PF prende hacker que invadiu Caixa Econômica e depois comprou criptomoedas

Hacker foi preso e teve bens apreendidos.

Siga no
Agência da Caixa Econômica Federal PF
Agência da Caixa Econômica Federal

A PF prendeu um hacker que havia invadido os sistemas da Caixa Econômica Federal para roubar, transformando o dinheiro em criptomoedas após o furto.

Essa ação já havia começado no final de agosto, quando agentes da polícia federal cumpriram dois mandados de busca e apreensão. Os suspeitos teriam até comprado criptomoedas, de acordo com a PF.

“Na ação do dia 26/08, a Polícia Federal cumpriu dois mandados de busca e apreensão visando angariar provas relacionadas aos crimes cometidos, apreender bens obtidos com o proveito dos ataques cibernéticos e fraudes bancárias eletrônicas cometidas e recuperar valores ocultados em criptoativos. Na ocasião foram apreendidos R$ 90 mil em espécie.”

A chamada Operação Blue Team teve início quando a Caixa Econômica Federal detectou uma fraude em seus sistemas e fez a denúncia para as autoridades policiais. Na visão do banco, foram detectadas milhares de transações envolvendo sofisticadas ações em meio cibernético.

Os alvos da quadrilha eram aplicativos do banco nacional que fornecem serviços sociais e bancários, como o Caixa Tem, por exemplo.

Desde então, a PF tinha como objetivo desarticular a quadrilha especializada em fraudes eletrônicas e acabou concluindo o caso na última quarta-feira (8).

PF prende hacker responsável por invadir sistemas da Caixa Econômica

Após semanas de investigação em conjunto com a Caixa Econômica, o hacker acabou sendo preso pela PF, divulgou em nota sobre a Operação Blue Team.

“Os policiais federais cumpriram o mandado de prisão preventiva, expedido pela 3.ª Vara Federal Criminal do Rio de Janeiro, contra o hacker que realizava ataques de alta complexidade aos sistemas da CEF. O foragido foi localizado no bairro de Guaratiba, zona oeste do Rio de Janeiro.”

Os agentes foram até o endereço e localizaram materiais que poderão ajudar a desvendar o mecanismo de atuação do suspeito, considerado habilidoso em invadir sistemas da Caixa Econômica.

Após a identificação e prisão do suspeito, a PF agora espera encontrar mais pessoas envolvidas com o esquema, visto que os materiais colhidos irão para perícia. Não foi informado se algum valor em dinheiro ou criptomoeda foi apreendido nessa ação na última quarta.

A PF ainda divulgou que o nome da operação Blue Team “faz referência à denominação técnica, no âmbito da segurança cibernética, de equipes que realizam a detecção e remoção de ameaças de redes, bem como ao trabalho conjunto da equipe do centro de operações de segurança da CAIXA com Policiais Federais da Superintendência Regional da Polícia Federal no Rio de Janeiro e da Divisão de Repressão aos Crimes Cibernéticos da Polícia Federal“.

Vale lembrar que no início de 2021, a PF também prendeu um hacker que estava atacando a Caixa Econômica e arrecadou R$ 7 milhões com o caso. Naquela ocasião, a operação foi cumprida em várias cidades e visando pessoas que tinham envolvimento.

Assim, chama atenção para as falhas nos sistemas da Caixa Econômica Federal, que tem atraído hackers de todo o Brasil, assim como mobilizado ações pela PF.

Compre Bitcoin na Coinext

Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br.



Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.

Vulnerabilidade faz NFT raro ser vendido com 99% de “desconto”

A OpenSea é o maior mercado de NFTs do mundo, sendo a plataforma para a compra e venda de diferentes coleções de sucesso dentro...
Pavel Durov

Criador do Telegram crítica Rússia por tentar banir o Bitcoin

Pavel Durov, criador do Telegram, criticou as ações do Banco Central da Rússia na tentativa de banir a mineração e uso de criptomoedas no...
Michael Douglas e Catherine Zeta-Jones

Michael Douglas dará prêmio em Bitcoin em evento do cinema

O ator Michael Kirk Douglas, casado com a atriz Catherine Zeta-Jones, dará um prêmio em Bitcoin em um evento para jovens cineastas. Michael é...
.

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias