Presidente da Suíça é simpatizante das criptomoedas

Suíça em sentimento de touro para as criptomoedas!

Siga no

A Suíça é uma referência em muitos assuntos, como queijos, canivetes e alpes, mas também em relação ao seu sistema de bancos e a história econômica do território.

No país, os presidentes são cargos rotativos que duram apenas um ano. O cargo é ocupado por membros do Conselho Federal do país, que se revezam no cargo durante sete anos.

Com isso, assumiu a pasta em 2019 o Ueli Maurer, um contador de formação que estava ocupando Ministério das Finanças durante três anos até 2018.

No cargo, Maurer ajudou a melhorar o cenário das criptomoedas no país com seu papel como ministro, e isso tem sido um motivo de celebração da comunidade de criptomoedas da Suíça.

O então ministro, ajudou o país a se adaptar as mudanças das finanças mundiais, e também a regulamentar o mercado de criptomoedas e supervisão do mesmo.

O destaque é que as regulamentações foram benéficas para o setor, e são destaque no mundo, juntamente com o Japão que também possui um modelo de supervisão brando ao mercado.

Após estes episódios, muitas empresas startups e fintechs do mercado cripto mundial buscaram refúgio no local para conduzir de maneira mais adequada os processos de desenvolvimento de seus produtos.

A forma que a Suíça trata as criptos é positiva, pelo menos em grande parte do setor financeiro, pois infelizmente os bancos do país ainda não estão de acordo com a integração da econômia com as criptomoedas.

Isso pausou as mudança das empresas para o país, pois é um empecilho que é reconhecido inclusive pelo atual presidente como uma barreira forte frente à adoção cripto no território.

De qualquer forma, na posição de presidente, Ueli Maurer poderá fazer mais pelas criptomoedas, pois apesar de o cargo ser simbólico no país, seu voto terá poder para resolver impasses e ele será o responsável por presidir a reunião do Conselho Federal em 2019.

Uma curiosidade é que a terra dos Axiomas de Zurique foi a escolhida para ser a estréia internacional do presidente eleito no Brasil, Jair Bolsonaro, durante o Fórum Ecônomico Mundial dentre os dias 22 a 25 de Janeiro, em mais uma quebra de protocolo que causou surpresa na América do Sul.

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Leia mais sobre:
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.
Robert Kiyosaki, autor de pai rico pai pobre

“EUA seguirá China e tornará bitcoin ilegal, melhor vender agora” diz autor de ‘Pai...

Robert Kiyosaki, famoso autor do sucesso 'Pai Rico, Pai Pobre' tem sido um grande crítico do atual setor financeiro e um apoiador do Bitcoin....
Youtuber Felipe Neto

Criptomoeda com “potencial imenso” que Felipe Neto investiu derrete 53%

Uma criptomoeda que o youtuber Felipe Neto investiu derreteu 53% e chamou a atenção de um analista da bolsa de valores brasileira. O projeto em...
Alibaba Bitcoin

Alibaba proíbe venda de equipamentos de mineração de bitcoin

A proibição do Bitcoin na China começa a afetar outros setores da indústria. Desta vez a gigante Alibaba, 9ª maior empresa do mundo por...
.

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias