Militares apreendem máquinas de minerar Bitcoin na Venezuela

Regulamentação do país permite a mineração, desde que mineradores obtenham licença para operar máquinas.

Siga no
Máquinas de minerar Bitcoin presas
Máquinas de minerar Bitcoin presas

Militares na Venezuela apreendem várias máquinas de mineração de Bitcoin após uma operação da Guarda Bolivariana identificar suspeitos de uma considerada facção criminosa no país.

Na Venezuela, a mineração de Bitcoin é uma atividade permitida por lei, com a divisão Sunacrip sendo a responsável por fiscalizar o setor. Contudo, antes de ligar qualquer equipamento, os mineradores devem legalizar as máquinas, deixando claro os endereços das fazendas e a quantidade de equipamentos utilizados.

A intenção do governo de Nicolás Maduro na Venezuela é criar uma válvula de escape aos embargos dos EUA. Vale o destaque que os EUA não reconhecem Maduro como o presidente oficial da Venezuela.

No país, até uma corretora de criptomoedas estatal já foi criada para permitir negociações entre a população.

Militares apreendem cerca de 400 máquinas de minerar Bitcoin na Venezuela

De acordo com o portal venezuelano Últimas Notícias, 411 máquinas de mineração de Bitcoin foram apreendidas por militares da Venezuela no último final de semana.

“A Guarda Nacional Bolivariana apreendeu 411 máquinas usadas para a extração eletrônica da moeda virtual Bitcoin, segundo fontes militares.”, disse o portal de notícias

Na primeira ação da polícia, no Cuatricentenario, na cidade Barinas, foram localizadas em uma casa 79 máquinas Innosilicon T2, e atribuídas ao chamado grupo Los Mineiros, sendo considerado pela Guarda Nacional Bolivariana um grupo ilegal.

Durante a batida na residência, três pessoas que estavam no local acabaram presas e levadas para delegacia.

Outra operação foi conduzida no município de Agua Blanca, no estado Portuguesa. No local, dentro de um veículo Ford Cargo 1721, foram encontrados mais 332 máquinas de mineração de Bitcoin.

Os equipamentos, 56 da marca Innosilicon, 136 Antminers e 140 AladdinMiner foram apreendidos. O motorista do caminhão também foi detido pela polícia na ocasião.

O Ministério Público da Venezuela foi notificado de ambas as operações policiais envolvendo Bitcoin. Como os equipamentos não estavam regularizados, ficará a cargo da Sunacrip dar uma providência para as máquinas de mineração.

Repressão a mineração ilegal na Venezuela acontece com frequência

Vale o destaque que essa não é a primeira operação contra mineração ilegal de Bitcoin na Venezuela. Em julho de 2020, 315 máquinas de mineração foram apreendidas, todas da marca Bitmain.

Além disso, em novembro de 2020, o exército venezuelano começou a minerar Bitcoin, sendo o primeiro do mundo na atividade. Com vários embargos impostos pelos Estados Unidos, as criptomoedas seriam uma das maneiras que o país encontrou para voltar a negociar no mercado internacional, visto que sua moeda digital nacional, a Petro, carece de confiança até pela própria população.

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.
Bitcoin e bandeira da China

China quer criar imposto sobre Bitcoin e coloca em dúvida banimento

O governo da China planeja criar um imposto para corretoras de Bitcoin que operam no país, colocando em dúvida o banimento de transações de...
Bitcoin em alta. Imagem: ShutterStock

Bitcoin rompe alta histórica e é negociado acima dos 65 mil dólares

Com um mercado otimista em relação a questões regulatórias, o preço do Bitcoin rompeu a sua máxima histórica de 64.895 dólares registrada em abril...

Criptomoeda “promissora e fora do radar” desaparece com R$3 milhões dos investidores

Golpes envolvendo arrecadação de dinheiro e então um abandono do projeto são bem comuns, mas a CryptoEats foi além. A falsa empresa usou influenciadores...
.

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias