Mastercard quer cartões de Bitcoin parceiros da marca

Programa de parcerias será acelerado, afirmou empresa em comunicado de imprensa!

Siga no
Empresa Mastercard, emissora de cartões
Empresa Mastercard - Foto: Marco Verch

Com o Bitcoin se tornando cada vez mais popular no mundo, a empresa Mastercard tem acompanhado o movimento atenta. Dessa forma, a Mastercard enviou um comunicado de imprensa nessa segunda-feira (20), afirmando que quer mais cartões de empresas ligadas ao Bitcoin no mercado usando sua bandeira.

O posicionamento é certamente importante, uma vez que a Visa tem dominado este setor até aqui. A Visa e Mastercard são algumas das marcas mais famosas a imprimir cartões para empresas e pessoas, de débito e crédito.

Apesar da ideia original de Satoshi Nakamoto, ao criar o Bitcoin, seja a de eliminar intermediários, na verdade, ainda não vingou. Muitos usuários da rede vislumbram que o uso de Bitcoin com cartões seria mais fácil que com as carteiras próprias, além da ilusão da facilidade de conversão para moeda fiduciária.

Mastercard quer incentivar parcerias com empresas ligadas ao Bitcoin para usar cartões com bandeira da marca

O Bitcoin, quando criado em 2009, foi recebido com ceticismo por muitas empresas que operam no mercado financeiro. Uma das empresas que não receberam bem a moeda digital foi a Mastercard.

Isso porque, em 2018, por exemplo, a Visa e Mastercard revisaram suas políticas para compras com Bitcoin. Ao alterar taxas, de acordo com a TechCrunch, as empresas buscavam dificultar a adoção ao Bitcoin que, na prática, é um concorrente de peso.

Em 2019, entretanto, a Mastercard reviu suas políticas em relação às criptomoedas, se unindo ao Facebook no projeto Libra. O audacioso plano da rede social de criar uma criptomoedas, contudo, era um projeto arriscado para a Mastercard, que abandonou a Libra após um tempo.

Em 2020, especificamente na data 20 de julho, a Mastercard afirmou publicamente que quer emitir mais cartões para empresas que trabalham com Bitcoin. Essa mudança de posicionamento rápida pode ter relação com a ascensão do Bitcoin nos últimos anos, que desperta cada vez mais atenção no mundo.

A primeira empresa parceira da Mastercard será a Wirex, que desenvolve uma carteira de criptomoedas. Cabe o destaque que a Wirex está para lançar um cartão com bandeira Visa também, de acordo com seu website.

Motivo do interesse: pesquisas da Mastercard apontaram adoção das criptomoedas em crescimento

Em um comunicado de imprensa, a Mastercard afirmou que estudos da empresa mostram que em alguns países, 20% da população já estaria em criptomoedas. Além disso, nos últimos anos, houve um aumento do interesse no assunto, por consumidores, comerciantes, instituições financeiras, entre outros.

O vice-presidente da Mastercard, Raj Dhamodharan, afirmou que o mercado de criptomoedas tem crescido muito. Raj disse ainda que o trabalho com a Wirex irá ajudar a trazer inovação e acelerar o desenvolvimento dos meios de pagamentos.

O mercado de criptomoedas continua amadurecendo e a Mastercard está avançando, criando experiências seguras para consumidores e empresas na economia digital de hoje

A Mastercard chama seu plano de Crypto Card Partner Program (Programa de Parcerias de Cartão Cripto), e a união com a Wirex representa um marco. Dessa forma, a Mastercard quer adentrar em um mercado praticamente dominado pela Visa, uma de suas principais concorrentes.

De acordo com um levantamento do The Block, a maior parte dos cartões relacionados com Bitcoin são impressos pela Visa. A novidade da Mastercard quer atrair fintechs interessadas em trabalhar no programa e emitir mais cartões de Bitcoin pelo mundo.

A Mastercard está comprometida em aplicar sua inovação, experiência e escala a parceiros emergentes de criptomoedas e moeda digital, construindo ecossistemas globais para modernizar pagamentos e transformar a maneira como as pessoas e as empresas fazem transações.

Gustavo Bertolucci
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.

“Bitcoin pode ​​se decompor completamente”, diz gerente geral do BIS

Em uma palestra sobre "Moedas digitais e o futuro do sistema monetário", o gerente geral do Banco de Compensações Internacionais (BIS), Agustin Carstens, resumiu...

“Se eu fosse legislador, estaria me armando para lidar com o Bitcoin”, diz ex...

O Bitcoin tem muitos elementos que determinam se a moeda teve algum sucesso ou não. Muito além do seu preço, que atualmente está em...

“Miami acredita no Bitcoin”, diz prefeito da cidade após publicar whitepaper

O whitepaper do Bitcoin foi publicado no site oficial da cidade de Miami, nos Estados Unidos. A iniciativa partiu do próprio prefeito da cidade,...

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias

“Se eu fosse legislador, estaria me armando para lidar com o Bitcoin”, diz ex CEO do Goldman Sachs

O Bitcoin tem muitos elementos que determinam se a moeda teve algum sucesso ou não. Muito além do seu preço, que atualmente está em...

“Miami acredita no Bitcoin”, diz prefeito da cidade após publicar whitepaper

O whitepaper do Bitcoin foi publicado no site oficial da cidade de Miami, nos Estados Unidos. A iniciativa partiu do próprio prefeito da cidade,...

CEO da BlackRock elogia o Bitcoin e diz que ele pode ser uma reserva de valor

O CEO da BlackRock, a maior gestora de ativos no mundo, Larry Fink, declarou em uma entrevista para a Bloomberg que "o Bitcoin pode...

Comerciante é preso por lavagem de dinheiro após instalar caixa eletrônico de Bitcoin

Os caixas eletrônicos de Bitcoin, também chamados de ATM são uma ferramenta importante para a adoção da criptomoeda pelo público geral. No entanto, para...

África do Sul quer “mais controle do Bitcoin” após recente caso de pirâmide financeira

O criptomercado é constantemente prejudicado pela ação de diferentes pirâmides financeiras que se tornaram um problema para o mercado. E isso vai muito além...