Pai e filho são presos por golpe de R$ 50 milhões com criptomoedas

Brandon Austin já havia se declarado culpado em abril deste ano sobre as acusações de lavagem de dinheiro, crime cuja pena máxima pode chegar a 20 anos. Além disso, ele também fez um acordo para restituir as perdas de suas vítimas.

O Departamento de Justiça dos EUA anunciou a prisão Eugene “Hugh” William Austin Jr nesta quinta-feira (12). O americano de 60 anos está sendo acusado de executar um golpe de US$ 10 milhões envolvendo criptomoedas.

Seu cúmplice no esquema era seu filho, Brandon P. Austin, de 27 anos, que já havia se declarado culpado em abril deste ano nos tribunais americanos.

Outro detalhe que chamou atenção do anúncio do DoJ foi a frequência de prisões ligadas a golpes com criptomoedas. Apenas nesta semana, o Departamento processou três casos.

Em um deles, sobre a prisão de um hacker, o DoJ apresentou detalhes inusitados. Após roubar R$ 40 milhõesm e criptomoedas, o réu teria pesquisado por termos como “posso atravessar a fronteira com criptomoedas” e “como impedir o governo federal de apreender bens”.

Pai e filho são presos por golpe com criptomoedas

Também inusitado, o novo caso apresentado pelo Departamento de Justiça americano aponta que pai e filho criaram um esquema para enganar potenciais investidores de criptomoedas.

No total, mais de 20 vítimas teriam acreditado nas promessas de Eugene e Brandon Austin. A soma ultrapassa a casa dos US$ 10 milhões (R$ 50 milhões), informou o DoJ.

As vítimas pareciam ter experiência no mercado. Uma delas seria um fundador e presidente de uma empresa de criptomoedas com sedes em Nova York e Hong Kong. Embora o executivo tenha enviado US$ 4 milhões para que os golpistas, a dupla nunca enviou as criptomoedas prometidas.

Outra vítima, uma empresa japonesa de criptomoedas, perdeu US$ 600.000 em criptomoedas após acreditar que estaria comprando serviços de marketing, que também nunca foram entregues.

Com o dinheiro, pai e filho ostentavam uma vida de luxo. Em uma das fotos, o DoJ mostra um veículo confiscado na ação judicial.

“Conforme alegado, a dupla pai-filho de Hugh e Brandon Austin se envolveu em um esquema de fraude de criptomoeda e lavagem de dinheiro”, apontou o DoJ. “Vitimando investidores de criptomoedas, novatos e experientes, em milhões de dólares.”

“Eles usaram o dinheiro das vítimas para financiar um estilo de vida luxuoso de viagens, hotéis de luxo e restaurantes sofisticados.”

Jaguar apreendido pelas autoridades americanas. Fonte: Reprodução.
Jaguar apreendido pelas autoridades americanas. Fonte: Reprodução.

Filho já se declarou culpado, pai aguarda sua hora

Brandon Austin já havia se declarado culpado em abril deste ano sobre as acusações de lavagem de dinheiro, crime cuja pena máxima pode chegar a 20 anos. Além disso, ele também fez um acordo para restituir as perdas de suas vítimas.

Enquanto isso, seu pai, Eugene Austin, será julgado por fraude, lavagem de dinheiro e transporte de mercadoria roubada. Somadas, as penas máximas podem chegar a 35 anos.

Por fim, o Departamento de Justiça parece estar trabalhando bastante com casos envolvendo crimes com criptomoedas nos últimos meses, ajudando a limpar o setor.

$100 de bônus de boas vindas. Crie sua conta na maior corretora de criptomoedas do mundo e ganhe até 100 USDT em cashback. Acesse Binance.com

Siga o Livecoins no Google News.

Curta no Facebook, TwitterInstagram.

Entre no nosso grupo exclusivo do WhatsApp | Siga também no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.

Henrique HK
Henrique HKhttps://github.com/sabotag3x
Formado em desenvolvimento web há mais de 20 anos, Henrique Kalashnikov encontrou-se com o Bitcoin em 2016 e desde então está desvendando seus pormenores. Tradutor de mais de 100 documentos sobre criptomoedas alternativas, também já teve uma pequena fazenda de mineração com mais de 50 placas de vídeo. Atualmente segue acompanhando as tendências do setor, usando seu conhecimento para entregar bons conteúdos aos leitores do Livecoins.

Últimas notícias

Bitcoin 2024

Últimas notícias