Polícial é preso após roubar R$ 1 milhão em Bitcoin

Investigador da polícia indiana usou sua posição para acessar e transferir bitcoins da carteira digital de um hacker envolvido em um golpe.

Um policial foi preso na Índia depois de roubar cerca de R$ 1 milhão de reais em Bitcoin ligados a um escândalo de fraude em 2020. O policial foi preso em sua casa, após ficar foragido e rejeitar pagar fiança. Conforme a mídia local, ele estava desaparecido e evitando ser interrogado sobre um caso que investigava.

A prisão do policial segue a investigação de um hacker que teria roubado uma corretora — ele teria tido acesso à carteira do criminoso digital e transferido os bitcoins, além de ter tentado destruir provas sobre suas ações.

Outros dois policiais foram presos, Prashanth Babu e Lakshmikanthaiah, que já haviam sido presos por crimes semelhantes. Os três usaram suas posições para manipular e acessar informações ilegalmente, diz o India Times.

Os polícias agora estão sob custódia judicial e sendo interrogados pelas autoridades, todos devem enfrentar acusações de quebra criminosa de confiança e destruição de provas, conforme os artigos do Código Penal Indiano (IPC).

A investigação também implica os policiais em outros dois casos de 2020, registrados nas delegacias de crimes cibernéticos de Ashok Nagar e Bengaluru.

Polícia preso após roubar bitcoin de hacker

Chandrahar, que era investigador da polícia indiana, usou sua posição para acessar e transferir bitcoins da carteira digital de um hacker envolvido em um golpe.

A carteira deveria ser uma prova em uma investigação abrangendo vários hackers de alto perfil em corretoras de criptomoedas, incluindo Bitfinex e Unocoin, orquestrados pelos hackers Srikrishna Ramesh e Robin Khandelwal.

Apesar de a dupla ter sido pega com cerca de 660 mil dólares vindo de seus crimes cibernéticos, parte do valor desapareceu misteriosamente durante as investigações.

O sumiço dos bitcoins levou à formação de uma investigação especial, que descobriu que eles haviam sido roubados pela própria polícia.

Chandrahar, juntamente com outros dois policiais e um especialista cibernético privado, Santosh Kumar, tiveram acesso à carteira, coagindo o hacker a transferir os fundos e depois tentando apagar vestígios da movimentação.

Em comunicado, as autoridades disseram que as ações dos três envolvidos minaram a integridade da força policial, além de comprometer toda a investigação contra os hackers.

$100 de bônus de boas vindas. Crie sua conta na melhor corretora de criptomoedas do mercado ganhe até 100 USDT em cashback. Cadastre-se

Siga o Livecoins no Google News.

Curta no Facebook, TwitterInstagram.

Entre no nosso grupo exclusivo do WhatsApp | Siga também no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.

Vinicius Golveia
Vinicius Golveia
Formado em sistema da informação pela PUC-RJ e Pós-graduado em Jornalismo Digital. Conhece o Bitcoin desde 2014, atuando como desenvolvedor de blockchain em diversas empresas. Atualmente escreve para o Livecoins sobre assuntos de criptomoedas. Gosta de cultura POP / Geek. Se não estiver escrevendo notícias relevantes, provavelmente está assistindo alguma série.

Últimas notícias

Últimas notícias