clientes, que recorrem na justiça.

Siga no
Atlas Quantum
Atlas. Foto Renata Santos, Livecoins

Continuam os problemas judiciais da Atlas Quantum, fintech com sede em São Paulo. Dessa vez, um juiz manda a Atlas atualizar a cotação de Bitcoin de um cliente. Desde 2019, a empresa tem atrasado saques dos investidores.

A Atlas Quantum surgiu com uma proposta “inovadora” para interessados em Bitcoin. Com um super robô de arbitragem, a Atlas oferecia rendimentos para os clientes. Os rendimentos, a princípio, não eram fixos. Contudo, a empresa nunca entregou prejuízos, ou seja, dava a impressão de solidez.

O sonho ficou mais complicado quando a Comissão de Valores Mobiliários, a CVM, interditou o negócio. Ao proibir a Atlas de captar brasileiros, começaram os problemas de saques. Ao criar uma criptomoeda própria, a Atlas esperava encerrar os problemas. Os clientes não viram da mesma forma, com muitos partindo para a justiça.

Juiz manda a Atlas Quantum atualizar a cotação de Bitcoin de um cliente que não consegue sacar

Nos últimos anos, a Atlas Quantum chamou atenção na comunidade de Bitcoin brasileira. Ao patrocinar eventos da comunidade, logo se tornou conhecida, trazendo um modelo de negócios “inovador”. A promessa era que investidores poderiam ter seus Bitcoins rentabilizados.

Com um robô, a Atlas Quantum oferecia rendimentos acima do mercado. Além disso, captava investidores sem o aval da CVM. Em 2019, a autarquia federal interrompeu a Atlas de captar novos investidores.

De acordo com um processo, que corre no TJSP, um cliente teria sido “surpreendido” com o stop order. Dessa forma, passou a acompanhar o noticiário sobre a Atlas, até que resolveu pedir seu saque. Quando pediu o saque pela primeira vez, em fevereiro de 2020, a cotação do Bitcoin estava em R$ 43 mil. A empresa, entretanto, dificultou o saque, que deveria ser em D+1.

Contudo, com uma super valorização em 2020, o preço do Bitcoin já supera os R$ 65 mil. O cliente então recorreu na justiça para reaver seus 2,5 Bitcoins, investidos na Atlas Quantum, ainda em 2019. O juiz do caso, agora manda a Atlas pagar ao cliente o valor com a cotação atualizada.

Dessa forma, caso proceda ao saque, a Atlas deverá corrigir cerca de 50% do valor do cliente. Isso porque, essa seria a valorização que o Bitcoin teve no período. A causa, que hoje seria de R$ 109 mil, deverá ir para R$ 163 mil, de acordo com o preço do Bitcoin hoje.

Problemas na Atlas e conversão para criptomoeda sem valor

Perante a justiça, o cliente afirmou que ainda tem acesso a sua conta. Contudo, ao acessar não consegue visualizar seu saldo em Bitcoin. Isso porque, a Atlas criou uma shitcoin (criptomoeda sem valor), que seria usada para pagar os clientes.

Como não é possível ver o saldo correto em Bitcoin, o juiz mandou bloquear o saldo da Atlas pelo Bacenjud. O caso não é o primeiro a recorrer na justiça após ter seu saldo convertido em Bitcoin Quantum (BTCQ).

Recentemente, essa moeda da Atlas até foi listada em uma corretora, mas o problema continua. Como a empresa converteu o saldo de Bitcoin para BTCQ sem o aval dos clientes, muitos se revoltaram. Cabe o destaque que, apesar da proibição pela CVM, a Atlas Quantum continua exibindo o botão de “cadastros” na sua plataforma de investimentos.

Gustavo Bertolucci
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.
Etiopia-bitcoin

Etiópia descobre bitcoin e volume dispara

O bitcoin chegou à Etiópia, um país africano muito pobre e dividido que se orgulha de nunca ter sido colonizada. A Etiópia é o...
Niall Ferguson

“Bitcoin está vencendo a revolução monetária”, diz premiado historiador da Bloomberg

Niall Ferguson é um premiado jornalista, historiador financeiro, comentarista político e uma figura muito respeitada dentro do mercado financeiro, sendo até um conselheiro de...
Bitcoin-carta-amigos-e-familiares

Desenvolvedor do bitcoin escreve carta para amigos e família: “comprem bitcoin”

O bitcoin continua se mostrando um investimento por diferentes motivos, tanto para quem realiza trades quanto para quem vê a moeda como uma reserva...

Últimas notícias

“Bitcoin está vencendo a revolução monetária”, diz premiado historiador da Bloomberg

Niall Ferguson é um premiado jornalista, historiador financeiro, comentarista político e uma figura muito respeitada dentro do mercado financeiro, sendo até um conselheiro de...

Desenvolvedor do bitcoin escreve carta para amigos e família: “comprem bitcoin”

O bitcoin continua se mostrando um investimento por diferentes motivos, tanto para quem realiza trades quanto para quem vê a moeda como uma reserva...

Comunistas adotam o bitcoin

Use blockchain para “aproveitar os meios de produção monetária”. É assim que começa o livro escrito pelo filósofo Mark Alizart, Criptocomunismo. Ele argumenta que a...