Polícia Civil prende empresário envolvido em pirâmide de criptomoedas

Siga no

As pirâmides envolvendo criptomoedas têm lesado o Brasil de norte a sul, sendo 2019 o auge deste problema. Com isso, a Polícia Civil do Amazonas foi em busca de um empresário envolvido com criptomoedas, prendendo o suspeito de cometer crimes contra a economia popular.

De fato, são cerca de cem vítimas desse esquema que a PC-AM interceptou. Neste caso, eram ofertados rendimentos de 5% semanais sobre o montante investido.

Um dos suspeitos já havia sido preso anteriormente, conforme apuração do Livecoins. De acordo com a PC-AM, o suspeito preso tinha ordem de prisão desde o dia 11 e estava foragido.

Polícia Civil prende empresário que atuava com pirâmide de criptomoedas

De acordo com nota enviada ao Livecoins pela Polícia Civil do Amazonas, uma prisão foi realizada na última quinta (26). A prisão foi em um condomínio na capital do estado, Manaus, em um bairro do centro-sul da cidade.

Em nota, a PC-AM afirmou que policiais civis da Delegacia Especializada em Roubos, Furtos e Defraudações (Derfd) cumpriram o mandado. O mandado de prisão preventiva havia sido espedido no último dia 11, pelo juiz George Hamilton Lins Barroso, no Plantão Criminal.

O homem preso é o empresário André Luiz Athayde Gomes, 47, que estava foragido da polícia desde que começou as operações. Seu sócio no possível esquema já havia sido preso no último dia 16 pela PC-AM.

André Luiz Athayde Gomes, 47 - Imagem Cedida pela Polícia Civil do Amazonas
André Luiz Athayde Gomes, 47 – Imagem Cedida pela Polícia Civil do Amazonas

As investigações apontam que os sócios operavam um esquema de pirâmide financeira que teria lesado cerca de 100 pessoas. Neste caso, foram desviados R$ 5 milhões dos investidores. Carros dos investidores também eram entregues a dupla, que prometia rendimentos de 5% por semana.

Delegado afirmou que não existe obtenção de rendimentos maravilhosos como esse

De acordo com o delegado Aldeney Goes, titular da Derfd, as investigações começaram na metade de 2019. Ambos os sócios já presos pela PC-AM estavam conduzindo uma operação que iludia os investidores, com promessas de ganhos elevados.

As pessoas acabavam vendendo veículos, resgatando dinheiro da poupança e aplicando no negócio. Destaco que no início as vítimas tiveram retorno do investimento, porém, nos últimos dois meses os infratores não realizaram mais os pagamentos dos rendimentos, que caracterizou o crime de estelionato. Durante os trabalhos efetuamos a prisão de Rafael e, desta vez, prendemos o segundo envolvido.

O delegado envio em nota exclusiva ao Livecoins que as prisões do dia 26 foram em um condomínio no centra da capital Manaus. “Ao longo das diligências realizadas nesta manhã, prendemos o infrator e apreendemos um veículo da montadora Toyota, modelo Hilux, que foi subtraído de uma das vítimas, mediante promessa de ganho“.

Toyota, modelo Hilux - Imagem Cedida pela Polícia Civil do Amazonas
Toyota, modelo Hilux – Imagem Cedida pela Polícia Civil do Amazonas

A empresa não teve o nome divulgado pela Polícia Civil, mas com a prisão dos sócios será complicado atrair novos clientes para o golpe. A PC afirmou que após os procedimentos iniciais o suspeito preso seria levado ao Fórum Ministro Henoch da Silva Reis para uma audiência de custódia.

Confira abaixo o vídeo divulgado pela PC-AM com a prisão dos suspeitos no último dia 16, quando André ainda estava foragido:

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Leia mais sobre:
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.
Universidad Americana Imagem: Divulgação

Universidade privada do Paraguai vai aceitar pagamentos em Bitcoin e Ethereum

A Universidade Americana do Paraguai vai começar aceitar pagamentos em criptomoedas a partir de agosto, os alunos poderão pagar por cursos e graduação com...
Mulher usa ATM do Santander no Reino Unido

Santander testa ferramenta para rastrear criptomoedas

O Santander quer entender como os seus clientes usam as criptomoedas em simultâneo as contas correntes. Para isso, o banco testou uma ferramenta da...
john mcaffe

Suicídio de John McAfee em prisão na Espanha levanta suspeitas

John McAfee, fundador da empresa de tecnologia McAfee, foi encontrado morto na tarde de hoje (23) na cadeia espanhola de Brians 2, localizada em...

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias