Nova atualização do Bitcoin mobilizou mais de 100 pessoas

Muito trabalho na principal moeda digital do mundo!

Siga no
Olho com Bitcoin
Olho com Bitcoin

O Bitcoin é uma moeda digital descentralizada, ou seja, possui muitas pessoas que desenvolvem e preocupam com o futuro desta. Uma nova atualização lançada no dia 24, mobilizou mais que 100 desenvolvedores de Bitcoin, com cerca de 550 modificações.

Nova atualização realizou correção de bugs e trouxe melhorias ao Bitcoin

O Bitcoin Core, responsável pelas alterações no código do BTC, soltou uma nova atualização no dia 24. O anúncio foi da versão 0.19.0.1 do Bitcoin.

No documento, há a informação de que ampliaram as traduções dos conteúdos da moeda digital. Ou seja, mais pessoas do mundo poderão ler sobre Bitcoin em seus idiomas nativos. No site Bitcoin.org, o idioma PT-BR faz parte dos 14 idiomas já 100% traduzidos pela comunidade.

Além disso, houve uma série de correção de bugs e melhorias de desempenho. A nova versão é compatível com Linux, macOS 10.10+, Windows 7 ou mais novos.

Uma das principais mudanças talvez seja nas carteiras de Bitcoin oficiais. O padrão de endereços passa a ser formato Bech32, ou seja, o Bitcoin Core aumenta a adoção a tecnologia Segwit. Para quem ainda quiser receber Bitcoin no formato de endereço antigo, deverá desmarcar a opção de suporte ao Bech32.

A nova atualização foi lançada após problemas no lançamento da versão 0.19.0, que não aconteceu. A 0.19.0.1 mobilizou mais que 100 pessoas e cerca de 550 alterações foram realizadas.

Proteção contra ataques de particionamento do Bitcoin foi ampliada

Por ser uma rede peer-to-peer, o Bitcoin está sujeito a ataques chamados de particionamento. Essa vulnerabilidade abre uma porta para ataques de gasto duplo, caso o ataque de particionamento seja bem-sucedido.

Com a nova atualização, o Bitcoin Core buscou implementar uma correção ao ataque de particionamento. De fato, além de ser eficiente no combate, ainda não ocupará tanta memória dos nós. O Core afirmou que a partir da versão 0.19.0.1, os ataques deste tipo serão muito mais difíceis de acontecer.

Filtros Bloom foram desativados para dar mais privacidade para “carteiras leve”

Em outro ponto, o Core afirmou que desativou os chamados Filtros Bloom, que colocavam a privacidade em risco. A privacidade de carteiras de Bitcoin mais leves, como as mobile, por exemplo, tinham o risco de serem expostas. Com a nova atualização, o problema pode desaparecer, sendo opcional o uso desses filtros pelos usuários.

A sugestão que substitui os filtros bloom está presente no BIP 158, ou seja, para carteiras leves há uma alternativa mais privada. Cabe o destaque que as carteiras deverão resolver essas alterações em seus ambientes para apresentar as novidades aos seus usuários.

Outras atualizações menores foram realizadas na 19.ª atualização do Bitcoin. Em resumo, após 11 anos desde seu lançamento, o Bitcoin continua a ter grande desenvolvimento realizado pela comunidade. A segurança da rede, das transações e da privacidade foram alguns dos pontos principais da nova atualização.

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Leia mais sobre:
Gustavo Bertolucci
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.

“Os Simpsons” faz previsão sobre o Bitcoin, seriado vai prever o futuro de novo?

Os Simpsons é a série de televisão mais longa da historia e uma das animações mais reconhecidas do mundo. Mas ela possui uma outra...

Investidores encontram Rodrigo Marques, fundador da Atlas Quantum

Depois de quase dois anos desaparecido, Rodrigo Marques, o fundador da Atlas Quantum, foi encontrado morando em um condomínio de luxo em São Paulo. Marques...

Governo Biden vê ameaça potencial do Yuan digital da China

O governo dos Estados Unidos está monitorando o desenvolvimento da moeda digital da China, o Yuan digital. A equipe de Biden está preocupada com...

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias