Pirâmide financeira ‘devora’ 30% de todo poder da rede Ethereum

Ethereum está sendo sobrecarregada por uma pirâmide financeira que executa contratos intelingentes na rede.

Siga no
Pirâmide Financeira de Bitcoin e Criptomoedas
Pirâmide Financeira

A rede da plataforma Ethereum está sendo sobrecarregada por uma enorme pirâmide financeira. Segundo levantamento de dados, cerca de ⅓ do poder de processamento da rede estaria sendo utilizado pelo esquema fraudulento. O caso envolveria uma pirâmide financeira que utiliza contratos inteligentes da rede Ethereum.

A Ethereum é uma plataforma para o desenvolvimento de aplicativos descentralizados (D’Apps) e criptomoedas, como o Ether (ETH) ou tokens classificados como (ERC-20), por exemplo. É através de contratos inteligentes executados diretamente na rede Ethereum que uma pirâmide chinesa está atuando. Esses contratos estariam sobrecarregando a rede Ethereum, onde cerca de 30% de seu poder de processamento está relacionado ao esquema.

Contratos na rede Ethereum validam pirâmide financeira

O uso da rede Ethereum está sendo comprometido pela utilização de contratos inteligentes. Mais especificamente, os contratos firmados que sobrecarregam a rede estão vinculados a uma pirâmide financeira chinesa. De acordo com as informações divulgadas no Twitter, o esquema utiliza contratos inteligentes com Ether (ETH) que variam de US$ 10 mil a US$ 15 milhões.

A disposição dos contratos inteligentes da pirâmide financeira que se espalha na China mostra como o esquema utiliza a rede Ethereum para validar suas transações. O esquema oferecer porcentagens de 0,5% a 1% em depósitos de apenas cinco dias. 

Para receber o suposto lucro oferecido pela empresa, os investidores devem depositar quantias que podem variar entre 1 a 15 (ETH). Somente unidades inteiras da altcoin são aceitas no esquema, que pode ser considerado um dos maiores golpes envolvendo a rede Ethereum. Além disso, a pirâmide financeira já é apontada como uma das maiores que já atuaram na China.

Rede Ethereum também é utilizada para emissão de stablecoin

De acordo com as informações apresentadas por um analista nas redes sociais, precisamente 27% da rede Ethereum é utilizada por uma pirâmide financeira. Essa sobrecarga pode fazer com que transações demorem mais que o habitual dentro da rede. Além disso, a execução de aplicativos descentralizados da rede Ethereum poderão ter seu desempenho comprometido.

Mas, existe outro problema além de uma pirâmide financeira que ‘controla’ a rede Ethereum através de contratos inteligentes. Outra importante parcela do poder de processamento da rede é utilizada para a emissão da stablecoin Tether (USDT).

Para a emissão de Tether (USDT), mais 30% de toda a rede Ethereum é comprometida. Os dados mostram que 1,95 bilhões de unidades (USDT) já foram emitidas na rede Ethereum. Essa porcentagem equivale ainda a validação de transferências envolvendo a stablecoin emitida na rede Ethereum.

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Leia mais sobre:
Paulo Carvalho
Jornalista em trânsito, escritor por acidente e apaixonado por criptomoedas. Entusiasta do mercado, ouviu falar em Bitcoin em 2013, mas era que nem caviar, "nunca vi, nem comi, só ouço falar".
Bitcoin pegando fogo e bandeira da China

Maior pool de mineração de Bitcoin bane chineses

Nesta segunda, a maior pool de mineração de Bitcoin baniu os mineradores chineses, mostrando que a comunidade deverá acatar a determinação do governo chinês. Na...

“Bitcoin é perigoso e não pode ser reserva de valor”, diz analista do Deutsche...

Uma analista do Deutsche Bank, chamada Marion Labor, falou sobre os perigos do uso das criptomoedas, principalmente o Bitcoin, como uma moeda legal. As...
Cadeado destravado e Bitcoin em caso de baixa segurança dos dados corretoras

ABCripto alerta sobre transações da Gas Consultoria e “Faraó dos bitcoins”

Fruto da colaboração de várias empresas do mercado de criptomoedas brasileiras, a ABCripto emitiu um alerta para as transações feitas pela Gas Consultoria e...
.

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias