Nova série da Netflix fala sobre golpes com criptomoedas

"Por que continuamos caindo na mesma lábia?" é a pergunta que fundamenta o primeiro episódio da série.

Siga no
Explicando... Dinheiro. Imagem: Divulgação Netflix
Explicando... Dinheiro. Imagem: Divulgação Netflix

Golpes existem no mundo até mesmo antes de Adão morder a maçã, diz a nova série da Netflix que fala sobre dinheiro e fraudes que o rondam.

Com o lançamento de 5 episódios nesta segunda-feira (17), a série “Explicando… Dinheiro” tem temas sobre “Enriqueça Rápido”, “Cartões de Crédito”, “Financiamento Estudantil”, “Apostas” e “Aposentadoria”.

Além das famosas pirâmides, o primeiro episódio da série explorou os golpes de pump e dump com criptomoedas, fraudes de pagamentos adiantados e vários outros. Para quem já caiu em golpes similares, o episódio apresenta conceitos importantes para evitar ser pego novamente.

Netflix libera cinco episódios de série “Explicando… Dinheiro”

Talvez você não tenha caído em um esquema de pirâmide financeira, mas pode conhecer alguém que tenha. Isso porque, os golpes são comuns no Brasil e no resto do mundo.

De acordo com a nova série da Netflix, essa modalidade de golpes se aproveita de momentos de vulnerabilidades das vítimas para atacar. Dessa forma, desde 1920, quando Charles Ponzi inventou os “golpes por filiação”, as pirâmides financeiras fazem vítimas.

A série da Netflix mostrou casos conhecidos como o da OneCoin e Bitconnect, golpes que fizeram vítimas até no Brasil. Os dois esquemas são considerados um dos maiores do mundo envolvendo criptomoedas.

Golpes de pump e dump com criptomoedas também foram destaques

Outro golpe com criptomoedas que chamou atenção no primeiro episódio da famosa série da Netflix são os chamados pump e dump. Essa fraude financeira costuma acontecer em comunidades de investidores, onde os golpistas costumam recomendar “investimentos promissores” para suas vítimas.

Ao se posicionar em um ativo, normalmente sem valor, os golpistas esperam que compradores surjam, levando o preço de uma determinada criptomoeda à uma alta repentina. Quando o movimento acontece, os golpistas são os primeiros a vender suas posições, deixando os seguidores no prejuízo.

A produção original da Netflix diz que há muita impunidade no setor, não apenas no mercado de criptomoedas. Além disso, diz a série, o Brasil é um dos piores países para se confiar em uma pessoa, de acordo com dados do Our World in Data.

Em série Explicando Dinheiro na Netflix, Brasil aparece nas piores posições em nível de confiança em outras pessoas
Em série Explicando Dinheiro na Netflix, Brasil aparece nas piores posições em nível de confiança em outras pessoas/Netflix

De fato, as pirâmides financeiras com criptomoedas atacaram o Brasil nos últimos anos, levando várias famílias a ruína.

Dessa forma, os novos episódios da série prometem ajudar novos investidores a entender mais sobre dinheiro, e principalmente evitar golpes.

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.

DeFi: três setores de grande potencial

De acordo com dados da Messari, o volume trimestral das Corretoras Descentralizadas (DEXs) no final do segundo trimestre de 2021 foi de R$ 2...
Criptomoeda Tether com sinais vermelhos

Michael Burry faz alerta sobre criptomoeda Tether

O lendário trader Michael Burry compartilhou em seu Twitter que a criptomoeda Tether pode estar no meio da confusão da Evergrande na China. Vale notar...
Dedo encostando em aplicativo da Binance

Binance está sendo investigada por manipulação de mercado, diz Bloomberg

A maior corretora de criptomoedas do mundo, Binance, está sendo investigada nos Estados Unidos por suposta manipulação de mercado e inside trading, de acordo...

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias