Início Bitcoin Menor fração de bitcoin está prestes a valer mais que a moeda...

Menor fração de bitcoin está prestes a valer mais que a moeda da Venezuela

-

satoshi de bitcoin pode ultrapassar valor do bolívar soberano

Um satoshi de bitcoin (0.0000001 BTC) está quase valendo mais que o bolívar soberano da Venezuela. Os números revelam que um satoshi poderá valer mais que a moeda fiduciária utilizada no país. Com esta revelação, o bitcoin passaria a ser mais valioso que a moeda do País.

O bitcoin possui oito casas decimais, que fracionam a unidade da criptomoeda em menores valores. Esses valores fracionados do bitcoin também são conhecidas como satoshi. Uma unidade satoshi de bitcoin equivale a menor unidade divisível da criptomoeda. Em breve comparação com o real, seria como se um satoshi fosse igual a um centavo de real brasileiro, por exemplo.

Um bolívar soberano da Venezuela equivale a cerca de 1,3 satoshi

Com a crescente e contínua desvalorização do bolívar, um satoshi de bitcoin está prestes a valer mais que a moeda fiduciária do país sul-americano. A façanha pode acontecer após a Venezuela vive uma momento de profunda crise econômica que assola todo o país. 

A título de comparação atualmente um real brasileiro equivale a 0.000000250 satoshi de bitcoin. Enquanto isso, o bolívar soberano vale ainda menos se for relacionado a criptomoeda. Segundo a cotação atual, uma unidade bolívar soberano da Venezuela vale cerca de 1,3 satoshi de bitcoin. O valor poderá ser ainda menor com poucas possibilidades de crescimento econômico para a Venezuela. Parece que está longe do fim a crise do país vizinho ao Brasil. Indicadores apontam que o bolívar soberano pode se desvalorizar ainda mais em 2019.

É preciso milhares de unidades de bolívares soberanos para comprar coisas na Venezuela. Quando o assunto é o bitcoin, o número de bolívares soberanos aumenta para a casa dos milhões. Para comprar uma unidade de bitcoin seria preciso milhões de bolívares soberanos. Coma desvalorização da moeda da Venezuela, seria preciso de mais de 72 milhões de bolívares para comprar uma unidade de bitcoin atualmente no mercado.

Venezuela vive crise que desvaloriza moeda nacional

Uma pequena unidade de bitcoin pode valer mais que a moeda nacional venezuelana. O país vive uma crise econômica que se arrasta por alguns anos. Com uma inflação recorde que chega em números inimagináveis, a Venezuela vive um momento delicado em sua economia.

Os embargos contra o país de Nìcolas Maduro e a recessão econômica do país parecem aprofundar ainda mais a crise venezuelana. As projeções do Fundo Monetário Internacional (FMI) apontam para uma alarmante desvalorização do bolívar soberano ainda em 2019. De acordo com o (FMI), a inflação moeda fiduciária da Venezuela poderá chegar em 10.000.000% até o final do ano.

Os números do (FMI) até parecem pequenos diante das projeções do próprio Banco Central da Venezuela. O órgão revelou que em abril de 2019 o bolívar soberano já tinha atingido 54.000.000%. Com a inflação crescendo drasticamente na Venezuela, o país já adota notas com valores altos para o bolívar soberano. Os cidadãos já contam com notas de dez, vinte e cinquenta mil bolívares soberanos em circulação no país.

Anúncio

Nexo

Empréstimos na hora por transferência bancária usando sua criptomoeda como garantia sem vendê-la. Ganhe juros de até 8% ao ano em suas Stablecoins.

Comece agora
Curta nossa página no Facebook e também no Twitterpara começar e terminar o dia bem informado. Cadastra-se também na Newsletter para receber em seu e-mail.
Paulo Carvalho
Paulo Carvalho
Jornalista em trânsito, escritor por acidente e apaixonado por criptomoedas. Entusiasta do mercado, ouviu falar em Bitcoin em 2013, mas era que nem caviar, "nunca vi, nem comi, só ouço falar".

Veja também

Diretor jurídico da Unick se entrega e cumpre prisão em casa com tornozeleira eletrônica

Fernando Marques Lusvarghi, diretor jurídico da Unick e dono da SA Capital se entregou para a polícia no último dia 22 (sexta). Ele era...

Mãe e ex-cunhada do “rei do bitcoin” são sequestradas, amarradas e ameaçadas de morte

A mãe e a ex-cunhada do empresário Claudio Oliveira, dono do Grupo Bitcoin Banco – empresa de criptomoedas que deve R$ 616 milhões a...

Prosegur foi atacada por ransomware que pede Bitcoin como resgate

A empresa de segurança Prosegur foi atacada por um ransomware, que pede resgate em Bitcoin. Os softwares da empresa na área de telecomunicações foram...

Justiça de SP determina bloqueio de mais R$ 532,7 mil da Genbit

A Justiça de São Paulo determinou o bloqueio de mais R$ 532,7 mil da Genbit, exchange que promete rendimentos de 5% a 15% mensais,...

Preço do Bitcoin pode ter segundo melhor natal de todos os tempos

O Bitcoin tem visto o natal de 2019 cada vez mais próximo, com seu preço flutuando entre U$ 7,300. Contudo, o que pouca gente...

Receita Federal foi informada de R$ 14 bilhões de operações com criptomoedas no Brasil

De acordo com a Receita Federal do Brasil, segundo informações do G1, mais que R$ 14 bilhões de operações com criptomoedas foram informadas em...

Escreva seu comentário:

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Diretor jurídico da Unick se entrega e cumpre prisão em casa com tornozeleira eletrônica

Fernando Marques Lusvarghi, diretor jurídico da Unick e dono da SA Capital se entregou para a polícia no último dia 22 (sexta). Ele era...

Mãe e ex-cunhada do “rei do bitcoin” são sequestradas, amarradas e ameaçadas de morte

A mãe e a ex-cunhada do empresário Claudio Oliveira, dono do Grupo Bitcoin Banco – empresa de criptomoedas que deve R$ 616 milhões a...

Prosegur foi atacada por ransomware que pede Bitcoin como resgate

A empresa de segurança Prosegur foi atacada por um ransomware, que pede resgate em Bitcoin. Os softwares da empresa na área de telecomunicações foram...

Justiça de SP determina bloqueio de mais R$ 532,7 mil da Genbit

A Justiça de São Paulo determinou o bloqueio de mais R$ 532,7 mil da Genbit, exchange que promete rendimentos de 5% a 15% mensais,...