Projeto Hathor completa seis meses de Mainnet

Rede teve vários ataques, mas suportou pressão bem.

-

Siga no
Hathor.network
Hathor.network
Anúncio

Com a mainnet no ar desde o início do ano, o projeto Hathor.network é uma blockchain inteira desenvolvida por brasileiros. Digo inteira, porque muitos acabam confundindo um ICO ou o lançamento de um token com uma blockchain.

Um ICO ou token normalmente é feito usando uma rede de blockchain existente. Lançar uma nova blockchain não é brincadeira, exige a evangelização de toda uma comunidade de mineradores para tornar a rede robusta.

Sendo assim, a Hathor resumidamente é uma plataforma blockchain de transações por consenso, desenvolvida em uma arquitetura totalmente nova, baseada em uma combinação das tecnologias blockchain e DAG.

Projeto Hathor já foi alvo de ataques e não teve problemas

Anúncio

Completando estes seis meses de existência, a Hathor passou pela primeira fase de credibilidade, resistir aos ataques. Uma blockchain bebê é facilmente alto de predadores. Já foram várias tentativas presenciadas pela rede que tem seus dados públicos no site. O mais importante foi o chamado Stalling Attack.

Este ataque tem o objetivo de paralisar as transações. De repente alguma mineradora liga várias máquinas, dobra o hashrate e depois desliga. O grau de dificuldade sobe, e, até que ele abaixe novamente nenhum bloco é minerado e a blockchain para momentaneamente. Para uma rede que pretende ser instantânea pode ser muito grave. A rede, contudo, superou sem maiores instabilidades.

Apesar de só haver cases de testes funcionando, o hashrate de mineração já subiu bastante, o que indica a valorização do token com relação à tecnologia apresentada. A tecnologia está publicada e foi fruto da tese de doutorado de Marcelo Brogliato.

Atualmente 46 tipos de tokens já foram criados e o hashrate médio é de 15 Ph/s então não é mais viável competir usando um computador caseiro. Para criar um token novo, enfim, o processo é super fácil, basta baixar o aplicativo, mas precisa da cripto HTC, moeda de base da blockchain.

*Este texto é um artigo de opinião escrito por Christian Aranha e não é uma recomendação de compra, venda ou investimentos em criptomoedas. O conteúdo é educacional e não reflete a opinião do Livecoins.

Siga o Livecoins no Google News para receber nossas notícias em tempo real.
Curta nossa página no Facebook e também no Twitter.
Receba também no email se cadastrando em nossa Newsletter.
Leia mais sobre:
Christian Aranha
Christian Aranhahttp://entropia.in
Doutor em inteligência computacional, mestre em estatística e graduação em engenharia. Especialista em Bitcoin e Blockchain desde 2012.

Investidores se confundem e compram criptomoeda errada que valoriza 500.000% com confusão

Recentemente o projeto Uniswap (UNI) tem ganhado muito a atenção dos investidores, principalmente após ter sido listado na Coinbase, a maior corretora de bitcoin...

Tone Vays: “investir em DeFi é idiotice”

Em uma recente entrevista para o canal russo Forklog o famoso trader e defensor do Bitcoin Tony Vays, falou sobre como é investir no...

Coluna do TradingView: Ideias e análises para a semana

Criptomoedas mostram breve recuperação após correção da recente pernada de alta. Confira aqui o que estão pensando os analistas do TradingView. Paulo Tedesco Agora BTCUSD engrena boa tendência...

Últimas notícias

Documentos vazados revelam que bancos lavaram R$ 10 trilhões em dinheiro ligado a crimes

Mais de 2.100 documentos secretos da FinCEN, Rede de Combate a Crimes Financeiros dos EUA, foram vazados e os detalhes desses arquivos trazem informações...

Europa vai regulamentar Bitcoin até 2024, apontam documentos

Segundo documentos vazados para a imprensa, a Europa vai regulamentar o Bitcoin até 2024 em todos os países membros do bloco. O tema ganhou...

Brasil desenvolve com blockchain uma identidade descentralizada

O Brasil caminha rumo às novas tecnologias e já desenvolve com uso da blockchain um novo projeto. Chamada de identidade descentralizada, a solução promete...