Protesto no Irã faz com que agência do maior Banco do país pegue fogo

Protestos já deixaram até mortes pelo caminho!

-

Siga no
Bandeira do Irã com Dedos em Sinal de Paz e Amor
Bandeira do Irã com Dedos em Sinal de Paz e Amor
Anúncio

A população do Irã acabou nas ruas após um anúncio do governo de elevar os preços da gasolina. Um dos pontos do gigante protesto no Irã, foi na agência do maior banco do país que pegou fogo, na cidade de Behbahan.

Protestos no Irã começaram após governo aumentar de surpresa o preço da gasolina

O mundo quase ficou em choque com as primeiras notícias dos protestos no Irã. Na cidade de Behbahan, uma agência do Banco Melli do Irã pegou fogo com o caso. Porém, na tradução literal o nome do banco se parece muito com “Banco Nacional do Irã”.

De fato, houve confusão ao imaginar que o banco central do Irã estaria em chamas. A polêmica, entretanto, foi logo desfeita por alguns moradores do local.

Anúncio

Mesmo assim, o fato chama atenção que os protestantes miraram uma agência de um banco, que é considerado o maior do país. O Banco Melli é considerado ainda a maior operação financeira do Irã e uma das maiores empresas iranianas.

Fica claro que os protestantes imaginaram que a queima de bancos poderia colocar pressão no governo. O governo do Irã, que teve outros prédios queimados, já bloqueou acesso à internet e de operadoras de telefonia neste sábado.

Até o momento, estima-se que uma pessoa esteja morta. Veja imagens gravadas por uma startup de notícias do banco em chamas:

Bitcoin é protesto pacífico contra governos e instituições bancárias, melhor que fogo em banco!

A população do Irã certamente tem suas razões para ir contra o governo de seu país se discordam do mesmo. Colocar fogo em um banco como protesto, é um marco para mostrar que a população do Irã está totalmente desconte com as políticas adotadas por lá.

A moeda digital criada em 2009, de nome Bitcoin, poderia ser parte dessa protesto, assim como foi em Paris, Hong Kong e outros ainda em 2019. A queima de um banco realmente mostra descontentamento, mas a vida de pessoas em protestos públicos tem sido levada, talvez em vão. Segundo apurações parciais, uma pessoa já teria sido morta com a onda de protestos que varre o Irã no dia 16 de novembro.

Os governos pelo mundo reprimem violentamente as tentativas de mudança do status quo. O melhor protesto contra estes, seja no Irã, ou em qualquer outro país, é a compra de Bitcoin. Neste caso, a população tira dinheiro do governo, buscando refúgio na criptografia.

governo iraniano já tem caçado os operadores de criptomoedas, ou seja, ele sabe que a população pode buscar refúgio no Bitcoin. Com isso, os protestos ocorridos no Irã fazem com que essa população seja mais uma, apenas em 2019, a levantar barricadas contra ingerências governamentais.

A medida, com presença massiva na rua pelos protestantes, é que pode ser ruim para quem deseja ter voz em um mundo de repressão. Em resumo, o Bitcoin pode se apresentar cada vez mais nestes ambientes, mostrando o verdadeiro protesto para essas populações. Dessa vez, com segurança.

Siga o Livecoins no Google News para receber nossas notícias em tempo real.
Curta nossa página no Facebook e também no Twitter.
Receba também no email se cadastrando em nossa Newsletter.
Leia mais sobre:
Gustavo Bertolucci
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.

Leia mais

Venezuela e Bitcoin

Quais os riscos da Venezuela minerar Bitcoin?

A Venezuela publicou um novo decreto mostrando que deve começar a minerar Bitcoin, mas alguns riscos podem envolver a prática. No país, há uma...
Nouriel Roubini

Nouriel Roubini ataca DeFi: “é um vaporware”

O termo DeFi toma as manchetes do mercado de criptomoedas e de economistas renomados em 2020. De acordo com o analista financeiro Nouriel Roubini,...

Empresa vai dar criptomoedas para quem plantar árvores

Um dos problemas que preocupam a sociedade atualmente é a emissão de carbono e as mudanças climáticas causadas pelo aquecimento global. Para tentar achar...

Últimas notícias

Nouriel Roubini ataca DeFi: “é um vaporware”

O termo DeFi toma as manchetes do mercado de criptomoedas e de economistas renomados em 2020. De acordo com o analista financeiro Nouriel Roubini,...

Justiça vai atrás de exchanges internacionais em ação de R$ 65 milhões contra a Atlas Quantum

A Justiça de São Paulo determinou que oito exchanges internacionais promovam o bloqueio de qualquer ativo digital depositado pela Atlas Quantum. A decisão foi proferida...

Empresa vai dar criptomoedas para quem plantar árvores

Um dos problemas que preocupam a sociedade atualmente é a emissão de carbono e as mudanças climáticas causadas pelo aquecimento global. Para tentar achar...