Maior plataforma de NFTs do mundo demite 20% de seus funcionários

Segundo o CEO, a redução da força de trabalho ajudaria a OpenSea a manter sua posição e fortalecer seu crescimento sob muitos anos de condições de mercado instáveis, pelo menos cinco anos com o valor atual.

Celular com logotipo da OpenSea sobre catalogo de NFTs.
OpenSea, maior mercado de NFT.

O inverno das criptomoedas é um problema não só para os investidores, mas também para diferentes companhias ligadas a essa indústria. A OpenSea, a primeira e maior plataforma de vendas de NFTs do mundo também parece estar sentindo esse momento de queda, tendo que demitir boa parte do seu quadro de funcionários.

Em um recente comunicado de Devin Finzer, a OpenSea divulgou que reduziu o seu time em cerca de 20%, uma decisão anunciada para a equipe através do Discord, de forma bem profissional.

“Olá a todos, nós tomamos uma triste e difícil para reduzir o tamanho da nossa equipe em 20%, e hoje estamos dizendo adeus para muitos dos nossos amigos e membros da equipe OpenSea.”

Na nota, o CEO da OpenSea, explica o motivo da decisão, afirmando que ela vem de um momento de problemas para o criptomercado como um todo e vem prejudicando diferentes companhias.

O comunicado diz que a OpenSea se preparou para um “Inverno” considerando a natureza cíclica do criptomercado, mas que no momento há uma combinação única pairando na indústria.

“Nós passamos pelo inverno antes e nós construímos a companhia com a natureza cíclica do criptomercado em mente (…) No entanto, a realidade é que entramos em uma combinação sem precedentes do inverno cripto com uma instabilidade ampla da macroeconomia e nós precisamos preparar a companhia pela possibilidade de uma queda prolongada.” , diz o comunicado.

Segundo o CEO, a redução da força de trabalho ajudaria a OpenSea a manter sua posição e fortalecer seu crescimento sob muitos anos de condições de mercado instáveis, pelo menos cinco anos com o valor atual.

Os funcionários não foram demitidos sem nenhum tipo de apoio, Finzer afirmou que a empresa oferecerá aos colaboradores “indenizações generosas, que incluem cobertura de plano saúde até 2023 e aquisição acelerada de capital para aqueles que não atingiram a sua meta.”

Vale mencionar que a OpenSea não deixou claro a quantidade de funcionários demitidos, mas em seu LinkedIn a empresa dizia ter cerca de 769 trabalhadores, o que representa mais de 150 funcionários que perderam emprego.

As demissões começaram a afetar o criptomercado nas últimas semanas, com plataformas como o BlockFi demitindo seus funcionários e também a Coinbase.

Esses são sinais do período complicado em que as criptomoedas estão, com os recentes colapsos causando uma onda de repercussões que vão muito além dos investidores e afetam o setor de diferentes formas.

Compre Bitcoin na Coinext

Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br.



Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Matheus Henrique
Fã do Bitcoin e defensor de um futuro descentralizado. Cursou Ciência da Computação, formado em Técnico de Computação e nunca deixou de acompanhar as novas tecnologias disponíveis no mercado. Interessado no Bitcoin, na blockchain e nos avanços da descentralização e seus casos de uso.

Últimas notícias