Brasileiro alerta sobre Bitcoin vendido pelo Nubank: “Bitcoin de mentira”

Custódia de bitcoin é um tema sensível após o fim da FTX e empresas que não permitem saques são pressionadas no Brasil.

Parte da comunidade do bitcoin no Brasil ligou o alerta contra a venda de criptomoedas oferecia pelo Nubank, que não permite saques e depósitos de ativos digitais. Assim, quem compra um “pedacinho” de criptomoeda no banco digital enfrenta problemas quando precisa realizar pagamentos com moeda digital.

Isso porque, o bitcoin é uma criptomoeda muito comum como meio de pagamento pela internet. São vários os sites que oferecem promoções para quem paga utilizando o novo meio de pagamento digital.

Contudo, desde que lançou sua operação no mercado cripto, o Nubank é uma das empresas que não permite essa interação.

Brasileiro faz alerta sobre venda de Bitcoin praticada pelo Nubank

Na última quinta-feira (24), a comunidade do Bitcoin no Brasil percebeu um problema. Em publicação realizada pelo Twitter, Seiiti Arata disse que vende um curso e oferece descontos para quem paga com bitcoin.

Como promoção de Black Friday, ele deu descontos nos produtos para quem comprar com Bitcoin.

O problema, contudo, é que quem tem bitcoin no Nubank, não pode usar a moeda digital para fazer pagamentos, já que o bitcoin não pode ser sacado da plataforma do banco. De acordo com o alerta de Arata, a venda de criptomoedas do Nubank é um desserviço.

“Clientes meus desejam fazer compra da oferta Black Friday que é só para quem paga em BTC. E daí simplesmente não conseguem USAR os bitcoins que acreditam ter comprado.”

Após o desabafo, muitos que viram a publicação comentaram que os clientes já sabiam que a compra na instituição seria assim. Quando o Nubank começou a liberar a compra e venda de criptomoedas, contou com apoio da empresa Paxos para fazer a custódia.

Desde o início, o banco disse que não iria liberar saques, e nem receber depósitos de bitcoin. Outras empresas no Brasil adotaram o mesmo modelo de negócios, mas os especialistas do setor começaram a questionar a prática.

Custódia em corretoras passa por momento delicado

A razão para o alerta contra a venda de bitcoin pelo Nubank é que no momento a custódia é um dos temas em alta no setor.

Com o fim da FTX – que alegou ter custódia das criptomoedas dos clientes, mas um dia depois travou os saques – muitos querem criar suas próprias carteiras e guardar suas moedas digitais com segurança.

Para o perfil que fez o alerta no Brasil, o Nubank não vende bitcoin de verdade, mas apenas um produto financeiro sintético.

O que diz o Nubank?

Em nota enviada ao Livecoins, o Nubank declarou que explora constantemente funcionalidades em seus produtos. A custódia das moedas compradas em sua plataforma, reforçou, é custodiada pela Paxos.

“O Nubank constantemente explora oportunidades para desenvolver ou implementar novas funcionalidades em seus produtos. No presente momento, a experiência Nubank Cripto permite a compra – a partir de R$ 1,00 (um real) –, venda e manutenção de Bitcoin e Ethereum em fluxo livre de complexidade e seguro com o objetivo de democratizar este mercado a milhões de brasileiros interessados em dar os primeiros passos.

As criptomoedas compradas em nossa plataforma são custodiadas pela Paxos, provedor líder de infraestrutura de blockchain que garante a proteção global dos ativos dos clientes pelos principais reguladores de ativos digitais. O Nubank já registrou mais de 2 milhões de clientes que fizeram pelo menos uma compra de criptomoeda na experiência do Nubank”.

$100 de bônus de boas vindas. Crie sua conta na maior corretora de criptomoedas do mundo e ganhe até 100 USDT em cashback. Acesse Binance.com

Siga o Livecoins no Google News.

Curta no Facebook, TwitterInstagram.

Entre no nosso grupo exclusivo do WhatsApp | Siga também no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.

Gustavo Bertolucci
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.

Últimas notícias

Bitcoin 2024

Últimas notícias