Prefeito do Rio anuncia comprar de Bitcoin para tesouro da cidade e desconto para IPTU pago em bitcoin

Evento revelou detalhes importantes sobre uma das principais cidades brasileiras.

Prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes, e de Miami, Francis Suarez, em evento no Brasil
Prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes, e de Miami, Francis Suarez, em evento no Brasil / Beth Santos/Prefeitura do Rio

O Rio de Janeiro deverá ser a primeira cidade brasileira a comprar Bitcoin como reserva de valor, segundo seu prefeito Eduardo Paes. Além disso, o mandatário abriu a possibilidade de oferecer descontos para quem pagar por impostos com Bitcoin, como o IPTU, por exemplo.

A revelação vem após a participação de um evento nesta quinta-feira (13), que contou com a presença também de Francis Suarez, prefeito de Miami. Suarez é um prefeito de uma das mais importantes cidades dos Estados Unidos e fã declarado de Bitcoin, tornando seu município um dos primeiros a fazer o movimento no país.

Prefeito do Rio vai comprar Bitcoin para reserva da cidade: 1%

O Rio de Janeiro vai publicar nesta sexta-feira (14) um decreto estabelecendo um grupo de trabalho para lidar com as questões de se comprar Bitcoin para a reserva da cidade, conforme fala de seu prefeito no evento Rio Innovation Week, iniciado nesta quinta.

Com a presença do também prefeito “bitcoiner” Francis Suarez, Eduardo Paes revelou que 1% do Tesouro do Rio de Janeiro deverá ficar em Bitcoin.

As regras deverão ser definidas por um grupo de trabalho que será criado em breve, mas essa decisão coloca o Rio na frente de grandes metrópoles do mundo e posiciona o Brasil como um país a ser observado em inovações e adoção de Bitcoin.

Segundo Eduardo Paes, conforme publicação da prefeitura do Rio, essa conexão com Miami é importante em um mundo de cidades globais. Dessa forma, ele deu a entender que acompanhou o movimento de adoção de Bitcoin feito pela grande cidade dos EUA, que segue crescendo e já tem até uma criptomoeda própria a MiamiCoin.

“O mundo de hoje gira muito mais em torno de uma rede de cidades, as chamadas cidades globais. Miami e Rio são cidades globais, que atraem pessoas, funções e organizações. Esse diálogo internacional é muito importante”.

Quanto ao 1% que será comprado pelo Rio, resta saber quanto será esse valor em Real e quantas moedas a prefeitura conseguirá comprar no mercado quando efetivamente for realizar a ação. Na América do Sul, o Rio deverá ser a primeira metrópole a ter Bitcoin como reserva.

Como vai funcionar o pagamento de imposto com Bitcoin?

Um dos detalhes divulgados por Paes foi sobre o pagamento de impostos com Bitcoin, que também deverá começar a acontecer em breve no Rio de Janeiro.

Para isso, o secretário da Fazenda Pedro Paulo e o secretário de Desenvolvimento Econômico, Inovação e Simplificação, Chicão Bulhões, disseram que o plano é oferecer descontos para pagamento com Bitcoin. Hoje, os cariocas têm uma opção de efetuar o pagamento de impostos com 7% de desconto.

Mas com o Bitcoin, o desconto poderia chegar a 10% no valor do IPTU, uma iniciativa que mostra que a cidade maravilhosa está disposta a processar pagamentos com a maior moeda digital do mundo. Pelo Twitter, Chicão disse que alegra de estar fazendo parte do movimento de inovação do Rio.

A expectativa é que empresas do setor migrem para o Rio e se instalem na região Sul, como Leblon e Ipanema. Ainda não está público quais serão os incentivos para que essa migração aconteça.

Detalhes que faltam ser revelados

É importante que o fato foi revelado, mas muitos detalhes ainda deverão ser esclarecidos. Um dos pontos que ainda não está claro é sobre quem fará a custódia desse Bitcoin que será comprado pelo Rio, assim como daqueles recebidos pelos pagamentos de impostos.

Além disso, apenas com o anúncio desta quinta, não está claro se o Rio contará com uma ajuda para processar os pagamentos em Bitcoin de alguma empresa, ou se fará tudo pela própria prefeitura. Por fim, Eduardo Paes não revelou se pretende, assim como Miami já o fez, criar uma criptomoeda própria no futuro.

De qualquer forma, o Brasil conhece a sua potencial primeira grande cidade cripto a contar com ajuda de governos locais, esta que é um cartão postal para o mundo e deverá inspirar movimentos similares em breve.

Coincidentemente, a futura compra de Bitcoin pela cidade acontecerá após a inflação brasileira medida pelo IPCA superar 10% em 2021, ou seja, após o declínio acentuado do Real, moeda emitida pelo Banco Central do Brasil.

Compre Bitcoin na Coinext

Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br.



Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.

Últimas notícias