Navegador Opera lança carteira de stablecoins para usuários

Novo serviço permitirá transferências rápidas de stablecoins em toda a África para uma experiência de pagamento móvel de alta qualidade, além de combinar a conveniência da Web2 com o poder da Web3.

O navegador Opera lançou o MiniPay, uma carteira de criptomoedas baseada na blockchain Celo. Integrado diretamente no navegador Opera Mini, o MiniPay diz que tornará mais fácil e acessível para os indivíduos em toda a África adquirir e enviar ou receber stablecoins — simplesmente usando números de telefone celular.

Usando a infraestrutura da Celo, o Opera promete estabelecer um novo padrão na experiência de carteira para o consumidor, com foco inicial em pagamentos ponto a ponto (P2P) rápidos com stablecoins.

A Opera projetou e construiu o MiniPay em colaboração com a Fundação Celo, permitindo transferências rápidas de stablecoin de carteira para carteira com taxas abaixo de um centavo usando números de telefone celular e fácil adesão com backup automático de carteira por meio do Google.

Tudo isso, enquanto enfrenta algumas das principais barreiras que permitem uma transição suave da Web2 para a Web3 para usuários que procuram uma maneira mais confiável de armazenar e enviar fundos usando stablecoins.

Criação de carteira de stablecoins no Opera usa recursos de credenciais do Google

Com um processo de adesão fácil ligado às credenciais do Google, o MiniPay garante que cada usuário experimente transferências de ativos digitais rápidas e uma introdução tranquila às transações da Web3.

Em contraste, muitas carteiras não custodiadas exigem que os usuários tenham conhecimento em criptomoedas. O motivo mais comum pelo qual as pessoas perdem seus ativos digitais são as complexidades em torno da gestão de chaves.

Assim, o objetivo do MiniPay é tornar as carteiras descentralizadas intuitivas para que usuários de todos os níveis de experiência possam realizar transações. Ao fazer o backup automático das chaves do usuário em seu próprio Google Drive, o MiniPay permite aos usuários recuperar sua carteira se perderem o telefone ou se simplesmente reinstalarem o aplicativo.

A base da carteira é construída com base em velocidade, confiabilidade e inclusão financeira, tornando-a uma ferramenta indispensável para usuários em toda a África.

A Opera simplifica isso integrando-se aos principais parceiros do mercado que suportam métodos de pagamento locais, como Recarga de Celular, MPesa, Transferência Bancária ou Cartões.

O MiniPay é uma carteira não custodial, o que significa que não utiliza nenhum sistema bancário tradicional e depende de parceiros locais para que os usuários possam adicionar e retirar stablecoins de suas carteiras para sua moeda local.

O serviço também suportará o padrão FiatConnect da Celo, que possui um número crescente de parceiros integrados e melhorará ainda mais a experiência de entrada e saída de dinheiro globalmente.

Início da carteira de stablecoins chegará na Nigéria e depois se espalhar para todos os países africanos

A adoção de criptomoedas na África é um dos principais movimentos da comunidade de criptomoedas. Isso porque, a população local sofre com a falta de acesso a bancos e o dinheiro emitido pelos bancos centrais estão entre os piores do mundo na região.

Estamos empolgados em apresentar o MiniPay, uma parceria de ponta entre a Opera e a Fundação Celo que aborda preocupações existentes sobre como os pagamentos são feitos na região. Usuários na Nigéria, Quênia, Gana e África do Sul indicaram que existem preocupações persistentes com altas taxas, tempos de serviço não confiáveis, falta de transparência no progresso das transações e falta de acesso a dados móveis. Essa parceria representa, portanto, um momento crucial no mundo das finanças digitais, com a capacidade de enviar, receber e, em última análise, ganhar dinheiro de forma livre de permissões“, disse Jørgen Arnesen, EVP Mobile da Opera, em nota ao Livecoins.

Poucas empresas têm a abrangência global, insights locais e capacidades técnicas que a Opera traz para o ecossistema da Celo; estou empolgado em trabalhar ainda mais de perto com sua equipe no que vejo como um componente fundamental para ajudar a realizar a missão da Celo em grande escala“, disse Rene Reinsberg, Celo Co-Fundador e Presidente da Fundação Celo. “Ao integrar a carteira não custodial MiniPay diretamente no popular navegador Opera Mini, novos e antigos usuários terão acesso a uma experiência verdadeiramente perfeita com transações rápidas e transparentes na blockchain da Celo e serão apresentados a dApps e projetos construídos na Celo que proporcionam benefícios significativos para as pessoas em suas vidas cotidianas – este é o caso de uso ‘matador’ pelo qual a indústria Web3 tem esperado“, completou.

O MiniPay deverá chegar primeiramente na Nigéria, país com grande adoção de criptomoedas no continente africano. Após isso, deverá se espalhar para outros países.

$100 de bônus de boas vindas. Crie sua conta na maior corretora de criptomoedas do mundo e ganhe até 100 USDT em cashback. Acesse Binance.com

Siga o Livecoins no Google News.

Curta no Facebook, TwitterInstagram.

Entre no nosso grupo exclusivo do WhatsApp | Siga também no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.

Gustavo Bertolucci
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.

Últimas notícias

Bitcoin 2024

Últimas notícias