Presidente da Suíça é simpatizante das criptomoedas

Suíça em sentimento de touro para as criptomoedas!

-

Siga no
Anúncio

A Suíça é uma referência em muitos assuntos, como queijos, canivetes e alpes, mas também em relação ao seu sistema de bancos e a história econômica do território.

No país, os presidentes são cargos rotativos que duram apenas um ano. O cargo é ocupado por membros do Conselho Federal do país, que se revezam no cargo durante sete anos.

Com isso, assumiu a pasta em 2019 o Ueli Maurer, um contador de formação que estava ocupando Ministério das Finanças durante três anos até 2018.

Anúncio

No cargo, Maurer ajudou a melhorar o cenário das criptomoedas no país com seu papel como ministro, e isso tem sido um motivo de celebração da comunidade de criptomoedas da Suíça.

O então ministro, ajudou o país a se adaptar as mudanças das finanças mundiais, e também a regulamentar o mercado de criptomoedas e supervisão do mesmo.

O destaque é que as regulamentações foram benéficas para o setor, e são destaque no mundo, juntamente com o Japão que também possui um modelo de supervisão brando ao mercado.

Após estes episódios, muitas empresas startups e fintechs do mercado cripto mundial buscaram refúgio no local para conduzir de maneira mais adequada os processos de desenvolvimento de seus produtos.

A forma que a Suíça trata as criptos é positiva, pelo menos em grande parte do setor financeiro, pois infelizmente os bancos do país ainda não estão de acordo com a integração da econômia com as criptomoedas.

Isso pausou as mudança das empresas para o país, pois é um empecilho que é reconhecido inclusive pelo atual presidente como uma barreira forte frente à adoção cripto no território.

De qualquer forma, na posição de presidente, Ueli Maurer poderá fazer mais pelas criptomoedas, pois apesar de o cargo ser simbólico no país, seu voto terá poder para resolver impasses e ele será o responsável por presidir a reunião do Conselho Federal em 2019.

Uma curiosidade é que a terra dos Axiomas de Zurique foi a escolhida para ser a estréia internacional do presidente eleito no Brasil, Jair Bolsonaro, durante o Fórum Ecônomico Mundial dentre os dias 22 a 25 de Janeiro, em mais uma quebra de protocolo que causou surpresa na América do Sul.

Siga o Livecoins no Google News para receber nossas notícias em tempo real.
Curta nossa página no Facebook e também no Twitter.
Receba também no email se cadastrando em nossa Newsletter.
Leia mais sobre:
Gustavo Bertolucci
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.
Camara Deputados Brasil. Imagem: Wikipédia

Mudança na lei de lavagem de dinheiro vai contemplar criptomoedas

A Lei 9.613/1998 trata no Brasil sobre os crimes de lavagem de dinheiro e ocultação de bens. De acordo com o Estadão a Câmara dos...

Tone Vays: “investir em DeFi é idiotice”

Em uma recente entrevista para o canal russo Forklog o famoso trader e defensor do Bitcoin Tony Vays, falou sobre como é investir no...

Coluna do TradingView: Ideias e análises para a semana

Criptomoedas mostram breve recuperação após correção da recente pernada de alta. Confira aqui o que estão pensando os analistas do TradingView. Paulo Tedesco Agora BTCUSD engrena boa tendência...

Últimas notícias

Doações de Bitcoin começam a chegar para combater queimadas no Pantanal

Algumas doações em Bitcoin começam a chegar para apoiar o combate às queimadas no Pantanal. O dinheiro está sendo arrecadado em uma campanha pela...

Ex-líderes da Genbit, suspeita de pirâmide financeira, abrem novas empresas

Antigos líderes da Genbit, empresa acusada de sumir com R$ 1 bilhão dos investidores, lançaram novas empresas no Brasil. O objetivo dos negócios, segundo comunicado...

Indicador mostra oportunidade no Bitcoin pela primeira vez desde março

Desde que os impactos do novo coronavírus assolaram os mercados financeiros em março, investidores adotaram uma postura de cautela. Mas um indicador do Bitcoin que...