Magazine Luiza valorizou mais que o Bitcoin nos últimos 5 anos

Em 2016 a empresa teve mais de 60 milhões de reais de prejuízo, e hoje, em 2019, já apresenta mais de 800 milhões de lucro.

Siga no
Ações da Magazine Luiza valorizam mais do que o bitcoin nos últimos cinco anos
Imagem: magazineluiza.com.br

Muito se fala sobre a valorização explosiva do Bitcoin, como se esse fosse um evento inédito. Dessa forma, usualmente a rentabilidade do Bitcoin é comparada apenas com a de outras criptomoedas. Contudo, uma ação de uma empresa de bastante sucesso, já estabelecida e de elevada lucratividade, apresentou rentabilidades ainda maiores nos últimos 5 anos. Conheça a Magazine Luiza (MGLU3), a empresa que valorizou mais do que o Bitcoin.

A Magazine Luiza

A Magazine Luiza é uma empresa do setor de varejo, vendendo diversos produtos dos mais variados, atuando através de lojas físicas e-commerce. Atua também no setor financeiro, e recentemente comprou a Netshoes e outras empresas.

Desde 2011, após o IPO (Initial Public Offering), suas ações fazem parte do Novo Mercado da B3, a bolsa de valores de São Paulo. Há vinte anos, integra a lista das melhores empresas para trabalhar no Brasil e por dois anos consecutivos foi considerada a número 1 do varejo.

A empresa conta com mais de 900 lojas físicas localizadas em 17 estados do país, 22 000 funcionários e 12 centros de distribuição.

As ações MGLU3

Cinco anos atrás, em outubro de 2014, uma ação da Magazine Luiza (MGLU3) custava em torno de R$ 1,03. Hoje, em outubro de 2019, suas ações estão sendo negociadas a R$ 43,25. Isso quer dizer que para cada um real investido, cinco anos depois você teria 43 reais, ou seja, mais de 4.000%!!

Comparando com o Bitcoin, o qual o preço em outubro de 2014 era de apenas $350.00 e hoje está em $7,500.00. Ou seja, uma variação de “apenas” 2.000%!

Magazine Luiza valorizou mais do que o Bitcoin nos ultimos 5 anos.
Magazine Luiza (MGLU3) valorizou mais do que o Bitcoin nos últimos 5 anos, desde outubro de 2014. Uma valorização de mais de 4000%, enquanto no mesmo período a variação do preço do Bitcoin foi de 2000%.

Mas, como isso aconteceu?

A empresa que era uma small cap em 2014, hoje faz parte do índice Ibovespa. O índice Ibovespa é o principal indicador de desempenho das ações negociadas na B3 e reúne as empresas mais importantes do mercado de capitais brasileiro. É ainda um dos melhores indicadores da sensação da economia brasileira. As ações que compõem o índice representam em torno de 80% do volume total negociado no B3.

Enquanto o Bitcoin é completamente descentralizado e sem liderança, sendo suportado pela comunidade, A Magazine Luiza é uma empresa. A empresa possui liderança, balanço, produtos, serviços, e vários outros atributos que permitem uma melhor avaliação das suas perspectivas e possíveis retornos do investimento.

Boa Gestão

Existem diversos fatores que levaram as ações MGLU3 valorizar mais do que o Bitcoin. Em 2016 a empresa teve mais de 60 milhões de reais de prejuízo, e hoje, em 2019, já apresenta mais de 800 milhões de lucro.

 Lucro Líquido e distribuição de dividendos (proventos) nos últimos anos. Notar crescimento acelerado a partir de 2016. Observe também a reversão de um prejuízo de mais de 60 milhões em 2016 para um lucro de mais de 800 milhões em 2019. Fonte: fundamentus.com.br
Lucro Líquido e distribuição de dividendos (proventos) nos últimos anos. Notar crescimento acelerado a partir de 2016. Observe também a reversão de um prejuízo de mais de 60 milhões em 2016 para um lucro de mais de 800 milhões em 2019. Fonte: fundamentus.com.br

CEO da Magazine Luiza, Frederico Trajano. É sobrinho neto da fundadora da empresa, e trabalhou 13 anos na mesma antes de assumir o cargo de Presidente. Fonte: Divulgação.
CEO da Magazine Luiza, Frederico Trajano. É sobrinho neto da fundadora da empresa, e trabalhou 13 anos na mesma antes de assumir o cargo de Presidente. Fonte: Divulgação.

O CEO da empresa é Frederico Trajano, sobrinho neto da fundadora. O mesmo atuou por mais de 13 anos na companhia antes de assumir o cargo de presidente. Assumiu a presidência da empresa somente em 2016, quando começaram os expressivos crescimentos da companhia, investindo sempre na transformação digital.

Frederico Trajano recebeu diversos prêmios, assim como a Magazine Luiza, entres eles de Executivo de Valor em 2018, do jornal de mesmo nome, e de melhor empresa da bolsa, pela Revista InfoMoney em 2019.

A Magazine Luiza tem afirmado diversas vezes que é uma empresa de tecnologia aplicada ao varejo. Quem sabe começam a aceitar bitcoin como pagamentos antes da concorrência (Amazon)?

Paciência, o BTC irá reagir.

– Esse artigo não é uma recomendação de compra, nem de MGLU3 nem de Bitcoin. –

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Marcello
Escreve sobre a tecnologia, blockchain, investimentos e notícias sobre criptomoedas. Certificado (CBP) pelo CryptoCurrency Certification Consortium (C4).
Homem segurando criptomoedas em mão

Secretários de Macaé são acusados de enriquecimento ilícito e investimentos “elevados” em criptomoedas

Alguns secretários municipais de Macaé foram acusados em redes sociais de obter enriquecimento ilícito e negociar criptomoedas, obtendo para si vantagens indevidas. A negociação de...
Homem jogando dinheiro para cima bilionários do Bitcoin

Usuário compra bitcoin por 11 mil dólares durante flash crash da Binance

Durante uma queda repentina nos preços de várias moedas na Binance americana, onde o Bitcoin chegou a ser negociado por 8.200 dólares por menos...

Bitcoin atingiu novo recorde histórico, o que mudou na rede?

OÉ importante manter a conjuntura Macro clara, e para isso, os indicadores cíclicos continuam atualizar a cada dia que passa junto com o preço...
.

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias