Polícia do DF investiga Vik Traders, empresa de criptomoedas que oferece lucro de 3% ao dia

A empresa, com sede no Panamá, na América Central, está no mercado desde 2018.

Siga no
vik traders
VIK Traders/Reprodução

A Polícia Civil de Brasília abriu inquérito para investigar a Vik Traders, empresa de criptmoedas que oferece lucros de 3% ao dia em cima de investimentos. A informação foi publicada pelo portal G1.

De acordo com a reportagem, diversos investidores lesados da Vik Traders foram até a Delegacia de Repressão a Crimes Cibernéticos da capital federal para registrar boletins de ocorrência. Um dos clientes perdeu R$ 100 mil.

Além da Polícia do Distrito Federal, a CVM (Comissão de Valores Mobiliários) também investiga o negócio. Em agosto, o órgão que regula o mercado de capitais abriu um processo para averiguar denúncias de investidores.

Como a Vik Traders funciona?

A empresa, com sede no Panamá, na América Central, está no mercado desde 2018. Segundo o plano de apresentação do negócio, o qual a reportagem do Livecoins teve acesso, a Vik Traders oferece pacotes de 30, 60, 120, 180 e 360 dias atrelados a lucros diários de 3%.

Esses rendimentos seriam obtidos por meio de operações de arbitragem no mercado Forex (Foreign Exchange) e no de criptomoedas, feitas por um suposto robô. Empresas investigadas por prática de pirâmide financeira ou com problemas nos saques, como a Binary Bit e a Atlas Quantum, também afirmam ter robôs semelhantes.

Como muitos esquemas Ponzi, a Vik Traders também disponibiliza bônus para investidores que conseguem atrair outros para o negócio e tem planos de carreira com diversos prêmios. Há Iphones, notebooks, viagens para Cancun e até carros de luxo, a exemplo de uma BMW avaliada em US$ 150 mil.

Problemas na Vik Traders começaram em julho, segundo investidora

Segundo investidora ouvida na reportagem do G1, os problemas com o saque, que podiam ser feitos em até 72 horas após a solicitação, começaram em julho deste ano.

“Entrei na plataforma para fazer meu saque e não consegui. Não pude nem solicitar. Depois de um tempo eu até consegui solicitar por alguns dias, mas o meu pedido foi recusado”, disse.

Vik Traders tem 53 reclamações no Reclame Aqui

No Reclame Aqui há 53 reclamações contra a Vik Traders. Um dos investidores afirmou que a empresa sumiu do mapa e não dá mais retorno, além de não pagar nem o retorno do dinheiro investido. “Lixo de empresa, enganam todo mundo”.

Outro investidor, também no Reclame Aqui, disse que entrou no sistema de investimento do negócio, mas encontrou os valores investidos bloqueados. “A empresa bloqueou todos os valores de investimento e saques, de forma que não consigo retirar o meu dinheiro faz 5 meses”.

No Facebook da empresa também há diversos relatos de clientes lesados. “Não recomendo, não tem caráter o dono dessa empresa, só conversa fiada já bom tempo” e “Não recomendo, Ladrões!” são alguns deles.

A reportagem do Livecoins tentou, mas não localizou ninguém da empresa para comentar os atrasos e a investigação.

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Leia mais sobre:
Lucas Gabriel Marins
Jornalista desde 2010. Escreve para Livecoins e UOL. Já foi repórter da Gazeta do Povo e da Agência Estadual de Notícias (AEN).
Bitcoin em celular e Tesla ao fundo

Tesla revela que mantém US$ 1,3 bilhão em bitcoin

Empresas listadas em bolsas de valores devem divulgar trimestralmente seus resultados para os acionistas e mercado financeiro em geral. Essa política mantém transparente as...
Empresário observando a rede Bitcoin na cidade

Maior companhia de telecomunicações da Tailândia vai minerar Bitcoin

Uma das maiores empresas de telecomunicações da Tailândia vai minerar Bitcoin e pretende ser uma referência na Ásia neste setor. A Jasmine Telecom Systems (JTS)...
Michael Saylor Kitcon News

Michael Saylor: “Bitcoin vai durar 3950 anos, invista no que foi feito para durar...

Michael Saylor é um dos grandes apoiadores do Bitcoin e um dos mais conhecidos defensores da criptomoeda, sempre falando bem dela e de seus...

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias