Pirâmide que atua no Brasil usa contrato inteligente Ethereum

Sofisticação do golpe!

Siga no
Ethereum - Imagem Cortesia do Flickr
Ethereum - Imagem Cortesia do Flickr

Uma pirâmide financeira altamente sofisticada tem buscado atuar no Brasil, com a criação de um contrato inteligente em Ethereum. De acordo com um alerta publicado por um site americano, o golpe está focado na Colômbia.

As pirâmides certamente buscam alcançar as pessoas com promessas de rendimentos garantidos, fixos e fáceis. Neste caso, a DoubleWay é a bola da vez, que promete rendimentos de até 40 mil Ethereum por ano.

O preço do Ethereum hoje em dólares é de cerca U$ 124, ou ainda R$ 625 por unidade. Para entrar no golpe da pirâmide DoubleWay, que ataca a América do Sul, as vítimas devem depositar 0,08 ETH, que daria em torno de R$ 50, no mínimo.

Pirâmide financeira cria contrato inteligente em Ethereum e tem recebido visitas de pessoas do Brasil

Os crimes contra economia popular, conhecidos também como pirâmides financeiras, estão sofisticando sua abordagem. Isso porque, com a capacidade de criar negócios fraudulentos com uso da tecnologia blockchain, algumas pirâmides já se reinventam.

A mais nova pirâmide a atuar principalmente na América do Sul é a DoubleWay, que promete dobrar a quantidade de Ethereum através de recrutamentos. De fato, chamou atenção que a pirâmide apresenta seu modelo de negócios como presentes em Ethereum.

Ao presentear o contrato da DoubleWay com um valor, o usuário pode convidar pessoas para a fraude. Dessa forma, ele receberia “presentes” dos convidados, dobrando seus rendimentos.

No primeiro nível, um usuário que depositar 0,08 ETH na pirâmide ganhar 0,16 ETH de dois usuários. No último nível, um usuário que depositar 10,24 ETH receberia 2621,44 ETH de 256 afiliados. A quantia no último nível daria mais de R$ 1600 milhão, seguindo a cotação do Ethereum hoje.

Criptomoeda Ethereum
Criptomoeda Ethereum

Pirâmide já possui acessos do Brasil, contudo, Colômbia é público alvo

A Ethereum é a segunda maior criptomoeda em valor de mercado, além de permitir a criação de contrato inteligente. Contudo, a pirâmide DoubleWay não possui como foco o Brasil, mas tem sido mais utilizada pelos venezuelanos.

De acordo com o site americano BehindMLM, que publica alerta de golpes pelo mundo todo, esse é um esquema que tem atuado forte na América do Sul. Citando dados da Alexa, os países que mais visitam o site são Colômbia (50%), o Brasil (12%) e a Venezuela (8%).

Pirâmide possui acessos de Brasil, Colômbia e Venezuela, usa contrato inteligente Ethereum
Pirâmide possui acessos de Brasil, Colômbia e Venezuela, usa contrato inteligente Ethereum – Reprodução/Alexa

Segundo o BehindMLM, não fica claro quem está por trás da pirâmide DoubleWay, mas pela origem de acessos, não seria espanto verificar que seu dono está na região dos principais países que acessam o site.

Além disso, a DoubleWay possui uma forte ligação com outra possível pirâmide, que opera nos mesmos moldes. A Cryptohands, que também opera com Ethereum, possui modelo de negócios igual, e tudo indica que foi criada pela pessoa.

Isso porque, no código do contrato Ethereum da DoubleWay, o programador deixou indícios da Cryptohands. As empresas poderiam ser parceiras, mas não fica claro quem opera as possíveis fraudes.

Marca da Cryptohands mostra uma pirâmide, seria um sinal?
Marca da Cryptohands mostra uma pirâmide, seria um sinal?

Ambas as plataformas de ganhos mágicos, DoubleWay e Cryptohands, afirmam ser descentralizadas, risco zero e sem pessoas por trás. Mesmo assim, o BehindMLM destacou que quando as pessoas pararem de efetuar novos depósitos, o esquema ponzi eventualmente irá ruir.

Leia mais sobre:
Gustavo Bertolucci
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.
Bandeira da Nova Zelândia

Banco Central da Nova Zelândia é hackeado

Há uma semana, no domingo (10), o Banco Central da Nova Zelândia foi alvo de um ataque hacker que deixou graves consequências. As autoridades...
Corretora de Bitcoin e criptomoedas Binance

Binance abre inscrições para voluntários no Brasil

Quem busca empreender com criptomoedas ou mesmo ingressar nas comunidades brasileiras, uma oportunidade de aprendizado surgiu nos últimos dias. A Binance, a maior maior...

Uganda desliga internet, comércio de bitcoins para de funcionar

Na véspera das eleições presidenciais, o governo da Uganda bloqueou, sem avisar, a Internet de toda população. Isso ocorreu depois de os ugandeses contornarem...

Cotações por TradingView

Últimas notícias

Binance abre inscrições para voluntários no Brasil

Quem busca empreender com criptomoedas ou mesmo ingressar nas comunidades brasileiras, uma oportunidade de aprendizado surgiu nos últimos dias. A Binance, a maior maior...

Uganda desliga internet, comércio de bitcoins para de funcionar

Na véspera das eleições presidenciais, o governo da Uganda bloqueou, sem avisar, a Internet de toda população. Isso ocorreu depois de os ugandeses contornarem...

“Gaste o máximo que puder, e depois um pouco mais”, diz FMI aos governos do mundo todo

A diretora do Fundo Monetário Internacional (FMI), Kristalina Georgieva, prevê que pode levar até dois anos para que a economia global retorne aos níveis...

Biden começa campanha de marketing trilionária para o Bitcoin

Um dos principais motivos pelo qual o preço do Bitcoin valorizou mais de 300% em 2020 foi a iniciativa do Banco Central dos EUA...

“Bitcoin me fez perder a sanidade”, diz jovem que perdeu R$ 5.8M e agora depende de auxilio do governo para sobreviver

Em 2020 o Bitcoin certamente deixou muitos investidores felizes, várias pessoas tiveram seus investimentos valorizados em cerca de 400%. Aqueles que decidiram investir logo...