Moda das criptomoedas está chegando ao fim, diz Nassim Taleb

Nassim Taleb é um escritor, matemático e ex-operador financeiro, e também é conhecido globalmente por ser um dos maiores críticos do Bitcoin e das criptomoedas em geral.

Nassim Nicholas Taleb — autor do livro “A lógica do Cisne Negro” — voltou a criticar o mercado de criptomoedas, afirmando que a moda do bitcoin começou a desaparecer porque outra moda está ganhando atenção.

De acordo com Taleb, a popularidade das criptomoedas está ‘morrendo’ devido à nova ‘paixão’ dos jovens: Inteligência Artificial (IA). No entanto, ele também não foi otimista com a IA, descrevendo-a como uma “paixão” temporária.

“A moda das criptomoedas está começando a desaparecer, já que muitos daqueles jovens adultos fantasiosos que gostam de brincar com computadores nos porões de suas mães agora estão se apaixonando por IA. Você precisa de outra paixão para substituir uma paixão: Com um novo sucessor, todo amor é vencido.” disse Taleb.

Bitcoin já “morreu” mais de 470 vezes

Nassim Taleb é um escritor, matemático e ex-operador financeiro, e também é conhecido globalmente por ser um dos maiores críticos do Bitcoin e das criptomoedas em geral.

Em publicações postadas no Twitter praticamente todos os dias, Taleb expressa preocupações sobre a natureza especulativa do Bitcoin e sua volatilidade, afirmando que a criptomoeda não possui utilidade e não é uma proteção contra incertezas econômicas.

Ele também critica a mentalidade de “hodl” (conservar e não vender a criptomoeda) que alguns entusiastas do Bitcoin têm, alegando que pode ser uma estratégia arriscada.

No entanto, em resposta a seu último tweet, alguns usuários lembraram Taleb que o bitcoin já morreu mais de 470 vezes desde que foi criado, e acrescentaram que o Bitcoin multiplicou de valor mais de 1000 vezes desde a primeira vez que o escritor criticou a moeda digital.

Tal afirmação tem como base o site “Bitcoin Obituaries”, que reúne uma lista de notícias, artigos e declarações de personalidades financeiras, especialistas e mídia que, em algum momento, previram o colapso ou a “morte” iminente do Bitcoin.

O termo “obituaries” (obituários, em português) é usado de forma irônica pelo site, uma vez que as previsões não se concretizam e o Bitcoin continua a existir e ganhar adoção.

Bitcoin Obituaries
Bitcoin Obituaries

O site foi criado para destacar as críticas frequentes enfrentadas pelo Bitcoin ao longo dos anos, apontando para a natureza resiliente da criptomoeda.

Desde o seu lançamento em 2013, o Bitcoin Obituaries tem coletado e arquivado as previsões fracassadas, servindo como uma espécie de lembrança do histórico de ceticismo em relação ao Bitcoin.

A ideia por trás do site é demonstrar que, apesar das muitas críticas e previsões negativas ao longo do tempo, o Bitcoin continua a se fortalecer e a atrair interesse e adoção em todo o mundo.

No primeiro semestre de 2023, por exemplo, o Bitcoin já foi dado como morto por sete vezes por especialistas. O número é baixo, bem longe do recorde anual de 124 ‘mortes’ de 2017. De qualquer forma, mostra que até mesmo grandes analistas podem estar errados.

$100 de bônus de boas vindas. Crie sua conta na maior corretora de criptomoedas do mundo e ganhe até 100 USDT em cashback. Acesse Binance.com

Siga o Livecoins no Google News.

Curta no Facebook, TwitterInstagram.

Entre no nosso grupo exclusivo do WhatsApp | Siga também no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.

Gustavo Bertolucci
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.

Últimas notícias

Bitcoin 2024

Últimas notícias