Playboy dos bitcoins vira réu após manter namorada em cárcere privado

Namorada passou por momentos de suspense com estelionatário, que colocou arma em sua cabeça.

O “Playboy dos bitcoins”, Marlon Gonzalez Motta, que já aplicou golpes em dezenas de brasileiros com promessas de rendimentos com criptomoedas, se tornou réu por manter sua ex-namorada em cárcere privado.

A informação sobre o caso foi divulgada pelo Balanço Geral do Distrito Federal, que teve acesso ao processo movido pela mulher que Marlon se relacionava em 2019.

Nessa mesma época, ele ficou famoso após praticar vários golpes utilizando a imagem do bitcoin e vivendo uma vida de luxo com o dinheiro dos clientes.

“Playboy dos bitcoins” vira réu novamente, agora em processo movido por ex-namorada

Durante seus golpes aplicados contra investidores de bitcoin, Marlon Gonzalez, o playboy dos bitcoins, foi também apontado como uma pessoa extremamente violenta.

E essa violência era cometida contra sua própria namorada, que foi ameaçada de morte por ele, segundo um caso recente que repercute na justiça brasileira.

De acordo com a mulher, que não teve seu nome revelado, mesmo sem morar no Distrito Federal hoje em dia, Marlon ainda manda mensagens para ela por meio de aplicativos e redes sociais, com conteúdos de ameaça contra ela e sua família.

Em 2019, ele chegou a apontar uma arma para a cabeça da vítima e dizer que a mulher seria morta se não fizesse o que ele mandasse. O processo ainda acusa o playboy dos bitcoins de prender ela por vários dias em um apartamento com graves ameaças, assim, ele responde também pelo crime de cárcere privado.

O estelionatário foi denunciado pelo Ministério Público do Distrito Federal, autoridade que acompanha o caso. Uma determinação recente da justiça proíbe Marlon de mandar mensagens para a namorada e sua família.

O Livecoins não encontrou Marlon Gonzalez para comentários, mas o espaço segue em aberto para manifestações.

Apresentador diz que Playboy dos bitcoins é um “jumento que deve ser preso”

Ao ver que Marlon atentou contra a vida de uma mulher, o apresentador do Balanço Geral chamou o estelionatário de “jumento”, afirmando que ele deve ser preso antes que cometa um crime físico contra a ex-namorada.

A justiça já apura o caso, mais um movido contra o golpista que já é acusado de vários golpes na capital brasileira.

No início de 2022, vale lembrar que a justiça condenou o Playboy dos Bitcoins a prisão pelos seus golpes, mas ele ainda não foi preso.

Para evitar ser vítimas de golpistas que prometem lucros altos e rápidos com criptomoedas, é importante que investidores estudem e não confiem em terceiros.

$100 de bônus de boas vindas. Crie sua conta na maior corretora de criptomoedas do mundo e ganhe até 100 USDT em cashback. Acesse Binance.com

Siga o Livecoins no Google News.

Curta no Facebook, TwitterInstagram.

Entre no nosso grupo exclusivo do WhatsApp | Siga também no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.

Gustavo Bertolucci
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.

Últimas notícias

Bitcoin 2024

Últimas notícias