Novo celular blockchain Exodus será lançado até o final de 2019

Empresa HTC trabalha em nova versão de aparelho mais integrado a tecnologia blockchain.

-

Siga no
Anúncio

Em breve uma nova versão do smartphone Exodus chegará ao mercado. O telefone é baseado na tecnologia blockchain e foi desenvolvido pela HTC. A primeira versão do Exodus chegou ao mercado no final de 2018, como um dos primeiros celulares blockchains a ser lançado em todo o mundo.

Atualmente existem dois projetos conhecidos voltados para celulares baseados na tecnologia blockchain. Além da empresa HTC, a Sirin Labs é outro negócio que desenvolve aparelhos telefônicos integrados a tecnologia blockchain, apresentado através do modelo Finney.

Novo modelo chegará no mercado em 2019

Pensando em integrar cada vez mais a blockchain no celular, um novo modelo Exodus deverá ser entregue ao mercado pela HTC até o final de 2019, segundo Phil Chen.

Anúncio

O vice-presidente da empresa anunciou as melhorias que devem conter no novo dispositivo. A HTC trabalha na integração de outros serviços que não eram ofertados através da tecnologia blockchain no primeiro aparelho lançado. Entre essas mudanças estão aplicativos relacionados ao envio de mensagens, navegação na internet e redes sociais.

Com o anúncio, o novo aparelho deverá apresentar mais recursos que utilizem a tecnologia blockchain. Na primeira versão do Exodus, além de uma carteira para criptomoedas, o aparelho suporta aplicativos descentralizados. Outro anúncio realizado sobre o novo dispositivo a ser lançado no mercado diz respeito a velocidade do smartphone.

Chen declarou que conexões diretas devem ser estabelecidas em busca de mais velocidade para o aparelho. Isso significa que menos dados deverão ser verificados através de serviços de nuvem, que podem atrapalhar o desempenho do celular.

Primeira versão do Exodus foi lançada no final de 2018

A tecnologia blockchain ainda é pouco explorada em smartphones. Um processador descentralizado pode significar, além de privacidade, vários sistemas monetizados que rendem recompensas em criptomoedas. De redes sociais à navegadores de internet, existem diversos aplicativos descentralizados que podem compor dispositivos voltados para essa tecnologia.

Em maio de 2018 a HTC anunciou oficialmente o lançamento da primeira versão do Exodus. O anúncio do celular blockchain aconteceu através do evento Consensus. Em maio de 2018 a empresa apresentou o projeto do que seria o dispositivo lançado meses depois no mercado.

A primeira versão do Exodus traz uma carteira para criptomoedas integrada ao aparelho telefônico. Embora seja considerado um celular blockchain, nem todas as funções do smartphone acontecem através desta tecnologia.

Siga o Livecoins no Google News para receber nossas notícias em tempo real.
Curta nossa página no Facebook e também no Twitter.
Receba também no email se cadastrando em nossa Newsletter.
Paulo Carvalho
Paulo Carvalho
Jornalista em trânsito, escritor por acidente e apaixonado por criptomoedas. Entusiasta do mercado, ouviu falar em Bitcoin em 2013, mas era que nem caviar, "nunca vi, nem comi, só ouço falar".

Leia mais

Verificador de saldo de endereços bitcoin

Verifique o Saldo de Endereços Bitcoin

O Verificador de Saldo de Endereços Bitcoin já está disponível. Desenvolvido no Brasil, o aplicativo permite verificar facilmente o saldo de diversos endereços bitcoin...
ONU (Nações Unidas, Blockchain e Bitcoin)

USP participou na ONU de Blockchain Central UNGA

O estado de São Paulo foi representado na 75.ª Assembleia Geral da ONU na última semana, e com a participação da USP em um...
Hacker. Imagem: Cortesia Pixabay

Corretora de criptomoedas perde R$ 1 bilhão após ser hackeada

A KuCoin, uma das maiores corretoras de criptomoedas do mundo perdeu US $ 200 milhões (R$ 1.1 bi) após ser hackeada. O ataque aconteceu...

Últimas notícias

USP participou na ONU de Blockchain Central UNGA

O estado de São Paulo foi representado na 75.ª Assembleia Geral da ONU na última semana, e com a participação da USP em um...

Corretora de criptomoedas perde R$ 1 bilhão após ser hackeada

A KuCoin, uma das maiores corretoras de criptomoedas do mundo perdeu US $ 200 milhões (R$ 1.1 bi) após ser hackeada. O ataque aconteceu...

Grande banco dos EUA é acusado de participação em golpe com criptomoedas

O esquema de pirâmide OneCoin foi o maior esquema ponzi recente, sumindo com bilhões de clientes, levando a prisões e até mesmo a uma...