Guru dos mercados emergentes diz que Bitcoin é uma religião, não um investimento

Siga no
Religião e Bitcoin
Religião e Bitcoin

Mark Mobius, conhecido pela sua experiência em mercados emergentes, afirmou em conversa no programa Squawk Box que o bitcoin não é um investimento, e sim uma religião e uma forma de diversão.

Além de falar sobre o bitcoin diretamente, Mobius declarou como pensa sobre os banimentos da China em relação a tecnologias, apontando pontos positivos e negativos. Sendo a própria China o maior perdedor desta história, em termos de tecnologia.

Embora Mobius acredite que o Bitcoin vai parar algum dia, a maior criptomoeda do mundo já está viva a 12 anos, crescendo não apenas em poder de compra, como também em adoção e implementação de novas atualizações.

Bitcoin é uma religião

Quando questionado sobre a sua opinião sobre o Bitcoin e outras criptomoedas, Mobius mostrou-se cético com o futuro do BTC, embora tenha ciência da desvalorização das moedas fiduciárias, como o dólar.

Segundo ele, as pessoas estão felizes enquanto este mercado está aquecido, todavia quando ele esfriar, todos estarão em perigo. Mobius acredita que o mercado de ações seja a opção mais óbvia para fugir da inflação, e que vários players voltarão para elas em breve.

“A situação do Bitcoin, e de outras criptomoedas, é religiosa, não é um investimento. As pessoas acreditam nelas, acreditam que ficarão ricas, e está tudo bem enquanto a música estiver tocando, como disse o ex-presidente do Citybank, todos tem que levantar e dançar, porém quando a música parar, então estaremos em apuros. As pessoas não devem olhar para as criptomoedas como um meio de investimento, é um meio de especulação e divertimento, mas no final você tem que voltar para as ações”, disse Mark Mobius

Como o Bitcoin possui uma das comunidades mais ativas do setor financeiro, não é à toa que seja considerado por algumas pessoas como Mobius.

Conforme o Bitcoin não é uma moeda de curso forçado, bem como não possui nenhuma reserva para marketing, sua divulgação sempre foi feita por pessoas que estudam o projeto e dedicam seu tempo para levar conhecimento para outras.

A música não para

Embora Mobius acredite que “a música irá parar”, o Bitcoin vem crescendo há 12 anos e ainda estamos no começo. A grande maioria das pessoas, no mundo inteiro, ainda não tiveram um primeiro contato com a criptomoeda, bem como não sabem de seus benefícios quando comparado a moedas fiduciárias.

Enquanto o BTC hoje ainda é pouco usado como reserva de valor, ele também tem um amplo futuro como moeda conforme mais pessoas começam a utilizá-lo e aceitá-lo como forma de pagamento.

Com isso, a fala de Mobius, sobre o Bitcoin não ser um investimento, pode estar muito errada. O Bitcoin vem sendo o principal ativo na luta contra a inflação, principalmente em termos de educação financeira, feita por estes “religiosos do Bitcoin” que despendem seu tempo para ajudar outras pessoas.

Compre Bitcoin na Coinext

Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br.



Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Henrique Kalashnikov
Há mais de 5 anos trabalhando com criptomoedas, hoje escrevo artigos e notícias para o Livecoins.
Homem com capacete de alumínio chamando Bitcoin de Fake News

“Bitcoin é lixo, prefiro Shiba Inu e Dogecoin”, diz ex-político holandês

Para um ex-político holandês que ficou rico com Dogecoin, as criptomoedas inspiradas em cachorro DOGE e SHIBA são melhores que o Bitcoin. o Milionário...

Jack Dorsey abandona Twitter e agora pode se dedicar ao Bitcoin

Jack Dorsey, criador do Twitter, abandonou o cargo de diretor executivo da empresa nesta segunda-feira (29). Seu cargo será ocupado por Parag Agrawal que...

Iate virtual é vendido por R$ 3,7 milhões no Metaverso

O setor do Metaverso parece estar ganhando cada vez mais tração nos últimos dias, após a venda de um terreno por R$ 14 milhões...
.

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias