Justiça determina bloqueio de R$ 93 mil da Valour Invest em oito exchanges

Huobi, Foxbit, Mercado Bitcoin, Braziliex, Bitcoin Trade., BFX, BTC Korea, Binance e Bittrex.

Siga no
Martelo da Justiça em Processos
Martelo da Justiça em Processos

A Justiça paulista determinou, nesta quarta-feira (18/9), o bloqueio de R$ 93.762,79, pertencentes à Valour Invest e a um de seus sócios em oito exchanges.

O bloqueio é resultado de uma ação solicitando ressarcimento a um cliente. O processo tem o número 1048448-20.2019.8.26.0002 e está na 14ª Vara Cível da capital.

As oito as exchanges afetadas são as seguintes: Huobi Tecnologia, Foxbit Serviços Digitais S.A., Mercado Bitcoin Serviços Digitais LTDA., Braziliex Moedas Virtuais LTDA., Peertrade Digital LTDA., BFXww Inc, BTC Korea, Binance Holdings e Bittrex.

Chama a atenção o formato usado pela justiça para solicitar o arresto: na verdade, o juiz determinou que o próprio autor da ação, Julio Roberto Pardo de Paula, entregue a decisão às exchanges usadas pelo réu. Vejamos o texto da decisão:

“1.1.A presente decisão servirá como ofício, a ser entregue pelo autor aos destinatários, os quais deverão bloquear os ativos existentes em nome dos réus e detalhá-los ao juízo em quinze dias, enviando as informações ao e-mail upj9a14cv@tjsp.jus.br.”

Além dos valores em conta, a decisão determinou ainda o arresto de fração de um imóvel de propriedade do dono da empresa.

Sobre a empresa

Sobre a Valour Invest, o próprio site da empresa afirma que ela foi fundada em 2016 e que é a “a primeira empresa brasileira especializada em gestão de criptoativos”. Segundo o site, a empresa monitora “constantemente o mercado de criptoativos, buscando oportunidades, antecipando e delineando novas tendências de mercado” e que quer ser “a maior referência em gestão de criptoativos”.

A reportagem de Livecoins entrou em contato com a Valour Invest para solicitar posicionamento sobre a decisão e, assim que tivermos o retorno, publicaremos a resposta.

No site Reclame aqui, constam 22 reclamações contra a empresa, 13 delas sobre não cumprimento dos acordos com clientes. O site só traz reclamações a partir de 2018, mesmo a empresa afirmando atuar há mais tempo.

Em agosto deste ano, dois sócios da Valour Invest foram indiciados, acusados de terem ajudado no assassinato do advogado Francisco de Assis Henrique, morto em junho na Av. Washington Luís, em São Paulo, num posto de gasolina.

Segundo informações divulgadas na época pela Rede Globo, os sócios teriam intermediado a contratação dos assassinos. O motivo do assassinato seria uma dívida de R$ 2,5 milhões que os mandantes do crime teriam com o advogado.

https://globoplay.globo.com/v/7857986/programa/

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Leia mais sobre:
Sui Teixeira
Sui Teixeira é jornalista desde 2001, formada pela USP. Trabalha ainda como produtora de jingles, é programadora amadora e entusiasta de ciência e tecnologia.
Imagem de Dorian Nakamoto, que foi suspeito de ser Satoshi

Desenvolvedor que trabalhou com Satoshi Nakamoto quer que Bitcoin mude algoritmo de consenso

Um desenvolvedor que trabalhou com Satoshi Nakamoto no desenvolvimento do Bitcoin agora defende que a criptomoeda utilize Proof of Stake (POS), um algoritmo de...

HSBC bloqueia pagamentos para Binance no Reino Unido

O HSBC, o sexto maior banco do mundo, afirmou em um comunicado recente que suspendeu e proibiu no Reino Unido todas as transferências de...
Bitcoin e Bandeira da Espanha

Espanha pode autorizar uso de Bitcoin para pagamento de hipotecas

O uso de Bitcoin na Europa pode ganhar um impulso na Espanha, que recebeu um projeto de lei para pagamento de hipotecas com a...

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias