Lojas Calvin Klein aceitando Bitcoin no Brasil

Uma gigante do varejo mundial aceitando BTC!

Siga no

Algumas lojas da Calvin Klein passaram a aceitar o Bitcoin como forma de pagamento, apenas na cidade de São Paulo por hora, mas um método de pagamento ainda exclusivo no Brasil.

As lojas que passaram a aceitar o método de pagamento são as unidades da Oscar Freire, e nos pontos Shopping Morumbi, Iguatemi e JK Iguatemi.

A modalidade de pagamento surgiu em parceria da exchange brasileira FoxBit com a empresa Cloudwalk.

Com a parceria das empresas para atender a Calvin Klein, foi resolvido o problema da volatilidade do ativo digital com a conversão instântanea em moeda fiat, com a expectativa de toda a operação demorar menos de 1 minuto.

A empresa irá criar um QRCode para o cliente realizar a leitura do endereço, e então realizar o pagamento. Por ser na modalidade QR o pagamento não possui custos extras que normalmente ocorre com transações bancárias.

Uma das vantagens para a Calvin Klein ainda é que as máquinas utilizadas para receber o Bitcoin serão as mesmas que já recebem cartões, ou seja, não será necessário mexer na infraestrutura da empresa para aceitar a nova modalidade de pagamento.

“Aceitar criptomoeadas como forma de pagamento em nossas lojas foi uma evolução natural, pois se trata de uma realidade para uma grande parcela dos nossos clientes aqui no Brasil. Fomos pioneiros“, comenta Fábio Vasconcellos, CEO da Calvin Klein no Brasil.

A Foxbit é uma fintech sediada na cidade de São Paulo, que trabalha com a compra e venda de Bitcoins em sua plataforma.

“A Foxbit e Cloudwalk estão revolucionando a indústria de pagamentos e o ecossistema global da criptoeconomia com essa solução e é muito bom contar com uma marca internacional de tanto prestígio como a Calvin Klein como primeira parceira”, afirma o CEO da Foxbit, João Canhada.

Já a CloudWalk é uma empresa que fornece opções de pagamentos diversas, e irá ajudar com o gateway de pagamento para as lojas.

“A Cloudwalk é uma adquirente digital e temos como missão aceitar todos os meios de pagamentos, inclusive os criptoativos, em nossas soluções. Somos parceiros da Foxbit desde 2014 e muito felizes de desenvolver esse produto que é pioneiro na indústria em escala global”, afirma Luiz Silva, CEO e co-founder da Cloudwalk.

Em um estudo publicado no dia 12 de dezembro pela Universidade de Cambridge, o número de usuários de criptomoedas quase dobrou em 2018, o que mostra que o aceite da Calvin Klein pode ser só o começo da mudança.

Um recente relatório da Weiss Ratings aponta que é o melhor momento que as pessoas poderiam comprar Bitcoin.

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Leia mais sobre:
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.
Mesa da Starbucks com moedas de Bitcoin em formato de M

Dispositivo barato e portátil de minerar Bitcoin viraliza no TikTok, será que vale a...

O influenciador digital Idan Abada criou um dispositivo para tornar a mineração de Bitcoin "acessível à todos". Ele postou um vídeo no TikTok mostrando...
PayPal e Bitcoin

PaуPal vai lançar ‘super aplicativo’ para criptomoedas

Durante um bate-papo por vídeo com investidores, o CEO do PaуPal, Dan Shulman, revelou que a primeira versão de um 'super aplicativo' para criptomoedas...
Gráfico de preços do Bitcoin em diário

Fim do medo de novas quedas? Bitcoin tem fechamento diário acima de US$ 40...

O preço do Bitcoin teve fechamento diário acima de US$ 40 mil na última quarta-feira (28) pela primeira vez desde o dia 15 de...

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias