Preço do Bitcoin pode se reverter ao se aproximar de US$ 6.000

Expectativa de queda da criptomoeda é maior ao se aproximar de valor de grande resistência.

Siga no

O preço do Bitcoin surpreendeu o mercado há alguns dias atrás e continua subindo. Em uma expectativa positiva, a criptomoeda deverá continuar um rally de valorização que parece não ter hora para terminar. Por outro lado, a onda de valorização pode sinalizar uma queda imprevisível, após o Bitcoin se aproximar de US$ 6.000.

Uma grande queda no mercado seria um movimento completamente inesperado atualmente. Com o Bitcoin ultrapassando os US$ 5.200, a criptomoeda se aproxima de outro nível de resistência importe e histórico. Ao ultrapassar o valor de US$ 5.500 e chegar perto de US$ 6.000 novamente, o Bitcoin poderá regredir e ver seu preço despencar.

Mercado espera por valorização ainda maior

O mercado torce para que a criptomoeda volte a ser cotada acima de US$ 6.000. Essa era a faixa em que o Bitcoin era negociado no final de 2018 antes de uma enorme desvalorização. Por outro lado, alguns otimistas apostam até em valores maiores para a criptomoeda nos próximos meses. Contudo, uma queda do Bitcoin não pode ser descartada.

De acordo com um entusiasta do mercado, o preço do Bitcoin poderá cair. Em uma análise publicada nas redes sociais, o perfil explica sobre a estabilidade do preço do Bitcoin no mercado antes de uma enorme queda.

Estabilidade pode esconder grande desvalorização

O especialista explicou que a cotação do Bitcoin teve uma estabilidade de preço de 150 dias antes da última grande desvalorização. Isso aconteceu no final de 2018, quando a criptomoeda caiu abaixo de US$ 6.000, chegando a se desvalorizar em quase 50%. A manutenção do preço do ativo digital em uma determinada faixa de preço pode revelar uma grande desvalorização que se aproxima.

Desse modo, um longo período de estabilidade não pode resultar em uma enorme valorização para o Bitcoin. Segundo a publicação, o Bitcoin encontra-se há 130 dias com sua cotação estável por volta da faixa de US$ 4 mil. Sendo assim, essa estabilidade, nessa faixa de preço, pode esconder por trás uma nova grande desvalorização no mercado para o Bitcoin.

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Paulo Carvalho
Paulo Carvalho
Jornalista em trânsito, escritor por acidente e apaixonado por criptomoedas. Entusiasta do mercado, ouviu falar em Bitcoin em 2013, mas era que nem caviar, "nunca vi, nem comi, só ouço falar".
Departamento de Tesouro dos Estados Unidos

Departamento do Tesouro dos EUA quer ferramenta para rastrear Bitcoin

A agência dos Estados Unidos responsável pela implementação de sanções contra empresas, parte do Departamento do Tesouro, quer uma ferramenta capaz de rastrear o...
Polícia investiga negócio de criptomoedas no ES

Corretora cripto é alvo de operação policial por fraude bilionária

A polícia da Coreia do Sul realizou uma operação em diversos escritórios de uma corretora de criptomoedas após a empresa ter sido acusada de ser...
Criptomoeda Ethereum mãe do DeFi

Banco Central dos EUA elogia Ethereum e inovação com DeFi

O Banco Central dos Estados Unidos de St. Louis publicou um artigo elogiando as inovações da plataforma Ethereum. Ao criar aplicações bancárias com tokens,...

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias