Justiça manda bloquear bens da MSK e de seus dois sócios

Empresa captou milhões no mercado, mas parou de pagar rendimentos a clientes.

Martelo da Justiça com notas e moedas de dinheiro próximas
Martelo da Justiça com notas e moedas de dinheiro próximas

Uma juíza de São Paulo mandou bloquear os bens da MSK Operações e Investimentos e de seus dois sócios em uma nova decisão. Com sede em São Paulo, a MSK Operações e Investimentos LTDA afirmava ser uma “consultoria de criptoativos” em aparições públicas.

Dessa forma, os clientes eram convidados por conhecidos a aportar no negócio, que estava “pagando certinho”.

Ao conhecer a proposta de investimentos, era possível ver que a empresa prometia o pagamento de rendimentos de 2% a 5% ao mês. A variação da promessa era de acordo com o aporte dos clientes.

Ao realizar um investimento com a empresa, um contrato era assinado informando que o período de rendimentos era de seis meses. Após isso, clientes teriam seu contrato renovado ou poderiam sacar seus valores.

Contudo, desde 2021, vários clientes não conseguem mais sacar seus valores e a justiça do Brasil já registra mais de 100 processos. Estimativas apontam que pelo menos 4 mil pessoas investiram nesse suposto esquema fraudulento de investimentos.

Como justificativa, a empresa apontou que a falta de regulação do mercado é o que motivou o fim do negócio, oferecendo a alguns clientes a chance de sacas seu investimento em parcelas de 10 vezes. Essa situação está gerando revolta em muitos investidores.

Juíza manda bloquear bens da MSK Operações e seus dois sócios

Em uma ação movida no Tribunal de Justiça de São Paulo, uma investidora da MSK ajuizou uma ação no valor de R$ 200.000,00. Como réus, ela colocou a empresa e seus dois sócios, Glaidson Tadeu Rosa e Carlos Eduardo de Lucas.

A investidora em questão é uma famosa chefe de cozinha em São Paulo, tendo participado do Reality Show Mestre do Sabor pela Rede Globo e foi quem perdeu dinheiro com esse investimento usando a imagem do Bitcoin.

Na justiça, ela pediu a devolução de seu dinheiro aportado na MSK e o arresto do valor nas contas da empresa e sócios.

“Descontente, busca autora a devolução integral do valor via cautela de arresto em face da empresa e seus sócios.”

A chefe de cozinha chegou a pedir a tutela de urgência no caso, mas seu pedido foi indeferido. Contudo, após uma nova análise, uma juíza determinou que seja bloqueado este valor nas contas dos sócios e da MSK, na modalidade “teimosinha”.

Sócios terão cinco dias para se manifestar

Como essa decisão afetou os sócios da MSK, a juíza determinou que eles terão cinco dias para se manifestar após a citação. Dessa forma, eles deverão informar a justiça o problema e buscar se defender das acusações que pesam contra eles.

Essa empresa chegou a chamar atenção até do Procon-SP que notificou essa após inúmeras reclamações de seus clientes.

Pelo Reclame Aqui, várias reclamações já foram registradas, mostrando que os problemas seguem para a MSK e agora seus sócios.

Compre Bitcoin na Coinext

Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br.



Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.

Últimas notícias