Programa de “caça a bug” da TRON paga até US$ 10 milhões

Siga no

No dia 31 de maio de 2018 a TRON lançou sua própria rede (mainnet) abandonando a infraestrutura da ethereum. Agora, a fundação TRON lançou o programa “Tron Bug Bounty” com recompensa de até US $ 10 milhões.

O objetivo do programa é permitir que membros da comunidade TRON ajudem a descobrir possíveis vulnerabilidades técnicas na rede principal, especialmente problemas de segurança para manter a mainnet da TRON mais segura.

“Nós levamos a segurança da TRON mainnet muito a sério. Se você fizer uma descoberta importante de possíveis bugs, entre em contato conosco e participe do Programa TRON Bug Bounty o mais rápido possível e certamente iremos oferecer recompensas generosas!” Comunicado Oficial no Blog

O lançamento da versão beta da Odyssey 2.0 da TRON (TRX) aconteceu na semana passada durante uma transmissão ao vivo onde foi realizada a migração da blockchain Ethereum para a nova rede. Especialistas em segurança de todo o mundo, assim como hackers terão até 24 de junho para encontrar e relatar quaisquer bugs na Odyssey 2.0 e reivindicar recompensas.

Os usuários que  ainda detém tokens na antiga blockchain do ethereum terão alguns dias para migrar da versão ERC-20 TRX para a mesma quantidade na nova blockchain (1:1). O swap acontecerá dos dias 21 a 24 de junho.

Este planejamento levará ao lançamento oficial do bloco Gênesis da rede, que será realizado em 25 de junho – um evento denominado “Dia da Independência” pela fundação TRON.

Com essa mudança, Justin Sun anunciou em seu twitter que está confiante de que a TRON superará o Ethereum na maioria dos quesitos técnicos, em um twiit ele citou 7 motivos pelos quais a nova rede é melhor, comparando diversos pontos entre as duas plataformas como a velocidade da rede, taxas menores, linguagem de programação, extensibilidade e quantidade de usuários.

Vitalik Bututerin, fundador do Ethereum parece não ter gostado da provocação e logo respondeu o twiit adicionando de forma irônica um oitavo motivo que seria: “Melhor capacidade de criar whitepaper dando ctrl+c e ctrl+v, mais eficiente que criar novo conteúdo digitando”,  fazendo menção a acusação de que a fundação TRON teria um whitepaper que plagiou outros projetos.

 

Leia mais sobre:
Mateus Nunes
Mateus Nuneshttps://livecoins.com.br
Analista de Sistemas, entusiasta de criptomoedas e blockchain. Tradutor do site Bitcoin.org Sugestão de pauta: mateus@livecoins.com.br
Exercito Venezuela minerando BItcoin

Exército venezuelano começa a minerar bitcoin

O exército venezuelano começou a minerar Bitcoin. De acordo com um vídeo postado pelo 61º Batalhão do 6º Corpo de Engenheiros do Exército Bolivariano,...

Mineração de Bitcoin causa incêndio em apartamento

De acordo com o jornal russo 78.ru, um apartamento na cidade de Petrogradsky pegou fogo por causa de equipamentos de mineração de Bitcoin que...
Satoshi Londres

Nova Investigação sobre Satoshi Nakamoto aponta país que ele viveu

Um dos maiores mistérios da comunidade Bitcoin é o paradeiro de Satoshi Nakamoto, o criador do Bitcoin. Uma nova investigação revela novos detalhes sobre...

Últimas notícias

Mineração de Bitcoin causa incêndio em apartamento

De acordo com o jornal russo 78.ru, um apartamento na cidade de Petrogradsky pegou fogo por causa de equipamentos de mineração de Bitcoin que...

Nova Investigação sobre Satoshi Nakamoto aponta país que ele viveu

Um dos maiores mistérios da comunidade Bitcoin é o paradeiro de Satoshi Nakamoto, o criador do Bitcoin. Uma nova investigação revela novos detalhes sobre...

Hacker brasileira vai criar rede social de educação descentralizada

Uma famosa hacker brasileira afirmou que está estudando Bitcoin e a tecnologia blockchain para criar um aplicativo de ensino, ela tem esperança de usar...