Inicio Bitcoin Polícia Civil recupera mais de R$ 700 mil em bitcoins

Polícia Civil recupera mais de R$ 700 mil em bitcoins

-

Compartilhe
policia bitcoin
policia bitcoin

De acordo com notícia da Globo, a Polícia Civil do Tocantins recuperou o equivalente a R$ 710 mil em Bitcoins, supostamente fraudados por uma quadrilha de hackers. Ao todo, foi encontrada a quantidade de 28.6322113 bitcoins.

A investigação teve inicio em maio depois que a polícia identificou que clientes de 23 estados do país tiveram as contas bancárias invadidas através de Phishing e dinheiro furtado.

Conforme noticiado, a investigação faz parte da Operação Ostentação, durante a investigação, a polícia conseguiu encontrar dados de 394 mil clientes, possíveis vítimas de crimes.

Em maio, a polícia conseguiu sequestrar carros e imóveis, que tinham até piso italiano. Agora, a Delegacia Especializada de Repressão a Crimes Cibernéticos informou que após descriptografar base de senhas localizada em arquivos pessoais de um dos investigados, identificou 36 serviços de transações de moedas digitais.

- Publicidade -

28 Bitcoins foram encontrados, 695 mil reais na cotação do Bitcoin hoje.

De acordo com a reportagem, A policia informou que após autorização judicial, os bitcoins foram negociados a R$ 24.820,00, cada unidade.

Ao final foi recuperado R$ 710.479,95. O dinheiro foi transferido para uma conta judicial.

A operação foi realizada pela delegacia, perícia criminalística e representantes da instituição financeira vítima.

“Algumas replicadas, de clientes que tiveram seus dados capturados por meio de diversas técnicas de invasão e sequestro de dados, mediante invasões de roteadores vulneráveis e engenharia social com envio de links maliciosos”, explicou a polícia.

Ainda segundo a polícia, dos sete mandados de prisões temporárias expedidos, todos foram devidamente cumpridos, sendo que os investigados respondem em liberdade. Porém, eles estão com as contas bancarias, aplicações financeiras, veículos e imóveis bloqueados.

A suspeita é de que os criminosos conseguiam infectar os computadores por meio de vírus e acessavam o internet banking de clientes para pegar os dados das vítimas. A operação é coordenada pela Delegacia Especializada de Repressão a Crimes Cibernéticos e realizada simultaneamente em Goiânia e Palmas.

Clique aqui para ver a reportagem completa

XDEX: Negocie bitcoin com TAXA ZERO. Aproveite também para negociar outras 6 criptomoedas com as menores taxas do mercado. Abra sua conta, é grátis!
Curta nossa página no Facebook e também no Twitter para começar e terminar o dia bem informado. Cadastra-se também na Newsletter para receber em seu e-mail.

MAIS LIDOS

Justiça criminal vai julgar acusações de pirâmide financeira contra a Unick Forex

O Ministério Público Federal (MPF) apresentou uma denúncia contra a Unick Forex. A empresa, que já foi acusada de ser uma “pirâmide financeira”, foi...

Operação da PF derruba negócio da Indeal

A Operação Egypto foi deflagrada na manhã desta terça-feira (21) envolvendo cerca de 150 agentes. A investigação procura desmantelar os negócios da Indeal, com...

Bitcoin Pizza Day! 8 coisas que você pode comprar com 10 mil bitcoins hoje

Hoje é o 9º aniversário da primeira compra de um produto realizada com Bitcoin, a infame transação de 10 mil bitcoins (na época valiam...
 
Compartilhe