Mineração de Bitcoin chega ao Círculo Polar Ártico

O data center já foi contratado por empresas da Suíça, Estados Unidos, China e Japão.

Siga no

A mineração de bitcoins chegou a um dos lugares mais frios do planeta, o Círculo Polar Ártico. De acordo com a Bloomberg, uma empresa russa está construindo uma nova fazenda de mineração com mais de 360 equipamentos ASIC. A mineradora será instalada em uma zona industrial de Norilsk, território da península de Taymyr.

De acordo com a reportagem, os equipamentos consumirão 11,2 megawatts de energia para realizar a atividade de mineração, e a empresa pretende expandir a capacidade para 31 megawatts até o final de 2021.

Norilsk tem temperaturas de até -40 graus Celsius, tornando-o um dos lugares mais frios do planeta.

O modelo de negócio da fazenda de mineração será do tipo “hosting”. Isso é, a empresa vai alugar o espaço para que clientes instalem seus próprios equipamentos, cobrando apenas pelo consumo de eletricidade.

Diversos clientes já estão contratando o aluguel do espaço e a empresa pretende atender clientes do mundo todo.

A cidade russa é famosa por suas baixas tarifas de eletricidade, que não ultrapassam US $ 0.04 por quilowatt / hora.

Nesse sentido, os  clientes que alugarem o espaço podem economizar consideravelmente nas despesas com mineração. Já que os dois maiores custos operacionais do processo são resfriamento e eletricidade.

Empresa fez escultura de bitcoin feita com sucata. Imagem: Bloomberg
Empresa fez escultura de bitcoin feita com sucata. Imagem: Youtube

Governo está ajudando empresa a construir fazenda de mineração

A fazenda de mineração está sendo construída em terras que  pertencem à Nornickel Company, uma empresa de mineração e fundição que está explorando o uso da blockchain em seu mercado.

As operações da empresa estão sob os auspícios do governo local. Alexander Pestryakov, presidente do conselho da cidade, disse que a construção da fazenda de mineração é “apenas o começo de uma nova realidade digital” para a cidade.

Ele disse também que a nova fazenda de mineração pode atrair mais investimentos para a cidade e se tornar o motor financeiro da região.

Levando em consideração que a eletricidade da cidade é muito barata e seu clima é favorável à mineração, o território pode atrair a atenção do mercado asiático.

A empresa contratou pessoas da região que foram treinadas sob a supervisão de uma equipe já experiente com a atividade. A fazenda agora tem 15 funcionários trabalhando no local.

Norilsk
Norilsk

Mineradores do mundo todo podem migrar para empresa russa

Um porta-voz da empresa disse que cerca de 150 equipamentos de mineração estão a caminho de Norilsk. O data center já foi contratado por empresas da Suíça, Estados Unidos e Japão. Ele destacou que já está atendendo a um primeiro cliente da China, que tem interesse em transferir seus equipamentos para o Ártico.

Embora o nome do cliente não tenha sido revelado, a empresa disse que já está trabalhando na logística para transferir os equipamentos do cliente que atualmente tem uma fazenda de mineração na província de Sichuan, na China.

Ele afirmou que os mineradores chineses costumam migrar de região quando as taxas de eletricidades ficam mais altas. Assim, a empresa quer se tornar um lugar atraente para os chineses que estão em busca de territórios adequados para a mineração de bitcoins.

A Rússia tem se destacado nos últimos anos por causa de suas fazendas de mineração inovadoras, criando algumas das maiores instalações do mundo. A instalação da fazenda no Círculo Polar Ártico mostra como o país quer dominar a indústria de mineração.

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Livecoins
Livecoins
Livecoins é um portal de blockchain e criptoeconomia focado em notícias, artigos, análises, dicas e tutoriais.
ICP Internet Computer

O que é a “Internet Computer”? Criptomoeda já nasce no top 5 do mercado

Uma nova criptomoeda surpreendeu o mercado nesta terça-feira (11), ao alcançar a oitava posição em valor de mercado. Criada há alguns anos, o projeto...

Token Shiba Inu prejudica Ethereum, diz especialista

O fenômeno das criptomoedas meme, como a Shiba Inu, por exemplo, atrapalha o funcionamento da rede Ethereum. A análise foi feita pelo especialista em...
Mercado Livre. Imagem: Reprodução

Alguém criou uma criptomoeda chamada “Mercado Livre”

Mercado Livre entrou para história ao se tornar a primeira empresa de capital aberto sul-americana a investir em Bitcoin como reserva de valor. Aproveitando...

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias