Passageiros de transporte coletivo na Argentina agora podem pagar com Bitcoin

O bitcoin terá visibilidade para milhares de passageiros de metrô e ônibus

Siga no

Usuários de transporte público em 37 cidades da Argentina agora podem colocar crédito em seus cartões de ônibus com bitcoin. Isso foi possível graças a uma parceria entre a Alto Viaje, que fornece a plataforma de cartões de viagem, e a Bitex, uma fintech que fornece serviços financeiros de blockchain.

Passageiros de ônibus de Buenos Aires podem pagar com Bitcoin

Este é um pequeno passo para o Bitcoin, mas é um salto gigante para a indústria de criptomoedas no que se diz respeito a adoção e usabilidade.

O Uso de bitcoin e outras criptomoedas para comprar produtos e serviços não é novidade. Mas ver o bitcoin ter visibilidade para passageiros de metrô e ônibus é algo extremamente positivo, pois se trata de uma publicidade séria para muitas pessoas.

Manuel Beaudroit, CMO da Bitex, disse:

“Acreditamos que este tipo de projeto tem grande importância, pois traz a tecnologia tão disruptiva quanto o bitcoin para as pessoas comuns, demonstrando o verdadeiro valor e as aplicações que tem no dia a dia.”

Os cartões SUBE podem ser recarregados com crédito em todas as estações, nas loterias nacionais e em alguns quiosques com terminais automatizados. Para encontrar o ponto de venda mais próximo, o site da SUBE tem um mapa de fornecimento.

Inclusão financeira

O principal objetivo da Alto Viaje era tornar o processo de carregamento de cartões o mais acessível possível. Antes da adição dos pagamentos com bitcoin, a plataforma só aceitava o PayPal.

A parceria com a Bitex permitiu que ela oferecesse recargas com bitcoin em uma infraestrutura segura e já testada. O diretor, Luciano Verardo, disse:

… Queremos oferecer serviços seguros e inovadores, a aliança com a Bitex nos permite integrar pagamento com bitcoins e novas possibilidades de inclusão financeira…

Crise financeira na Argentina

Atualmente a Argentina vive uma crise financeira, com taxas de inflação sendo uma grande preocupação para muitas pessoas.

Isso levou um número crescente de cidadãos a recorrer ao bitcoin como forma de preservar seu dinheiro. Os volumes de negociação de bitcoin no país estão subindo no site LocalBitcoins, e os números de caixas eletrônicos de Bitcoin têm crescido nos últimos meses.

Será interessante ver se este cartão de viagem em bitcoin acelera a tendência de adoção. O público em geral verá o bitcoin como uma solução mais estável do que o peso argentino?

O que você acha?

As informações são do Bitcoinist

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Leia mais sobre:
Livecoins
Livecoins é um portal de blockchain e criptoeconomia focado em notícias, artigos, análises, dicas e tutoriais.

“Bitcoin não me atrai”, diz André Esteves do BTG Pactual em áudio vazado

Um áudio vazado de uma conversa de André Esteves, banqueiro do BTG Pactual, deixou claro a opinião dele sobre o Bitcoin como um investimento. O...
Dúvida sobre o Bitcoin ser caçado pela China

China pode estar planejando cancelar proibição do Bitcoin

A China tem sido um dos países que mais aparece nos holofotes do setor financeiro, seja ele o tradicional ou então o criptomercado. Com...

Alemanha vai leiloar R$ 75,2 milhões em Bitcoin

O leilão de criptomoedas realizados por diferentes governos tem sido algo cada vez mais comum, e desta vez um estado da Alemanha vai leiloar...
.

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias